AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DE SISTEMA NO MODO CLÁSSICO E DRAFITING E ANNOTATION DO AUTOCAD 2014

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.2825

Palavras-chave:

Ferramenta CAD, USABILIDADE, Drafiting & Annotation, Classico

Resumo

A forma de projetar mudou significativamente desde que foi criado a ferramenta CAD em 1971, foi em 1982 que essa tecnologia começou a ser disseminada em larga escala. Esse acontecimento só foi possível devido o desenvolvimento de duas grandes ciências, a matemática e a computação. Com a popularização dessa ferramenta, muitas empresas surgiram ofertando software com a ferramenta CAD. A pioneira nesse setor é a empresa de software CAD AutoDESK, seu principal produto é o AutoCAD, sendo usado por milhares de arquitetos e engenheiros. A grande preocupação é no quesito segurança ao trabalhador, nesse setor, a facilidade de usar é a condicionante para gerar segurança aos usuários, isto é a definição de Usabilidade. Com relação a evolução do AutoCAD, diversas alterações foram feitas desde que foi criado, com a finalidade de contribuir para Usabilidade do sistema este software conta com dois modos de trabalho, o modo Classic e o DRAFITING & ANNOTATION, sendo o segundo introduzido apenas em 2008, desde então perguntasse, até que ponto um modo supera o outro. Para avaliar foi utilizada uma metodologia baseado nos estudos de usabilidade e nas normas de Engenharia de Software, e percebesse que um modo não anula o outro, contudo, adiciona possibilidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Talison Fernandes Costa, Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA

Bacharel em Ciência e Tecnologia

Daniela Freitas de Lima, Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA

Bacharel em Ciência e Tecnologia

Graduanda em Engenharia Civil

Almir Mariano de Sousa Junior, Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA

Engenheiro de Produção, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Mestre em Engenharia do Petróleo e Gás Natural, Doutor em Ciência e Engenharia de Petróleo e Professor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Referências

SANTOS, R. C. Desenvolvimento de uma metodologia para avaliação de Usabilidade de Sistemas utilizando a lógica Fuzzi baseado na ISO. 2007. 115 f. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Adimistração) – Faculdade de Economia e Finanças IBMEC. IBMEC, Rio de janeiro. 2007.

AMARAL, R.D.C ; FILHO, A.C.P. A evolução do CAD e sua aplicação em projetos de Engenharia. Simpósio de Mecânica Computacional, São João Del-Rei – MG. 2010.

PRATES, R.O. ; BARBOSA, S.D.J. Avaliação de interfaces de usuário – Conceitos e Método. < http://www.urisan.tche.br/~paludo/material/IHM/Material/avaliacao.pdf>

Patrias K. Citing medicine: the NLM style guide for authors, editors, and publishers [Internet]. 2nd ed. Wendling DL, technical editor. Bethesda (MD): National Library of Medicine (US); 2007 - [atualizado em 15 set 2011; citado em 10 jan 2012]. Disponível em: http://www.nlm.nih.gov/citingmedicine

BAJERSKI, Carmem Denise; SCHIFFL, Jones Luiz; SILVA, Letícia Klos; SENS, Márcia Yurimi Ono; CORDEIRO, Marco Aurélio; EIFLER, Rosane Adriano; KUBICA Stefano; FURUSHO, Vitório Yoshinori. Qualidade de software: Usabilidade. Companhia de Informática do Paraná – Celepar 2009. Disponível em: <http://www.batebyte.pr.gov.br/modules/conteudo/ conteudo.php?conteudo=1282> Acesso em: 02 dez. 2014.

KREITZBERG, Charles B.; LITTLE Ambrose. A face Humana do software: Usabilidade na pratica. MSDN Magazine – Microsoft 2015. Disponível em: <http://msdn.microsoft.com/pt-br/magazine/dd263095.aspx> Acesso em: 27 dez. 2014.

SANTOS, Robson Luís Gomes. Usabilidade de interfaces para sistemas de recuperação de informação na web. PUC-Rio 2006. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Design, Faculdade de Design, Pontifícia Universidade Católica, Rio de Janeiro, 2006.

FERREIRA, Simone Bacellar Leal; LEITE, Julio Cesar Sampaio do Prado. Avaliação da usabilidade em sistemas de informação: o caso do Sistema Submarino. Rev. adm. contemp., Curitiba , v. 7, n. 2, June 2003 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S1415-65552003000200007&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 02 Jan. 2015.

PRATES, Raquel Oliveira; BARBOSA, Simone Diniz Junqueira. Avaliação de Interfaces de usuários: Conceitos e métodos. URISAN 2003. Disponível em <http://www.urisan.tche.br/~paludo/material/IHM/Material/avaliacao.pdf> Acesso em 02 dez. 2014.

Informações sobre AutoCAD. Disponível em: http://www.autodesk.com.br/products/autocad/ overview. Acesso em: 15 de dezembro de 2014.

Informações sobre SolidWork. Disponível em: http://www.solidworksbrasil.com.br/sw/ newsdisplay.htm. Acesso em: 15 de dezembro de 2014.

Informações sobre ProEngineer. Disponível em: http://www.partnervision.com.br/softwares/ proengineer.html. Acesso em: 15 de dezembro de 2014.

Informações sobre CATIA. Disponível em: http://www.3ds.com/products-services/catia/welcome/ . Acesso em: 15 de dezembro de 2014.

Informações sobre AutoCAD Mechanical. Disponível em: http://www.autodesk.com/products/ autocad-mechanical/overview . Acesso em: 15 de dezembro de 2014.

Informações sobre REVIT. Disponível em: http://www.autodesk.com.br/products/revit-family/overview . Acesso em: 15 de dezembro de 2014.

Downloads

Publicado

2017-08-29

Como Citar

Costa, T. F., Lima, D. F. de, & Sousa Junior, A. M. de. (2017). AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DE SISTEMA NO MODO CLÁSSICO E DRAFITING E ANNOTATION DO AUTOCAD 2014. HOLOS, 2, 148–160. https://doi.org/10.15628/holos.2017.2825

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)