DESEMPENHO ZOOTÉCNICO DE ALEVINOS DE TILÁPIAS DO NILO (Oreochromis niloticus) ALIMENTADOS COM LEVEDURA DE Saccharomyces cerevisiae

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.1869

Palavras-chave:

Dieta, peixe, performance, probiótico

Resumo

Foi avaliado os efeitos da adição de Levedura Saccharomyces cerevisiae (Biosaf HR®, 8 bilhões UFC) em ração peletizada (PB = 35%; ED = 3.333.00 Kcal / kg. FB = 3.7; EE = 6.4%) para Tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), utilizando 540 alevinos revertidos sexualmente por choque térmico oriundo da S3 Piscicultura, Registro/SP-Brasil. Os peixes foram distribuídos em 30 tanques de 60 litros cada, em um delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados cinco tratamentos e seis repetições com diferentes níveis de levedura T1:0.00%. T2:0.10%. T3:0.20%. T4:0.30% e T5:0.40%. De acordo com os resultados obtidos neste experimento não foram observadas diferenças no desempenho para os 15 dias. Porém pelo teste de Tukey (p<0,05) houve diferenças para a conversão alimentar e ganho em peso aos 30 dias para a dieta com 0.1% de S. cerevisiae. Aos 60 dias houve diferença (p<0,05) para conversão alimentar e comprimento de intestino para o tratamento que recebeu a dosagem de 0.2% de levedura S. cerevisiae. Também a dosagem de 0,2% da levedura foi significativa (P<0,01) para proteína bruta e matéria mineral da carcaça de alevinos de tilápia do Nilo. Conclui-se que 0,2% da levedura adicionada foi eficiente para os alevinos de tilápias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Kátia Kalko Schwarz, Universidade Estadual do Paraná/UNESPAR, campos FAFIPAR (Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá.

Departamento de Ciências Biológicas, coordenadora do Laboratório Multidisciplinar de Estudos em Animais. Coordenadora do Curtume comunitário de couro de Perixes, no PROVOPAR, Balneário Praia de Leste, Pontal do Paraná-PR.

Jéssica Caroline do Nascimento, UNESPAR, campus FAFIPAR

Formanda de Ciências Biológicas

Victor Augusto Alves Gomes, Aluno C. Biologicas UNESPAR/FAFIPAR

Aluno C. Biologicas UNESPAR/FAFIPAR

Camila Hetsuko da Silva, Formanda Ciências Biológicas UNESPAR/FAFIPAR

Formanda Ciências Biológicas UNESPAR/FAFIPAR

Juan Gomes Salvador, UNESPAR/FAFIPAR

Formado em C. Biológicas da UNESPAR/FAFIPAR

Mariana Ribeiro Fernandes, UNESPAR/FAFIPAR

Formanda em C. Biológicas UNESPAR/FAFIPAR

Raiane Marques Nunes, UNESPAR, campus FAFIPAR

Formanda c. Biológicas UNESPAR/FAFIPAR

Referências

. BACCARIN. A. E.; PEZZATO. L. E. Efeito da levedura desidratada de álcool em dietas para tilápia-do-Nilo. Pesq. Agropecu. Bras. Brasilia. v.36. n.3 p.549-556, 2001.

BERTO, D. A. (1997). Uso da levedura desidratada na alimentação de suínos, Simpósio sobre tecnologia da produção e utilização da levedura desidratada na alimentação animal. 8: 7-25, 1997.

CAMARGO. S.G.O; POUEY. J.L.O.F. Aqüicultura – Um mercado em expansão. R. bras. Agrociência. Pelotas. v.11. n.4. p.393-396.

FURUYA, W.M.; BOTARO, D.; MACEDO, R.M.G; SANTOS V. G.; SILVA L. C. R.; SILVA T. C.; FURUYA V. R. B.; SALES P. J. P. Aplicação do conceito de proteína ideal para redução dos níveis de proteína em dietas para tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus). Revista Brasileira de Zootecnia, 34(5): p. 1433-1441, 2005.

FURUYA, W.M.; PEZZATO, L.E.; BARROS, M.M.; CYRINO, J.E.P. Exigências nutricionais e alimentação em tilápia. In: FRACALOSSI, D.M. e CYRINO, J.E.P. Nutrição e alimentação de espécies de interesse para a aqüicultura brasileira- NUTRIAQUA. Florianópolis: Sociedade Brasileira de Aquicultura e Biologia aquática, 2012.Gráfica e Editora Copiart Ltda. p. 255-268, 2012.

GALLINA. T.; WENDT. E. W.; DIAS DE CASTRO. L. L. et al. Utilização de probióticos no controle de infecção de Haemonchus contortus em ovinos. In: XVII Centro de Iniciação Científica. Pelotas. 2009.

GHIRALDINI, J. A.; ROSSELI, C. E. V. l. Simpósio sobre tecnologia da produção e utilização da levedura desidratada na alimentação animal 8: p. 27-49, 1997.

HAYASHI C.; BOSCOLO W. R.; SOARES C. M; BOSCOLO V. R.; GALDIOLI E. M. Uso de diferentes graus de moagem dos ingredientes em dietas para a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus L.) na fase de crescimento, Acta Scientiarum, 21(3): p. 733-737, 1999.

HEPHER. B. Nutrition of pond fishes. Cambridge. Inglaterra: Cambridge University Press. 406 p, 1988.

