MÉTODOS CONSTRUTIVOS DE BARRAGENS DE REJEITOS DE MINERAÇÃO – UMA REVISÃO

Fernando Alves Cantini Cardozo, Matheus Montes Pimenta, André Cezar Zingano

Resumo


Historicamente no Brasil a indústria de extração mineral é responsável por grande porção da economia nacional. Um grande desafio enfrentado pelo setor mineral é a disposição de rejeitos, oriundos das fases de lavra e/ou beneficiamento. Estes materiais são dispostos normalmente em duas modalidades: pilhas de estéril e/ou barragem de rejeitos. Atualmente são discutidos os problemas relacionados com a disposição em barragem de rejeitos, as quais em caso de falha, são potenciais causadoras de grandes prejuízos ambientais, econômicos e sociais. Diversos casos de acidentes em barragens de mineradoras no Brasil endossam os riscos associados à falha das mesmas, os quais motivaram este estudo. Um ponto peculiar no estudo e gerenciamento das barragens de mineração é o caráter multidisciplinar, visto a necessidade de sinergia entre diferentes áreas, como geotécnica, processamento mineral, planejamento de produção, entre outras. Este trabalho se propõem a analisar os riscos associados aos tipos de método construtivos de barramento. Para tanto, são abordados os três métodos construtivos conhecidos: método de alteamento à jusante, de alteamento à montante e da linha de centro, os quais são revisados.

Palavras-chave


Barragem de rejeitos; Métodos construtivos; Mineração

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, C. B. (2006). Contribuição ao estudo do comportamento de barragens de rejeito de mineração de ferro. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Azam, S., & Li, Q. (2010). Tailings dam failures: A review of the last one hundred years. Geotechnical News, 28(4), 50-54.

Cardozo, F. A. C., Cordova, D. P., Zingano, A. C., Galli, B., & Penã, F. P. (2016). Métodos Construtivos de Barragens de Rejeito: Crítica ao Método de Montante. Anais do Congresso Brasileiro de Geologia, Porto Alegre, RS, Brasil, 48.

CETEM. (2015). Rompimento de barragem de rejeitos em Mariana (MG) é o maior acidente ambiental da História do Brasil. Recuperado em 12 de dezembro, 2016, de http://verbetes.cetem.gov.br/verbetes/ExibeVerbete.aspx?verid=213

Chaves, A. P (1996). Teoria e prática do tratamento de minérios. Volumes 1. São Paulo: Signus Editora.

Davies, M. P., Lighthall, P. C., Rice, S., & Martin, T. E. (2002). Design of tailings dams and impoundments. Keynote address, Tailings and Mine Waste Practices SME, AGM Phoenix.

Duarte, A. P. (2008). Classificação das barragens de contenção de rejeitos de mineração e de resíduos industriais no estado de Minas Gerais em relação ao potencial de risco. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Figueiredo, M. M. (2007). Estudo de metodologias alternativas de disposição de rejeitos para a mineração Casa de Pedra–Congonhas/MG. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG, Brasil.

Kossoff, D., Dubbin, W. E., Alfredsson, M., Edwards, S. J., Macklin, M. G., & Hudson-Edwards, K. A. (2014). Mine tailings dams: characteristics, failure, environmental impacts, and remediation. Applied Geochemistry, 51, 229-245.

Lopes, L. M. N. (2016). O rompimento da barragem de Mariana e seus impactos socioambientais. Sinapse Múltipla, 5(1), 1-14.

Martin, T. E., & McRoberts, E. C. (1999). Some considerations in the stability analysis of upstream tailings dams. In Proceedings of the Sixth International Conference on Tailings and Mine Waste, Vol. 99, 287-302.

Marques Filho, P. L., & Geraldo, A. (1998). Barragens e Reservatórios. In: A. M. dos S. Oliveira & S. N. A. de Brito (Ed.). Geologia de Engenharia. São Paulo: ABGE.

Morgenstern, N. R., Vick, S. G., Viotti, C. B., & Watts, B. D. (2016) Fundão Tailings Dam Review Panel. Retrieved December 13, 2016, from http://fundaoinvestigation.com/wp-content/uploads/general/PR/en/FinalReport.pdf

Passos, N. C. S. T. (2009). Barragem de Rejeito: Avaliação dos Parâmetros Geotécnicos de Rejeito de Minério de Ferro utilizando Ensaios de Campos–Um Estudo de Caso. Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.

Rafael, H. M. A. M.& Romanel, C. (2014). Potencial de Liquefação Estática no Alteamento de uma Barragem de Rejeito. Anais do Congresso brasileiro de Mecânica de Solos e Engenharia Geotécnica, Goiânia, GO, Brasil, 14.

Rico, M., Benito, G., Salgueiro, A. R., Díez-Herrero, A., & Pereira, H. G. (2008). Reported tailings dam failures: a review of the European incidents in the worldwide context. Journal of Hazardous Materials, 152(2), 846-852.

Santos, D. A. M. dos; Curi, A., & Silva, J. M. da (2014). Técnicas para a disposição de rejeitos de minério de ferro. Anais do Congresso brasileiro de Mina a Céu Aberto e de Mina Subterrânea, Belo Horizonte, MG, Brasil, 8.

Schnaid, F (2000). Ensaios de Campo e suas aplicações na engenharia de fundações. São Paulo: Oficina de Textos.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2016.5367



 

HOLOS IN THE WORLD