PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL APLICADO À SEDIMENTAÇÃO DE LAMAS FOSFÁTICAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.6543

Palavras-chave:

floculante, coagulante, método do passo ascendente, algoritmo de Yates, teste de Fisher

Resumo

A lama gerada no processamento de minérios contém grande quantidade de partículas finas, estáveis em suspensões aquosas, e que apresentam velocidade de sedimentação extremamente baixa. Normalmente reagentes coagulantes e floculantes são utilizados para agregar estas partículas para que se sedimentem com maior velocidade. O objetivo do trabalho é realizar testes de sedimentação em laboratório utilizando planejamento experimental. A amostra mineral utilizada é uma lama obtida a partir do processamento de minério de fosfato. Os testes de sedimentação foram realizados com 10% de sólido em massa em proveta de 2000mL. Reagentes floculantes comerciais foram testados. O algoritmo de Yates foi utilizado para definir três variáveis: pH, dosagem de coagulante e dosagem de floculante, em níveis superiores e inferiores para cada variável. Estes valores foram otimizados pelo Método do Passo Ascendente definindo assim a condição ideal para cada tipo de floculante. Obteve-se uma expressão matemática para cada tipo de floculante e, através do teste de Fisher, verificou-se a validade para cada equação matemática obtida. Os resultados mostraram que as variáveis e suas interações são significativas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Patrícia Costa Andrade, INSTITUTO FEDERAL DO SERTÃO PERNAMBUCANO

Graduação em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Minas Gerais(2009). Mestre em Engenharia Metalúrgica Materiais e Minas na área de Tecnologia Mineral_Tratamento de Minério (UFMG) (2016), Especialista em Engenharia de Recursos Minerais pela Universidade Federal de Minas Gerais (2011). Atualmente é docente do Instituto Federal do Sertão Pernambucano_Campus Ouricuri (PE). Desenvolve atividades de educação e pesquisa na área de mineração

Referências

BALTAR, C.A.M.Processos de Agregação. In: BENVINDO, A.L et al. Tratamento de Minérios. 5ª Edição. CETEM – Centro de Tecnologia Mineral; Rio de Janeiro-Brasil, p.559-594,2010.

BOX , G.P.; HUNTER , W.G.; HUNTER , P.J. 1988. Statistics for experimenters. New York, Ed. John Wiley & Sons Inc., 653 p.

CHAVES, A.P. e colaboradores, Teoria e Prática do Tratamento de Minérios, Vol. II, Desaguamento, Espessamento e Filtragem. Brasil – São Paulo, 2004.

CLAESSON, P.M., DAHLGREN, M.A.G., ERIKSSON, L., 1994. Forces between Polyelectrolyte-Coated Surfaces: Relations between Surface Interaction and Floc Properties, Colloids and Surfaces, vol. 93, pp. 293-303

DUCKWORTH, W.E. 1960. Statistical techniques in technological research. Londres, Ed. Methuen & Co. Ltd.,303 p.

FAUST, A. S. (1982). Princípios das Operações Unitárias. Rio de Janeiro: LTC.

HOGG, R. Flocculation Dewatering. International Journal of Mineral Processing, 58 (1-4), 223-236, 2000.

HUNTER, R. J. Introduction to modern colloid science. 1a Ed. Oxford: Oxford University Press, 1994. 352p. (Oxford Science Publications)

KIM, Y. H. Coagulants and flocculants; theory and practice, 1a Ed. Littleton: Tall Oaks Publishing, Inc., 1995. 85p.

KIRWAN, L. J. An Investigation of polyacrylate adsorption onto hematite. Perth: Curtin University of Technology, 2002, 191p. (Tese, Doutorado em Química Aplicada).

KISSA, E. Dispersions; characterization, testing and measurement. 1a Ed. New York: Marcel Dekker, Inc., 1999. 724p. (Surfactant Science Series, vol. 84).

LA MER, V. K. & HEALY, T. W. The role of filtration in investigating flocculation and redispersion of colloidal dispersions. Journal of Physical Chemistry, vol. 67, no 11, pp.2417-2420, novembro, 1963

RICHSTFDON, P.F.; CONNELLY, L.J. Industrial Coagulants and Flocculants. In.: Reagents in Mineral Technology. Somasundaran, P. and Moudgil, B.M. (editors). Marcel Dekker, Inc., 519-558,1988.

LUZ, A. B., SAMPAIO, J. A. e ALMEIDA, S. L. M.. Tratamento de Minérios. 4ª Ed. Rio de Janeiro: CETEM/MCT, dezembro, 2004. 867p. Cap. 14.

LUZ, A. B. et al. (2002). Tratamento de Minérios. 3ª Edição. CETEM – Centro de Tecnologia Mineral; Rio de Janeiro-Brasil.

MONTGOMERY, P. C.; RUNGER, G. C. Estatística Aplicada e Probabilidade para Engenheiros. 2 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2003

RICHSTFDON, P.F.; CONNELLY, L.J. Industrial Coagulants and Flocculants. In.: Reagents in Mineral Technology. Somasundaran, P. and Moudgil, B.M. (editors). Marcel Dekker, Inc., 519-558,1988.

SHARMA, B.R., DHULDHOYA, N.C., MERCHANT, U.C. (2006). Flocculants Ecofriendly Approach. Journal Polymer Environmental, 14, 195- 202

SWIFT, J. D., SIMIC, K., JOHNSTON, R. R. M., FAWELL, P. D. e FARROW, J. B. (2004). A study of the polymer flocculation reaction in a linear pipe with a focused beam reflectance measurement probe. International Journal of Mineral Processing,vol. 73, no 2-4, pp.103-118

VALADÃO, G.E. (2011). Notas de Aula do Curso de Especialização em Recursos Minerais – DEMIN: ERM 526 – Separação Sólido- Liquido I. Belo Horizonte, Brasil: Universidade Federal de Minas Gerais

VERRAL K., WARWICK, P. e FAIRHURST, A.(1999). Application of Schulze-Hardy rule to haematite and haematite/humate colloid stability. Colloids and Surfaces A:Phisicochemical and Engineering Aspects, vol. 150, pp.261-273

Downloads

Publicado

05/12/2017

Como Citar

Andrade, P. C., & Valadão, G. E. S. (2017). PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL APLICADO À SEDIMENTAÇÃO DE LAMAS FOSFÁTICAS. HOLOS, 6, 201–216. https://doi.org/10.15628/holos.2017.6543

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)