ATIVIDADE PESQUEIRA E CONSTRUÇÃO DE EMBARCAÇÕES NA COLÔNIA DE PESCADORES Z-18 DO MUNICÍPIO DE UNIÃO/PI, BRASIL

Kelly Polyana Pereira Santos

Resumo


Na comunidade de pescadores Z-18, do município de União/PI, evidencia-se uma importância cultural de sobrevivência através do uso dos recursos naturais locais. Dados etnobiológicos a respeito das artes e estratégias de pesca e técnicas na construção e reparo de canoas foram revelados após a aplicação de entrevistas semiestrururadas, observação direta, registro fotográfico e análise quantitativa dos dados. Homens e mulheres participam diretamente da pesca, utilizando-se de oito artefatos, destacando-se o engancho. Foram apontadas 10 espécies de peixes raras e 15 espécies comuns. Quanto à distribuição do conhecimento etnozoológico por gênero, não houve diferenças significativas, por faixa etária, apenas os jovens possuem menos conhecimento do que adultos e idosos, estes, não diferem significativamente. Quatro espécies vegetais são utilizadas na fabricação e reparo das canoas. Os pescadores possuem um amplo conhecimento em relação à atividade pesqueira, sendo esta transmitida de geração a geração.


Palavras-chave


Etnobotânica; Etnozoologia; Canoas; Pesca Artesanal; Produto Pescado

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES DA SILVA, M.E.P.; CASTRO, P.M.G.; MARUYAMA, L.S.; PAIVA, P. Levantamento da pesca e perfil socioeconômico dos pescadores artesanais profissionais no reservatório Billings. Boletim do Instituto de Pesca, 35(4): p. 531-543, 2009.

AMORIM, A.N. Etnobiologia da comunidade de pescadores artesanais urbanos do bairro Poti Velho, Teresina/PI, Brasil. Teresina, 2010. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Universidade Federal do Piauí, 122p. 2010.

AMORIM, A.N.; SILVA, M.P.; BARROS, R.F.M. Plantas cultivadas em quintais: um comparativo entre urbano e rural. In: ROCHA, J. R. S.; BARROS, R. F. M.; ARAUJO, J. L. L. (Org.). Sociobiodiversidade no Meio Norte brasileiro. 7ed.Teresina: EDUFPI, v. 1, p. 193-204. 2012.

ARAUJO, M. P. Etnobiologia da Comunidade pesqueira Passarinho, Ilha das Canárias, Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba, Araioses, MA, Brasil. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – Programa de Pós- Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente. Universidade Federal do Piauí, 134f. 2013.

AURICCHIO, P.; SALOMÃO, M.G. Técnicas de coleta e preparação de vertebrados para fins científicos e didáticos. Rio de Janeiro: Papel Virtual, 348p, 2002.

AYRES, M. et al. BioEstat 5.0: Aplicações estatísticas nas áreas das ciências biológicas e médicas. Sociedade civil Mamirauá, Belém, CNPq, Brasília, 2007.

BAILEY, K. D. Methods of social research. New York: McMillan Publishers, The free press, 553p. 1982.

BARBETA, P. A. Estatística aplicada as Ciências Sociais. 6. ed. Editora: UFSC, 2006.

BATISTELLA. A.M.; CASTRO, C.P., VALE, J.D. Conhecimento dos moradores da comunidade de Boas Novas, no Lago Janauacá - Amazonas, sobre os hábitos alimentares dos peixes da região. Acta Amazônica, v. 35 (1), p.51 – 54. 2005.

BEGOSSI, A. Ecologia de pescadores da Mata Atlântica e da Amazônia. São Paulo: Hucitec, 332 p. 2004.

BEGOSSI, A. et al. Compensation for environmental services from artisanal fisheries in SE Brazil: Policy and technical strategies. Ecological Economics, p. 25–32. 2011.

BEGOSSI, A. et al. The paraty artisanal fishery (southeastern Brazilian coast): ethnoecology and management of a social-ecological system (SES). Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, 8:22. 2012.

BERNARD, H.R. Research Methods in Cultural Anthropology. Sage. Newbury Park, CA, EEUU.520 p. 1988.

BURDA, A.; SCHIAVETTI, A. Análise ecológica da pesca artesanal em quatro comunidades pesqueiras da Costa de Itararé, Bahia, Brasil: Subsídios para a gestão Territorial. Revista da Gestão Costeira Integrada, 8 (2) ,p.149-168. 2008.

