DIAGNÓSTICO DE PRÁTICAS DE REDUÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS NO ENTORNO ADOTADAS POR OBRAS RESIDENCIAIS DE DIFERENTES REGIÕES DA CIDADE DE SÃO PAULO (SP)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.5383

Palavras-chave:

Certificações, Construção Civil, Green Building, Impacto ambiental, Sustentabilidade

Resumo

A Construção Civil consiste em importante agente de desenvolvimento do país. Contudo, responde por significativos impactos ambientais decorrentes de suas atividades. Dentre os impactos causados pelas obras, destacam-se àqueles que ocorrem durante a etapa executiva dos edifícios, principalmente na região do entorno destes, tais como: poluição sonora, contaminação do solo, sujeira de vias, poeira, entupimento de sistemas de drenagem de águas pluviais etc. Dentro deste contexto, esta pesquisa objetiva determinar se construtoras localizadas na cidade de São Paulo adotam, em suas obras, ações de sustentabilidade, de forma a mitigar impactos decorrentes de suas atividades e cumprir legislações ambientais. A metodologia empregada foi o estudo de casos múltiplos em nove obras, com abordagem exploratória e análise quantitativa. Para tal, foi elaborado um checklist com itens baseados em recomendações de sistemas de certificação Green Building (LEED, Processo ACQUA e Selo Casa Azul). A ferramenta de pesquisa foi submetida à avaliação de juízes e, posteriormente, utilizada em visitas realizadas nas obras. Por meio da análise dos dados pode-se constatar que nem todas as construtoras possuíam preocupação com ações de mitigação de impacto de suas obras na vizinhança onde estas se encontravam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

João Alexandre Paschoalin Filho, Programa de mestrado em Gestão Ambiental e sustentabilidade da Universidade Nove de Julho

Professor do Programa de mestrado em Gestão Ambiental e sustentabilidade da Universidade Nove de Julho

Paulo Roberto Lima Bezerra, Universidade Nove de Julho

Engenheiro Civil pela Universidade Nove de Julho

Ana Cristina de Faria, Universidade Nove de Julho

Professora do programa de mestrado em cidades inteligentes e sustentáveis - uninove

Larissa Regina Gonçalves Jacintho de Oliveira, Universidade Nove de Julho

Professora do curso de Engenharia Civil da Universidade Nove de Julho

Referências

Achillas, C; Banias, S, G.; Moussiopoulos, N.; Papaioannou, I.; Vlachokostas, C. (2011) A web-based Decision Support System for the optimal management of construction and demolition waste. Waste Management, v. 31, n. 12, p. 2497-2502.

Afonso, P.P.; Ribeiro, F.A.B.S.; Souza, L.H.F.; Cunha, D.A.I. (2014) Sustentabilidade ambiental no setor da construção civil: comparação das medidas adotadas por construtoras do município de Uberlândia/MG. Anais... in: V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, IBEAS – Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais.

Alcino, P. Análise de Métodos de Avaliação de Sustentabilidade do Ambiente Construído: O Caso dos Conjuntos Habitacionais. (2008). Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil), Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo.

Alexandre. N. M. C.; Coluci, M. Z. O. (2011) Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. Ciências & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 7, p. 3061-3068.

Araújo, V.M. Práticas recomendadas para a gestão mais sustentável de canteiro de obras. Dissertação (Mestrado em Engenharia). 2009. 229 p. Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

Arif, M.; Bendi, B.; Toma-Sabbagh, T. (2012) Construction waste management in India: an exploratory study. Construction innovation, v.12, n.2, p.133-155.

Associação Brasileira de Normas Técnica. ABNT NBR 10.004: Resíduos Sólidos – Classificação. Rio de Janeiro, 1987.

Bomfati, E.; Silva, M. C. (2004). Os impactos sociais e ambientais do crescimento econômico no território urbano: interesses locais entre agentes do setor privado na cidade de Ponta Grossa – PR. Revista Educação & Tecnologia. Curitiba, Editora do CEFET-PR, v.8, p. 185 – 208.

Casado, M. Green Buildings, antes tarde do que nunca. IETEC – Instituto de Educação Tecnológica. Belo Horizonte. Fev. 2012. Disponível em: <http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/595> Acesso em: 06 set. 2016.

