PRODUÇÃO DO GRAFENO A PARTIR DA GRAFITA NATURAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.8861

Palavras-chave:

Mineração, grafita natural, grafeno.

Resumo

Várias pesquisas têm sido elaboradas a respeito da produção de grafeno por meio da utilização de grafita natural, tornando esse mineral de grande interesse, principalmente, para as empresas de mineração, por conta das novas aplicações tecnológicas que o grafeno possibilita. Para isso, faz-se necessário muito investimento em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) em todas as etapas referentes à produção da matéria prima do grafeno. A mineração é o setor chave, pois é a partir da qualidade dos processos envolvidos na extração e beneficiamento da grafita natural, que se infere na qualidade do grafeno produzido. Além disso, os estudos que demonstrem uma correlação entre essas etapas e a qualidade do grafeno, são poucos. Neste sentido, esse trabalho teve como objetivo, explorar, a partir de revisão bibliográfica, as várias etapas relativas à produção do grafeno, desde a extração da grafita natural até a sua confecção em laboratório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rayff de Melo Ramos, Universidade Federal de Campina Grande

Graduado em Engenharia de Minas

Unidade Acadêmica de Mineração e Geologia

Referências

Duarte, M. A. (2016). Grafita Natural. In: Duarte, M. A. (Org.). Sumário Mineral 2015. Brasília: DNPM, 74-75.

Heider, M. (2017). Potencialidade da Cadeia Produtiva da Grafita no Brasil: do Recurso Mineral ao Grafeno. In The Mine, São Paulo, 9-12.

Hoover, H. C. (2008). Stoping: Methods of ore-breaking; underground stopes; overhand stopes; combined stope; valuing ore in course of breaking. In: Hoover, H. C. (Ed.). Principles of Mining: Valuation, Organization and Administration. New York: McGraw-Hill Book Company, (pp. 98-100).

Jesus K. A.; Freire, E.; Guimarães, M. J. O. C. (2014). Analise da Cadeia Produtiva do Grafeno. Revista Espacios, Caracas, (v. 35, n. 12, p. 22).

Jesus, K. A.; Freire, E.; Guimarãres, M. J. O. C. (2012). Grafeno: Aplicações e Tendências Tecnológicas. RQI. Rio de Janeiro, 14-19.

Lobato, E. (2009). Perfil da Grafita. Relatório Técnico elaborado pela J. Mendo Consultoria. Belo Horizonte: Ministério de Minas e Energia – MME e Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento – BIRD. Fev. N°: 41. Contrato N°: 48000.003155/2007-17.

Sampaio, J. A.; Braga, P. F. A.; Dutra, A. J. B. (2008). Grafita. In: Sampaio, J. A. (Org.). Rochas e Minerais Industriais – CETEM. Rio de Janeiro: CETEM, 527-549.

Segundo, J. E. D. V.; Vilar, E. O. (2016). Grafeno: Uma revisão sobre propriedades, mecanismos de produção e potenciais aplicações em sistemas energéticos. Revista Eletrônica de Materiais e Processos, Campina Grande, (v. 11, n. 2, p. 54-57).

Downloads

Publicado

18/06/2021

Como Citar

Ramos, R. de M. (2021). PRODUÇÃO DO GRAFENO A PARTIR DA GRAFITA NATURAL. HOLOS, 2, 1–12. https://doi.org/10.15628/holos.2020.8861

Edição

Seção

ARTIGOS