BUSSAB, W.O.; MORETTIN, P.A. Estatística Básica. Editora Saraiva, 2004.

CARDOSO, E. S. et al. Pesca e Atividades Complementares. In: 23 Jornada Acadêmica Integrada, Santa Maria. Resgatando o passado e projetando o futuro. Santa Maria: PRPGP - UFSM, p. 1-2. 2008.

CHAVES, P. de T.; BOBERT, M. de C. Embarcações, artes e procedimentos da pesca artesanal no litoral sul do estado do Paraná, Brasil. Atlântica, 25 (1). p. 53- 59. 2003.

CLAUZET, M.; RAMIRES, M.; BARRELLA, W. Pesca artesanal e conhecimento local de duas populações caiçaras (Enseada do Mar Virado e Barra do Una) no litoral de São Paulo, Brasil. Revista Multiciência. nº. 4, 22p. Maio de 2005.

COSTA-NETO, E.M.; MARQUES, J.G.W. Atividades de pesca desenvolvidas por pescadores da comunidade de Siribinha, município de Conde, Bahia: Uma abordagem etnoecológica. Sitientibus, 1 (1). p. 71- 78. 2001.

COSTA-NETO, E. M.; DIAS, C. V.; MELO, M. N. O conhecimento ictiológico tradicional dos pescadores da cidade de Barra, região do médio São Francisco, Estado da Bahia, Brasil. Acta Scientiarum, v.24, n.2, p. 561-572. 2002.

COTRIM, D.S. Agroecologia, sustentabilidade e os pescadores artesanais: O caso de Tramandaí (RS). Porto Alegre, 2008. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós - Graduação em Desenvolvimento rural - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 197p. 2008.

DIEGUES, A.C. (Org.). Os saberes tradicionais e a biodiversidade no Brasil. São Paulo: MMA/NUPAUB, 2000.

DIEGUES, A.C. Diversidade biológica e culturas tradicionais litorâneas: O caso das comunidades caiçaras. São Paulo: NUPAUB-USP, 22p. 1988.

DIEGUES, A.C. Pesca e marginalização no litoral paulista. São Paulo, 1973. Dissertação (Mestrado) - NUPAUB; CEMAR, Universidade de São Paulo, São Paulo, 187 p. 1973.

DIEGUES, A.C.; ARRUDA, R.S.V. (Org.). Saberes tradicionais e biodiversidade no Brasil. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. (Biodiversidade, 4) 2001.

EL-DEIR, A.C.A. et al.. Ichthyofauna Used in Traditional Medicine in Brazil. Hindawi Publishing Corporation. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. p. 1-16. 2012.

FONCESA- KRUEL, V.S.; PEIXOTO, A.L. Etnobotânica na reserva extrativista marinha de Arraial do Cabo, RJ, Brasil. Acta Botânica Brasilica, v. 18, nº 1, p. 1777-190. 2004.

FONSECA, J.S.; MARTINS. Curso de Estatística – 6ª edição. São Paulo: Atlas, 1996.

FREITAS, S.T.; PAMPLIN, P.A.Z.; LEGAT, J.; FOGAÇA, F.H.S.; BARROS, R.F.M. Conhecimento tradicional das marisqueiras de Barra Grande, Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba, Piauí, Brasil. Ambiente & Sociedade, v. 15, n. 2, p. 91-112, 2012.

GARCEZ, D.S.; SÁNCHES-BOTERO, J.I. Comunidades de Pescadores Artesanais no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Atlântica, Rio Grande, 27 (1), p.17-29, 2005.

GLÁRIA, V. Sujetos colectivos en búsqueda de sustentabilidad pesquera: relatos de los miembros de una comunidad de pescadores artesanales, V región, Chile. Revista de la Universidad Bolivariana, v.9 (27), 2010.

GUIJT, I. Gender and participation: bridging the gap. Development and gender in Brief. BRIDGE / IDS, n. 9. Institute of Development Studies, University of Sussex, Brighton, United Kingdom. 2005.

HANAZAKI, N. Conhecimento e uso de plantas, pesca e dieta em comunidades caiçaras do município de Ubatuba (SP). São Paulo, 1997. Programa de Pós – Graduação em Ecologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 136p. 1997.

HARAYASHIKI, C.A.Y.; FURLAN, F.M.; VIEIRA, J.P. Perfil sócio-econômico dos pescadores da Ponte dos Franceses, Rio Grande, RS, Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, 37(1): 93-101. 2011.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2014. Disponível em: acesso em 20 Dezembro. 2014.

