A INDÚSTRIA FITNESS EM TEMPOS DE PANDEMIA: TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NOS CENTROS DE CROSS TRAINING

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.11419

Palavras-chave:

indústria fitness, pandemia, cross training, transformação digital

Resumo

No atual cenário mundial, as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) têm transformado o cotidiano da sociedade com mudanças significativas nos negócios; além disso, elas estão preparando o mundo para um ambiente cada vez mais digital.  Dessa forma, em condições adversas como as enfrentadas no período da pandemia de Covid-19, as possibilidades e ferramentas que podem ser exploradas são muitas. De fato, esse cenário tem conduzido a indústria fitness a promover atividades físicas de um modo diferente: com o uso das tecnologias e das redes sociais. Diante dessa realidade, o presente artigo tem o objetivo de analisar estratégias de transformação digital tomadas por centros de cross training durante o período de isolamento social adotado na pandemia de covid-19. Essa investigação ocorreu através de pesquisa qualitativa, com aplicação de entrevistas semiestruturadas a gestores de centros de cross training. Foram realizadas entrevistas online. Para a análise dos dados, utilizou-se o programa IRAMUTEQ. A partir da análise dos dados, percebemos que, a fim de manter o negócio funcionando no período de isolamento, a maioria dos entrevistados utilizou estratégias como: rodízio de equipamentos dos próprios centros de cross training e oferta de treinos on-line, com a divisão dos alunos em grupos de WhatsApp.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gabriela Oliveira Moura, Universidade Potiguar

Cursando mestrado em Administração pela Universidade Potiguar, Brasil, Especialização em Gestão Empresarial pelo Faculdades Integradas de Jacarepaguá, Brasil(2012)
Técnico em Laboratório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte , Brasil

Ana Paula Borba Costa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil(2018)
Assistente Administrativo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte , Brasil

Hilderline Câmara Oliveira, Universidade Potiguar

Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil(2010)
Docente da Universidade Potiguar , Brasil

Laís Karla Silva Barreto, Universidade Potiguar

Doutorado em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil(2013)
Professora do PPgA- UnP da Universidade Potiguar , Brasil

Walid Abbas El-Aouar, Universidade Potiguar

Doutorado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil(2012)
Coord Mestrado e Doutorado Administração da Universidade Potiguar , Brasil

Referências

Adamczewski, P. (2016). Knowledge management in modern organization based on systems III platform ICT. Torun Business Review, 15(4), 61-68.

Anjos, E. C. dos; Aihara, C. H., Davila, G. A., & Varvakis, G. (2019). Transformação Digital e Práticas De Gestão Do Conhecimento: Uma Revisão Sistemática Da Literatura. Congresso Internacional De Conhecimento E Inovação – Ciki, 1(1). Retirado de: https://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/676 .

Arariboia, G. (1988). Inteligência artificial: um curso prático. Livros Técnicos e Científicos.

Cianni, M. Steckler, S. - Transforming Organizations to a Digital World. People & Strategy - Volume 40, Issue 2, Pag 14- 19, Spring 2017 Retirado de: <http://www.nxtbook.com/ygsreprints/HRPS/hrps_40_2_2017/index.php?startid=14#/18>.

Bigonha, Carolina. (2018). Inteligência Artificial em perspectiva. Panorama setorial da Internet. Inteligência Artificial e ética, a. 10, n. 2, out.

Camargo, B. V., & Justo, A. M. (2016). Tutorial para uso do software IRAMUTEQ. Laboratório de Psicologia Social da Comunicação e Cognição, Universidade Federal de Santa Catarina, 32.

Conselho Regional de Educação Física. CREF16/RN. Parecer Técnico 01/2020. Retirado de: <https://cref16.org.br/home/wp-content/uploads/2020/04/Parecer-te%CC%81cnico_final-cref.pdf>.

CrossFit. (2012). CrossFit Level 1 Certificate Course. Retirado de: https://training.Crossfit.com/.

Dawson, M. C. (2017). CrossFit: Fitness cult or reinventive institution?. International review for the sociology of sport, 52(3), 361-379.

Dias, D. T. M. A. R. (2019). Fatores chaves de sucesso para transformação digital (Doctoral dissertation).

Dijkman, R. M., Sprenkels, B., Peeters, T., & Janssen, A. (2015). Business models for the Internet of Things. International Journal of Information Management, 35(6), 672-678.

Diegoli, J. Tudo sobre CROSSFIT, 2014. Disponível em: http://operacorpis.wordpress.com/tag/joel-fridman. Acesso em: 12 de maio de 2020.

Fitzsimmons, J. A., & Fitzsimmons, M. J. (2014). Administração de Serviços-: Operações, Estratégia e Tecnologia da Informação. Amgh.

Fortunato, J., Rojo, J. R., Quitzau, E. A., Santos, A. C. B., & Moraes, M. (2019). “Nada se cria...”: o crossfit enquanto prática corporal ressignificada. Motrivivência, 31(58), 1-17.

Freeman, C., & Soete, L. (1997). The economics of industrial innovation. Psychology Press.

Hess, T., Matt, C., Benlian, A., & Wiesböck, F. (2016). Options for formulating a digital transformation strategy. MIS Quarterly Executive, 15(2).

Helm, B. (2018). Mercado mundial do fitness: principais players e mudanças no top ten. ACAD Brasil, Revista. Ano 20, 3º edição-agosto Nº. 82. Retirado de: https://www.acadbrasil.com.br/wp-content/uploads/2019/03/edicao-82.pdf. Acesso em 12 de maio de 2020.