Coelho, L. Certificação Ambiental. Revista Techne, V. 155. 2010. Disponível em: <http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/155/carimbo-verde-162886-1.asp> Acesso em 24 de maio 2012.

Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. Resolução 307 de 5 de julho de 2002. Brasil, pp 7.

Depexe, M.D.; Paladini, E.P. (2008) Benefícios da implementação e certificação de sistemas de gestão da qualidade em empresas construtoras. Revista Gestão Industrial, v. 4, n. 2, p145-161.

Elkington, J. (1997) Cannibals with forks: the triple bottom line of twenty first century business. Ed.Capstone, Mankato, MN.

Fundação Vanzolini. Edifícios habitacionais - Processo AQUA. Referencial técnico de certificação, 2010.

Godoy, A.S. (1995) Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas – RAE. São Paulo, v.35, n.3, p 20-29.

Grunberg, P.R.M.; Medeiros, M.H.F.; Tavares, S.F. (2014) Certificação ambiental de edificações: comparação entre Leed for homes, Processo ACQUA e Selo Casa Azul. Revista Ambiente e Sociedade. Campinas/SP, v.17, n.2, pp. 195-214.

Lima, R. S. (2009). Guia para elaboração de projeto de gerenciamento de resíduos da construção civil. Série de Publicações Temáticas do Crea-PR. Curitiba: Crea.

Linhares, S.P.; Ferreira, J.A.; Ritter, E. (2007) Avaliação da implantação da Resolução n.307/2002 do CONAMA sobre gerenciamento dos resíduos de construção civil. Estudos Tecnológicos em Engenharia, v.3, n.3, pp.176-194.

Miguel, P.A.C. (2007) Estudo de caso na engenharia de produção: estruturação e recomendação para sua condução. Revista Produção, v.17, n.1, p.216-229.

Morais, G.M.D. Diagnóstico da deposição clandestina de resíduos de construção e demolição em bairros periféricos de Uberlândia: Subsídios para uma gestão sustentável. 2006. 220p Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Faculdade de Engenharia Civil. Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia/MG, 2006.

Motta, S R. F. Sustentabilidade na Construção Civil: Crítica, síntese, modelo de política e gestão de empreendimentos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Programa de Pós-graduação em Construção Civil, UFMG. Belo Horizonte, 2009.

Oliveira, M J. E. (2002). Materiais descartados pelas obras de construção civil: Estudo dos resíduos de concreto para reciclagem. 2002. 191p. Tese (Doutorado em Geociências e Meio Ambiente). Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista, UNESP. Rio Claro, 2002.

Paschoalin Filho, J, A; Graudenz, G, S. (2012) Destinação irregular de resíduos de construção e demolição (RCD) e seus impactos na saúde coletiva. Revista de Gestão Social e Ambiental, v.6, n.1, p. 127-142.

Paschoalin Filho, J. A.; Dias, A. J. D.; Cortes, P. L.: Duarte E. B. L. (2013). Manejo de resíduos de demolição gerados durante as obras da arena de futebol Palestra Itália (Allianz Parque) localizada na cidade de São Paulo/Brasil. Revista Holos, v.6, n.3, p.73-91.

Paschoalin Filho, J. A.; Storopoli, J. H.; Dias, A. J. G.; Duarte, E. B. L. (2015) Gerenciamento dos resíduos de demolição gerados nas obras de um edifício localizado na Zona Leste da Cidade de São Paulo/SP. Desenvolvimento em Questão, v. 13, n. 30, p. 265-305.

Piccoli, R.; Kern, A.P.; Gonzalez, M.A.; Hirota, E.H. (2010) A certificação ambiental de desempenho ambiental de prédios: exigências usuais e novas atividades na gestão da construção. Revista Ambiente Construído, Porto Alegre, v.10, n.3, p.69-79.

Yin, R. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos. 4ª Edição, Porto Alegre: Bookman.

Downloads

Publicado

19/09/2017

Como Citar

Paschoalin Filho, J. A., Lima Bezerra, P. R., Faria, A. C. de, & de Oliveira, L. R. G. J. (2017). DIAGNÓSTICO DE PRÁTICAS DE REDUÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS NO ENTORNO ADOTADAS POR OBRAS RESIDENCIAIS DE DIFERENTES REGIÕES DA CIDADE DE SÃO PAULO (SP). HOLOS, 4, 217–234. https://doi.org/10.15628/holos.2017.5383

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)