CARACTERIZAÇÃO DE NANOFLUIDOS PARA UTILIZAÇÃO EM COMPRESSORES DE REFRIGERAÇÃO: DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA, CONDUTIVIDADE TÉRMICA E ESTABILIDADE.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.3802

Palavras-chave:

Nanofluidos, nanopartículas, viscosidade dinâmica, condutividade térmica, estabilidade

Resumo

Este trabalho identifica a viscosidade dinâmica e condutividade térmica de três nanofluidos (NFs) com a base de óleo mineral ISO 32, utilizado em compressores de refrigeração, aditivados respectivamente por nanopartículas (NPs) de nanotubos de carbono (NTC), óxido de nióbio (Nb2O5) e Índio (In). Após os ensaios termofísicos, verifica-se a estabilidade dos (NFs) através de métodos específicos e em seguida, compara-se o desempenho tribologico da amostra mais estável com o fluido base puro através de ensaio de lubricidade em bancada de alta frequência. Os resultados demonstraram que a viscosidade dinâmica tem alteração desprezível, a condutividade térmica tem significativo ganho em relação ao óleo puro e que os (NFs) de (NTC) e (In), possuem boa e razoável estabilidade respectivamente, enquanto que os compostos aditivados com (NPs) de (Nb2O5) são instáveis e não são viáveis para a aplicação em sistemas térmicos. Os NFs de (NTC) ao serem comparados com o óleo puro, apresentaram maior espessura do filme lubrificante, menor coeficiente de atrito e menor desgaste médio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Valerio Fernandes Azevedo, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Valério Fernandes Azevedo, possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal da Paraíba (1996) e mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal da Paraíba (2007), doutorando em Engenharia Mecânica do PPGEM da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - Campus Canguaretama

Igor Marcel Gomes Almeida, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2008), especialização em Termociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009), Mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010) e Doutorando em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.  Atualmente é professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte atuando nos cursos de Engenharia de Energia, Mecânica e Petróleo e Gás do câmpus Natal-Central. Têm experiência na área de engenharia mecânica, com ênfase em termociências, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: sistemas de refrigeração, climatização e cogeração; e termodinâmica aplicada.

Eduardo Henrique Viana Sousa, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Alagoas

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2000) e mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010), Especialista Técnico em energia eólica - CT-GÁS-ER (2013), Doutorando na Universidade Federal do Rio Grande do Norte do Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica na área de Ciências dos Materiais. Atualmente é perito criminal - Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte. Atualmente é professor do ensino básico técnico e tecnológico do IFAL(Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Alagoas - Coruripe -AL, atuando principalmente nos seguintes temas: emissões veiculares, poluentes, óleo lubrificante, poluição, manutenção preditiva, refrigeração e climatização.

Francisco de Assis Oliveira Fontes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal da Paraíba (1980), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986) e doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2003). Atualmente é professor titular do departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência nas áreas de projetos mecânicos e equipamentos de processo e automação industrial. Atua como perito nas áreas automotiva, máquinas e processos industriais. Realiza inspeção técnica, auditoria e análise crítica em máquinas, equipamentos e processos industriais. Orienta alunos de doutorado, mestrado e iniciação científica de engenharia mecânica.

Cleiton Rubens Formiga Barbosa, Universidade Federal do Rio grande do Norte

Professor titular do departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Possui graduação em Engenharia Mecânica (1984), especialização em Segurança do Trabalho (1987) e mestrado em Engenharia Mecânica (1990) pela UFRN, doutorado em Engenharia Mecânica (1997) pela EESC-USP. Realizou estágio pós-doutoral (2004-2005) no Instituto Superior Técnico (IST) de Lisboa-Portugal.

Referências

Chandrasekar, M., Suresh, S., & Chandra Bose, A., (2010). Experimental investigations and determination of thermal conductivity and viscosity of Al2O3/water nanofluid. Exp. Therm. Fluid Sci. 34, 210 - 216.

Chen, H., Ding, Y., He, Y., & Tan, C., (2007). Rheological behavior of ethylene glycol based titania nanofluids. Chem. Phys. Lett. 444, 333 - 337.

Duangthongsuk, W., & Wongwises, S., (2009). Effect of thermophysical properties models on the predicting of the convective heat transfer coefficient for low concentration nanofluid. Int. Commun. Heat Mass 35, 1320 -1326.

Lotfizadeh, S., & Matsoukas, T. (2015). Effect of nanostructure on thermal conductivity of nanofluids. Jornal of nanomaterials.

Pastoriza-Gallego, M.J., Casanova, C., Legido, J.L., & Pioneiro, M.M., (2011). CuO in water nanofluid: influence of particle size and polydispersity on volumetric behavior and viscosity. Fluid Phase Equil. 300, 188 - 196.

Salinas, S. R. A. (2005). Einstein e a teoria do movimento browniano (Einstein and the theory of the Brownian movement). Revista Brasileira de Ensino da Física, v. 27, p. 263-269.

Timofeeva, E.V., Yu, W., France, D.M., Singh, D., & Routbort, J.L., 2011. Nanofluids for heat transfer: an engineering approach. Nanoscale Res. Lett. 6, 182.

Yang, Y., Zhang, Z. G., Grulke, E. A., Anderson, W. B. & Wu, G. (2005). Heat transfer properties of nanoparticle-in-fluid dispersions (nanofluids) in laminar flow. International Journal of Heat and Mass Transfer, 48, 1107–1116

Yu, W., France, D.M., Routbort, J.L., & Choi, S.U.S., 2008. Review and comparison of nanofluid thermal conductivity and heat transfer enhancements. Heat Tran. Eng. 29, 432 - 460.

Zhu, D., Li, X., Wang, N., Wang, X., Gao, J., & Li, H., 2009. Dispersion behavior and thermal conductivity characteristics of Al2O3 and H2O nanofluids. Curr. Appl. Phys. 9, 131-139.

Downloads

Publicado

09/05/2017

Como Citar

Azevedo, V. F., Almeida, I. M. G., Sousa, E. H. V., Fontes, F. de A. O., & Barbosa, C. R. F. (2017). CARACTERIZAÇÃO DE NANOFLUIDOS PARA UTILIZAÇÃO EM COMPRESSORES DE REFRIGERAÇÃO: DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA, CONDUTIVIDADE TÉRMICA E ESTABILIDADE. HOLOS, 8, 36–46. https://doi.org/10.15628/holos.2016.3802

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>