Helm, B. (2013). Do not cross CrossFit. Inc Magazine. Edição Julho/agosto 2013. Retirado de: https://www.inc.com/magazine/201307/burt-helm/crossfit-empire.html. Acesso em 05 de maio de 2020.

Imme, Amanda. Ranking das redes sociais: as mais usadas no Brasil e no mundo. Blog de marketing digital de resultados. Retirado de: https://resultadosdigitais.com.br/blog/redes-sociais-mais-usadas-no-brasil/.

Kalin, F. E. (2017). Nosotros hacemos CrossFit: etnografías sobre identidades deportivas. Educación Física y Ciencia, 19(2).

Kotarba, M. (2018). Digital transformation of business models. Foundations of Management, 10(1), 123-142.

Loh, Stanley. (2019). Volume, Velocidade, Variedade, Veracidade e Valor: Como os 5 Vs do Big Data estão impactando as Organizações e a Sociedade. Porto Alegre.

Macadar, M. A.; GARCIA, P. S. (2017). Abordagens Teóricas Sobre a Temática do IoT na Gestão da Informação. Curitiba: ENADI.

Marconi, Marina de Andrade; Lakatos, Eva Maria. (2017). Técnicas de Pesquisa. 8 ed. São Paulo: Atlas.

Mendonça, C. M. C. D., & Andrade, A. (2018). Uso de Elementos da Transformação Digital nas Capacidades Dinâmicas em uma Capital Brasileira. In 13th Iberian Conference on Information Systems and Technologies (CISTI). Institute of Electrical and Electronics Engineers.

McAfee, A., Brynjolfsson, E., Davenport, T. H., Patil, D. J., & Barton, D. (2012). Big data: the management revolution. Harvard business review, 90(10), 60-68.

Mell, P., & Grance, T. (2011). The NIST definition of cloud computing (draft), NIST Spec. Publ, 800, 145.

Schwab, K. (2019). A quarta revolução industrial. Edipro.

Sebastian, I., Ross, J., Beath, C., Mocker, M., Moloney, K., & Fonstad, N. (2017). How big old companies navigate digital transformation.

Sellitto, M. A. (2002). Inteligência artificial: uma aplicação em uma indústria de processo contínuo. Gestão & Produção, 9(3), 363-376.

Schumpeter, J. A. (1982). The theory of economic development: An inquiry into profits, capital, credit, interest, and the business cycle (1912/1934). Transaction Publishers.–1982.–January, 1, 244.

Rezende Francisco de, E., Kugler, J. L., & Larieira, C. L. C. (2017). Líderes da transformação digital. GV EXECUTIVO, 16(2), 22-27.

Souza, D. C. de, Arruda, A., & Gentil, P. (2017). Crossfit®: Riscos Para Possíveis Benefícios. Revista brasileira de prescrição e fisiologia do exercício, 11(64), 138-140.

Souza Junior, P. P. D. (2019). Capacidades digitais e intensidade de gestão para transformação digital: operadoras de telecomunicações do Brasil (Doctoral dissertation).

Staten, J. (2009). Hollow out the moose: reducing cost with strategic rightsourcing. Forrester Research, Inc, 209.

Tibana, R. A., de Almeida, L. M., & Prestes, J. (2015). Crossfit® riscos ou benefícios? O que sabemos até o momento. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 23(1), 182-185.

Teffé, C. S. de, & Medon, F. (2020). Responsabilidade Civil e Regulação de Novas Tecnologias: Questões acerca da Utilização de Inteligência Artificial na Tomada de Decisões Empresariais. REI-Revista Estudos Institucionais, 6(1), 301-333.

Tibana, R. A., de Farias, D. L., Nascimento, D. C., Da Silva?Grigoletto, M. E., & Prestes, J. (2018). Relação da força muscular com o desempenho no levantamento olímpico em praticantes de CrossFit®. Revista Andaluza de Medicina del Deporte, 11(2), 84-88.

Tien, J. M. (2013). Big data: Unleashing information. Journal of Systems Science and Systems Engineering, 22(2), 127-151.

Vial, G. (2019). Understanding digital transformation: A review and a research agenda. The Journal of Strategic Information Systems, 28(2), 118-144.

Vieira, Marcelo Milano Falcão. Por uma boa pesquisa (qualitativa) em administração. In: Vieira Marcelo Milano Falcão; Zouain, Deborah Moraes. (org’s). Pesquisa qualitativa em administração. Rio de Janeiro: Editora FGV, p. 13-28, 2006.

Zanatta, Rafael A. F. (2019). Perfilização, Discriminação e Direitos: do Código de Defesa do Consumidor à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Publicado em: fevereiro de 2019. Retirado de: <https://www.researchgate.net/publication/331287708>.

Yin, Robert K. (2001). Estudo de caso: planejamento e métodos. trad. Daniel Grassi - 2.ed. - Porto Alegre: Bookman.

Downloads

Publicado

21/12/2020

Como Citar

Moura, G. O., Costa, A. P. B., Oliveira, H. C., Silva Barreto, L. K., & El-Aouar, W. A. (2020). A INDÚSTRIA FITNESS EM TEMPOS DE PANDEMIA: TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NOS CENTROS DE CROSS TRAINING. HOLOS, 5, 1–19. https://doi.org/10.15628/holos.2020.11419

Edição

Seção

Dossiê COVID-19 e o mundo em tempos de pandemia

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)