ISAAC, V.J; MILSTEIN, A.; RUFFINO, M.L. A pesca artesanal no baixo amazonas: análise multivariada da captura por espécie. Acta Amazonica. 26 (3). p. 185-208. 1996.

KIDO- CRUZ, M.T. Análisis comparativo de La calidad de vivenda de los pescadores ribereños según el tipo de pesca em el sur del pacífico mexicano. Trópico Húmedo, 24(2). p. 163-173. 2008.

MACHADO. T.M. et al. Fatores que afetam a qualidade do pescado na pesca artesanal de municípios da costa sul de São Paulo, Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, 36(3). p. 213- 223, 2010.

MAGURRAN, A.E. Ecological diversity and its measurement. Princeton University Press, New Jersey. 1988.

MAIKHURI, R.K., GANGWAR, A.K. Ethnobiological notes on the Khasi and Garo tribes of Meghlaya, northeast India. Economic Botany. p. 345–357. 1993.

MARUYAMA, L.; CASTRO, P.M.G.; PAIVA, P. Pesca artesanal no médio e baixo Tietê, São Paulo, Brasil: aspectos estruturais e socioeconômicos. Boletim do Instituto de Pesca, 35(1): 61-81. 2009.

MEIRELES, V. de J.S. Etnobotânica e etnozoologia da comunidade pesqueira Canárias, Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba, Nordeste, Brasil. Teresina, 2012. Dissertação (Mestrado) Universidade Federal do Piauí, 2012.

MINTE-VERA, C.V. e PETRERE JR., M. Artisanal fisheries in urban reservoirs: a case study from Brazil (Billings Reservoir, São Paulo Metropolitan Region). Fisheries Management and Ecology, 7(4): 537-549. 2000.

MONTENEGRO, S.C.S.; NORDI, N.; MARQUES, J.G.W. Contexto cultural, ecológico e econômico da produção e ocupação dos espaços de pesca pelos pescadores de tipu (Macrobrachium carcinus) em um trecho do bairro São Francisco, Alagoas- Brasil. Interciência, v. 26, n. 11, p. 535 – 540, 2001.

MORI, L.A. et al. Manual de manejo do herbário fanerogâmico. Centro de pesquisa do Cacau: Ilhéus, 1989.

MOURÃO, J.S; NORDI, N. Comparações entre as taxonomias folk e científica para peixes do estuário do rio mamamguape, Paraíba, Brasil. Interciencia. asociación Interciencia, Caracas, Venezuela. Diciembre, ano/v. 27, nº 12, p.664-668.2002.

NASCIMENTO, M.G.P. Etnobotânica e Etnozoologia em Comunidades Pesqueiras de Parnaíba E Cajueiro da Praia, Piauí. Teresina, 2014. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Piauí. Pg: 157. 2014.

NETTO, R. de F.; NUNES, A.G.A.; ALBINO, J. A pesca realizada na comunidade de pescadores artesanais de Santa Cruz/ES- Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, v. 28, nº1, p. 93- 100, 2002.

NOVAES, J.C.L.; CARVALHO, E.D.B. Recursos pesqueiros oriundos da pesca artesanal no reservatório de Jurumirim, Rio Paranapanema, Alto Paraná, Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, 35: 553-565. 2009.

NOVAES, J.L.C. A.; CARVALHO, E.D.B. Artisanal fisheries in a Brazilian hypereutrophic reservoir: Barra Bonita Reservoir, Middle Tietê River. Braz. J. Biol., vol. 71, no. 4, p. 821-832. 2011.

NOVAES, J.L.C.; FREIRE, A.E.; AMORIM, R.A.; COSTA, R.S. Diagnóstico da pesca artesanal em um reservatório do semiárido brasileiro. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, 41(1): 31 - 42, 2015.

PACHECO, C.B. Meio ambiente. Pesquisa traça perfil da pesca artesanal em comunidade de pescadores do litoral de São Paulo. 2003. Disponível em . Acesso em 22 janeiro de . 2013.

PACHECO, R.S. Aspectos da ecologia de pescadores residentes na península de Maraú – BA: pesca, uso de recursos marinhos e dieta. Brasília, 2006. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós- Graduação em Ecologia, Universidade de Brasília, Brasília, 68p. 2006.

PETRERE JR., M.; WALTER, T.; MINTE-VERA, C.V. Income evaluation of small-scale fishers in two Brazilian urban reservoir: represa Billing (SP) and Lagoa Paranoá (DF). Brazilian Journal of Biology, 66(3): 817-828. 2006.