HISANO, H.; SOLARTE. WVN; BARROS, MN; PEZZATO, L.E. Desempenho produtivo de alevinos de tilápia do Nilo alimentados com leveduras e derivados. Pesquisa Agropecuaria brasileira. Brasilia, v. 42, n. 7, p. 1035-1042, 2007.

HISANO. H.; SAMPAIO. F. G.; BARROS. M. M.; PEZZATO. L. E. Composição nutricional e digestibilidade aparente da levedura íntegra. da levedura autolisada e da parede celular pela tilápia-do-Nilo. Ciência Animal Brasileira. v.9. n.1. p.43-49. 2008.

KOCH, J. F.A.; PEZZATO, L. E.; BARROS, M.M et al. Levedura como pronutriente em dietas para matrizes e alevinos de tilápia-do-nilo. R. Bras. Zootec. v.40, n.11, p.2281-2289, 2011.

KUBITZA, F. 2003 Qualidade de água no cultivo de peixes e camarões, 1ª ed,

Jundiaí, p 229.

LARA-FLORES. M.; OLVEA-NOVOA. M. A.; GUZMAN-MENDEZ. B. E. et al. Use of bactery Streptococcus faecium and Lactobacilus acidophilus. and the yeast Saccharomyces cerevisiae as growth promoters in Nile tilapia (Oreochromis niloticus). Aquaculture. v.216. n.1-4. p.193-201, 2003.

MACINTOSH, D.J.; LITTLE, D.C. Nile tilapia (Oreochromis niloticus) BROMAGE, N.R.; ROBERTS, R.J. Broodstock management and egg and larval quality, 277-320, 1995.

MEDRI V.; PEREIRA. G. V.; LEONHARDT J. H. Crescimento de Tilápia do Nilo Oreochromis niloticus alimentada com diferentes níveis de levedura alcooleira, alocada em tanque rede, Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, 25: p. 51 – 59, 1999.

MEURER. F. Levedura (Sacchaomyces cerevisiae) como probiótico para as fases iniciais do cultivo da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus). 2005. 85 f. Tese ( Doutorado em Zootecnia) – Centro de Ciências Agrárias. Universidade Estadual de Maringá. Maringá. 2005.

MEURER. F.; HAYASHI. C.; COSTA. M. M; FRECCIA. A; MAUERWERK. M.T. Saccharomyces cerevisiae como probiótico para alevinos de tilápia do Nilo submetidos a desafio sanitário. Revista Brasileira de Zootecnia. v.36. n.5. p.1219-1224, 2007.

MEURER. F.; HAYASHI. C.; COSTA. M. M.; MASCIOLI. A. S.; COLPINI. L. M. S.; FRECCIA. A. Levedura como probiótico na reversão sexual da tilápia-do-Nilo. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal. v.9. n.4. p.804-812. 2008.

MEURER. F.; SILVA. M. S.; COSTA. M. M. et al. Probiótico com levedura na alimentação de tilápia do Nilo. durante o período de reversão sexual. cultivada em água de tanque de cultivo. Revista Brasileira de Zootecnia. v.10. n.2. p.406-416. 2009.

MPA. Ministério de Pesca e Aquicultura. Participação da aquicultura no setor pesqueiro nacional. 2011. Disponível em <http://www.mpa.gov.br/aquiculturampa/informacoes/producao> Acesso em 21/05/2012.

POPMA, T. J.; PHELPS, R. P. Status report to commercial tilápia producers on monosex fingerling productions techniques, Aquicultura do Brasil, Recife 10: 127-145, 1998.

RODRIGUES. E. Pesquisa de Aeromonas spp. em tilápia (Oreochromis niloticus). cultivada no estado do Rio de Janeiro – Brasil; isolamento. identificação de espécies e avaliação de sensibilidade antimicrobiana. 2007. 208 f. Tese ( Doutorado em Medicina Veterinaria) – Centro de Ciências Médicas. Universidade Estadual de Fluminense. Niteroi. 2007.

SCHWARZ. K.K. Mananoligossacarídeo em Dietas para Larvas e Juvenis de Tilápia do Nilo. 2009. Tese (Doutorado em Zooecnia) Universidade Estadual de Maringá. Centro de Ciências Agrárias. Maringá – PR. 75p, 2009.

SCHWARZ. K. K.; FURUYA. W. M.; NATALI. M. R. M.; MICHELATO. M.; GUALDEZI. M. C. Mananoligossacarídeo em dietas para juvenis de tilápia do Nilo. Revista Eletrônica Acta Scientiarum. Animal Sciences. Maringá. v. 32. n. 2. p. 197-203, 2010.

YOUSEFIAN M.; AMIRI M. S. A review of the use of prebiotic in aquaculture for fish and shrimp, Afr. J. Biotechnol, 8: p. 7313-7318, 2009.

Downloads

Publicado

23/06/2016

Como Citar

Schwarz, K. K., do Nascimento, J. C., Gomes, V. A. A., da Silva, C. H., Salvador, J. G., Fernandes, M. R., & Nunes, R. M. (2016). DESEMPENHO ZOOTÉCNICO DE ALEVINOS DE TILÁPIAS DO NILO (Oreochromis niloticus) ALIMENTADOS COM LEVEDURA DE Saccharomyces cerevisiae. HOLOS, 3, 104–113. https://doi.org/10.15628/holos.2016.1869

Edição

Seção

ARTIGOS