INFLUÊNCIA DO ENVELHECIMENTO ACELERADO NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO PRFV QUANDO IMERSO EM PETRÓLEO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.3841

Palavras-chave:

Propriedades Mecânicas, Materiais Compósitos, Envelhecimento Acelerado, Petróleo

Resumo

Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise comparativa de materiais compósitos, submetidos aos ensaios de tração uniaxial, compostos com a resina poliéster do tipo teraftálica e fibras de vidro-E, na forma de tecido bidirecional. Através dos ensaios mecânicos foi feita uma avaliação comparativa do comportamento das propriedades mecânicas como módulo de elasticidade, tensão de ruptura, deformação de ruptura e tensão máxima. O processo de manufatura dos compósitos foi por laminação manual (Hand-lay-up), utilizando cinco camadas de reforço. Para o ensaio mecânico citado acima, foi obedecida à norma ASTM 3039 (tração). Deve salientar que para efeitos de comparação das propriedades mecânicas, parte dos corpos de prova foram imerso em petróleo durante um período de 365 dias (1 ano), e outra parte foi exposto ao mesmo período no petróleo e em seguida, exposto ao envelhecimento acelerado com ação simultânea de temperatura e umidade. O envelhecimento acelerado foi fundamentado, segundo a norma ASTM D5427. Ao final, os laminados em estudo, foram submetidos à caracterização final da fratura. O estudo realizado permitiu a conclusão de que houve queda das propriedades mecânicas para as condições de imersas em petróleo e com o envelhecimento, para o ensaio de tração. Na caracterização da fratura, os principais tipos de danos em materiais compósitos foram observados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ricardo Alex Dantas Cunha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Engenharia Mecânica

Área: Compósitos Estruturais

Jayna Kátia Dionísio Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Tecnologia Mecânica

Área: Compósitos Estruturais

Rayane Dantas Cunha, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Engenharia Mecânica

Área: Compósitos Estruturais

 

José Ubiragi Lima Mendes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Engenharia Mecânica

Área: Transferência de Calor

Mecânica dos Fluidos

Referências

ALBUQUERQUE, J. A. C. (1990). O plástico na prática: manual de aplicações dirigido à pessoal envolvido em manutenção, projetos, nacionalização e compras. Porto Alegre: Sagra, 1.

Barjasteh, E., Bosze, E. J., Tsai, Y. I., & Nutt, S. R. (2009). Thermal aging of fiberglass/carbon-fiber hybrid composites. Composites Part A: Applied Science and Manufacturing, 40(12), 2038-2045.

Boccaccini, A. R., Boccaccini, D. N., Pearce, D. H., & Janczak-Rusch, J. (1998). Assessment of thermal shock induced damage in silicon carbide fibre reinforced glass matrix composites. Materiales de Construcción, 48(251), 19-35.

?erný, I., & Mayer, R. M. (2012). Fatigue of selected GRP composite components and joints with damage evaluation. Composite structures, 94(2), 664-670.

Cunha, J. A. P., Costa, M. L., & Rezende, M. C. (2006). Influência de diferentes condições higrotérmicas na resistência à tração de compósitos de fibra de carbono/epóxi modificada. Polímeros: Ciência e Tecnologia, 16(3), 193-201.

Gay, D. (1991). Matériaux composites. Hermes.

Huang, Y., Ge, Z., Zhao, C., Dong, J., Shitian, M., Ma, W., ... & Qian, X. (2015). Solvothermal recovery of carbon fibers from thermoset polymer-based carbon fiber reinforced polymers. Journal of Reinforced Plastics and Composites, 34(20), 1673-1683.

Khan, R. A., Khan, M. A., Sultana, S., Nuruzzaman Khan, M., Shubhra, Q. T., & Noor, F. G. (2010). Mechanical, degradation, and interfacial properties of synthetic degradable fiber reinforced polypropylene composites. Journal of Reinforced Plastics and Composites, 29(3), 466-476.

Khan, R. A., Khan, M. A., Zaman, H. U., Pervin, S., Khan, N., Sultana, S., ... & Mustafa, A. I. (2010). Comparative studies of mechanical and interfacial properties between jute and E-glass fiber-reinforced polypropylene composites. Journal of Reinforced Plastics and Composites, 29(7), 1078-1088.

Levy, F. N. (2006). e Pardini LC. Compósitos estruturais–ciência e tecnologia. São Paulo: Edgar Blucher, 313.

McConnell, V. P. (1992). Advanced Composites. the Fast Track: Composites in Race Cars, 8.

Mendonça, P. T. R., & Compósitos, M. (2005). Estruturas-Sanduíches–Barueri. SP: Manoele.

Shakeri, A., & Ghasemian, A. (2010). Water absorption and thickness swelling behavior of polypropylene reinforced with hybrid recycled newspaper and glass fiber. Applied Composite Materials, 17(2), 183-193.

Standard, A. S. T. M. (2008). Standard test method for tensile properties of polymer matrix composite materials. ASTM D3039/D 3039M.

Standard, A. S. T. M. (2014). Standard Practice for Accelerated Aging of Inflatable Restraint Fabrics. ASTM D5427/D 5427M.

Strong, A. B. (2008). Fundamentals of composites manufacturing: materials, methods and applications. Society of Manufacturing Engineers.

Su, M., Gu, A., Liang, G., & Yuan, L. (2011). The effect of oxygen-plasma treatment on Kevlar fibers and the properties of Kevlar fibers/bismaleimide composites. Applied Surface Science, 257(8), 3158-3167.

Tan, S. C. (1994). Stress concentrations in laminated composites. CRC Press.

Downloads

Publicado

14/11/2017

Como Citar

Cunha, R. A. D., Santos, J. K. D., Cunha, R. D., & Mendes, J. U. L. (2017). INFLUÊNCIA DO ENVELHECIMENTO ACELERADO NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO PRFV QUANDO IMERSO EM PETRÓLEO. HOLOS, 5, 238–249. https://doi.org/10.15628/holos.2017.3841

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)