PIEVE, S.M.N; MIURA, A.K; RAMBO, A.G. A pesca artesanal na colônia São Pedro (Z-3), Pelotas, RS. Anais... XLV Congresso da Sober “Conhecimento para Agricultura do Futuro”. Londrina-PR. 2007.

PINHEIRO, H.T.; JOYEUX, J.C. Pescarias multi- específicas na região da foz do rio doce, ES, Brasil: Características, problemas e opções para um futuro sustentável. Braz. J.Aquatic Science and Technology. , v. 11, nº 2, p. 15-23, 2007.

POSEY, D.A. Etnobiologia: teoria e prática. In: RIBEIRO, B. (Ed.). Suma etnológica brasileira- 1 Etnobiologia. pp. 15-251. Vozes/ Finep, Petrópolis. 1987.

PUPO, M.M.; SOTO, J.M.R; HANAZAKI, N. Captura incidental de tartarugas marinhas na pesca artesanal da Ilha de Santa Catarina, SC. Biotemas, v.19 (4), p. 63-72, 2006.

RODRIGUES, R.A. e MAIA, L.P. Caracterização sócio-econômica das comunidades de pescadores do município de Aquiraz-Ceará. Arquivos de Ciências do Mar, 40(1): 16-23. 2007.

SANTOS, A.C.L.; BITTENCOURT,C.F.; ARAÚJO FILHO, R.J.P.; OLIVEIRA, P.G.V. Caracterização da pesca e perfil socioeconômico do pescador que atua sobre as Pontes do Recife, PE. Boletim do Instituto da Pesca, São Paulo, 40(2): 291 – 298, 2014.

SANTOS, G.M; SANTOS, A.C.M. Sustentabilidade da pesca na Amazônia. Estudos Avançados. v.19 (54), p. 165-182. 2005.

SANTOS, K.P.P. Etnobotânica e Etnozoologia dos Pescadores Artesanais do Município de União, Teresina/ PI, Brasil. Teresina, 2013. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós - Graduação em Desenvolvimento e Meio ambiente, Universidade Federal do Piauí, Teresina, 135p. 2013.

SCHORK, G.; HERMES-SILVA, S.; BEUX, L.F.; ZANIBONI-FILHO, E.; NUÑER, A.P de O. Diagnóstico da pesca artesanal na usina hidroelétrica de Machadinho, alto Rio Uruguai – Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, 38(2): 97-108. 2012.

SILVA, M. da C.; OLIVEIRA, A.S.; NUNES, G. de Q. Caracterização socioeconômica da pesca artesanal no município de conceição do Araguaia, estado do Pará. Amazônia. Ciência e Desenvolvimento. Belém, v. 2, n. 4. p. 37-51. 2007.

SILVANO, R.A.M. Ecologia de três comunidades de pescadores do rio Piracicaba (SP). Ampinas, 1997. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós – Graduação em Ecologia. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 147p. 1997.

SOUSA, R. da. S. Etnobotânnica e Etnozoologia de Comunidades Pesqueiras da Área de Proteção Ambiental (APA) do Delta do Parnaíba, nordeste do Brasil. Teresina, 2010. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós - Graduação em Desenvolvimento e Meio ambiente, Universidade Federal do Piauí, Teresina, 175p. 2010.

SOUSA, R.S.; HANAZAKI, N; LOPES, J.B.; BARROS, R.F.M. Are Gender and Age Important in Understanding the Distribution of Local Botanical Knowledge in Fishing Communities of the Parnaíba Delta Environmental Protection Area? Ethnobotany Research & Applications, v. 10, p. 551-560, 2012.

SOUZA, M.R; BARRELA, W. Conhecimento popular sobre peixes numa comunidade caiçara da estação ecológica de Juréia-Itatins/SP. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, v. 27(2), p.123 - 130, 2001.

YANES, L; PRIMERA, C. Condiciones de trabajo y salud de los pescadores artesanales Del occidente de Venezuela. Salud de los Trabajadores, vol.14 n.2, Maracay Dec. 2006.

ZANCHETT, S.S. Memória e História: A Formação da Colônia de Pescadores Profissionais Artesanais “Z-2 RONDON PACHECO” DE COXIM-MS. Revista do curso de História/UFMS- campus de Coxim, p 63- 84. 2015.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2015.3205



 

HOLOS IN THE WORLD