INFLUÊNCIA DO TEMPO DE REAÇÃO NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL VIA CATÁLISE HETEROGÊNEA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.5197

Palavras-chave:

biodiesel, transesterificação, catalisador heterogêneo

Resumo

O biodiesel apresenta muitas vantagens em comparação ao diesel por ser de origem renovável, biodegradável, podendo ser empregado de forma ambientalmente sustentável. A sua produção é comumente realizada através da reação de transesterificação por catálise homogênea. Entretanto,os catalisadoresheterogêneos têm sidoamplamente estudados por serem eficientes e passíveis de reciclagem, além de facilitar a purificação do biodiesel e minimizar a geração de efluentes. Neste trabalho, o óxido de cálcio (CaO) foi escolhido como catalisador básico para a reação de transesterificação por apresentar maior atividade, condições suaves de reação, menor custo e baixa toxidade, quando comparado com outros catalisadores comerciais.Foram avaliados os efeitos do tempo de reação no rendimento do biodiesel produzido com óleo de soja via rota metílica num processo em batelada, fixando a razão molar metanol/óleo em 12:1, temperatura em 65°C e concentração de catalisador em 8%empeso do óleo e variando o tempo do processo em 1h, 1,5h e 2h. Verificou-se que os efeitos relativos à variação do tempo de reação utilizada na síntese debiodieselinfluenciamdiretamente no processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ANP (2008). Resolução ANP Nº 7, de 19.3.2008 - DOU 20.3.2008. Recuperado de http://www.anp.gov.br/?pg=73292&m=&t1=&t2=&t3=&t4=&ar=&ps=&1463425315596.

ANP (2016). Boletim mensal do biodiesel (agosto). Recuperado de http://www.anp.gov.br/?pg=82673&m=&t1=&t2=&t3=&t4=&ar=&ps=&1475103778650.

ANVISA (1999). Resolução RDC Nº 482, de 23/09/1999. Recuperado de http://www.anvisa.gov.br.

AOCS (1998). Sampling and Analysis of commercial fats and oils. American Oil Chemists Society.

ARANSIOLA, E. F., BETIKU, E., LAYOKUN, S. K., & SOLOMON, B. O (2010). Production of biodiesel by transesterification of refined soybean oil. International Journal of Biological and Chemical Sciences, 4(2), 391-399.

ARANSIOLA, E. F., OJUMU, T. V., OYEKOLA, O. O., MADZIMBAMUTO, T. F., & IKHU-OMOREGBE, D. I. O. (2014). A review of current technology for biodiesel production: State of the art. Biomass and Bioenergy, 61, 276-297.

CORDEIRO, C. S., SILVA, F. R., WYPYCH, F., & RAMOS, L. P. Catalisadores heterogêneos para produção de monoésteres graxos (biodiesel) (2011). Química Nova, 34(3), 477-486.

DOMINGOS, A. K. Produção de biodiesel via catálise heterogênea (2010). (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Química, Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos. Rio de Janeiro - RJ.

FREEDMAN, B., PRYDE, E.H., & MOUNTS, T.L. (1984). Variables affecting the yields of fatty esters from transesterification vegetable oils. Journal of the American Oil Chemists Society, 61(10), 1638-1643.

HOSKEN, B. (2003). Advances in soybean processing and utilization. 12th Australian Soybean Conference Proceeding. Recuperado de http://www.australianoilseeds.com/__data/assets/file/0012/1191/Bob_Hosken-Advances_in_Soybean_Processing_and_Utilisation.pdf.

INTARAPONG, P., IANGTHANARAT, S., PHANTHONG, P., JAI-IN, S., & LUENGNARUEMITCHAI, A. (2013). Activity and basic properties of KOH/mordenite for transesterification of palm oil. Journal of Energy Chemistry, 22(5), 690-700.

KISS, A. A., DIMIAN, A. C., & ROTHENBERG, G. (2008). Biodiesel by catalytic reactive distillation powered by metal oxides. Energy Fuel, 22(1), 598-604.

KOUZU, M., KASUNO, T., TAJIKA, M., SUGIMOTO, Y., YAMANAKA, S., & HIDAKA, J. (2008). Calcium oxide as a solid base catalyst for transesterification of soybean oil and its application to biodiesel production. Fuel, 87(12), 2798-2806.

LIU, X., HE, H., WANG, Y., ZHU, S., & PIA, X. (2008). Transesterification of soybean oil to biodiesel using CaO as a solid base catalyst. Fuel, 87(2), 216-221.

LI, H., LI, F., WANG, L., & CAO, Y. (2015). Waste carbide slag as a solid base catalyst for effective synthesis of biodiesel via transesterification of soybean oil with metanol. Fuel Processing Technology, 131, 421–429.

NASCIMENTO, U. M., VASCONCELOS, A. C. S., & AZEVEDO, E. B. (2009). Otimização da produção de biodiesel a partir de óleo de coco babaçu com aquecimento por micro-ondas. Eclética Química, 34(4), 37-48.

PENILDO, P. F. (1981). O álcool combustível: obtenção e aplicação nos motores. São Paulo, SP: Nobel.

REYERO, I., ARZAMENDI, G., & GANDÍA, L. M. (2014). Heterogenization of the biodiesel synthesis catalysis: CaO and novel calcium compounds as transesterification catalysts. Chemical Engineering Research and Design, 92(8), 1519-1530.

SCHULER, A. R. P. (2010). Processo de transesterificação metílica alcalina de óleos vegetais e gorduras animais e caracterização quantitativa de biodieseis (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE.

TANG, Y., XU, J., ZHANG, J., & LU, Y. (2013). Biodiesel production from vegetable oil by using modified CaO as solid basic catalysts. Journal of Cleaner Production, 42, 198-203.

TANTIRUNGROTECHAI, J., YOOSUK, B., & THEPWATEE, S. (2013). Biodiesel synthesis over Sr/MgO solid base catalyst. Fuel, 106, 279–284.

UNESP (sd). Vigilantes da Energia – Biodíesel. Recuperado de http://www.feg.unesp.br/emas/vigilantes/Fontes_de_Energia/biodiesel.htm.

WU, H., ZHANG, J., WEI, Q., ZHENG, J., & ZHANG, J. (2013). Transesterification of soybean oil to biodiesel using zeolite supported CaO as strong base catalysts. Fuel Processing Technology, 109, 13-18.

Downloads

Publicado

18/07/2017

Como Citar

Cintra, J. S. A., Portela, M. N., Silvany, T. C. de C., Pedroza, G. A. G., Santos, L. C. L. dos, & Lobato, A. K. de C. L. (2017). INFLUÊNCIA DO TEMPO DE REAÇÃO NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL VIA CATÁLISE HETEROGÊNEA. HOLOS, 1, 195–204. https://doi.org/10.15628/holos.2017.5197

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.