PECUÁRIA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE CAÇAPAVA DO SUL/RS: ASPECTOS HISTÓRICOS, SOCIAIS E PRODUTIVOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.9865

Palavras-chave:

Agropecuária, Bioma Pampa, Pecuária de corte, Tradição

Resumo

O objetivo desse estudo é analisar os aspectos históricos, sociais e produtivos da pecuária familiar no município de Caçapava do Sul, no sul do Rio Grande do Sul, a fim de definir tipos históricos de pecuaristas familiares. Por meio do uso de método qualitativo, o principal instrumento de coleta de informações foi entrevista histórica, aplicada a 16 pecuaristas familiares, acrescido de entidades de representação, órgãos públicos e historiadores locais de Caçapava do Sul/RS. Os resultados indicam dois tipos de pecuaristas: pecuarista familiar tradicional e pecuarista familiar de transição. O primeiro tem sua origem relacionada aos primórdios da ocupação da região. O segundo resulta de mudanças no meio rural, por meio de processo de transição de atividades agrícolas para a criação pecuária. Os resultados encontrados permitem compreender a lógica produtiva e cultural desses produtores no longo dos anos. A categoria social de pecuaristas familiares tem importante participação socioeconômica no município, de modo que entender sua formação histórica é uma maneira de reconhecer a importância dessa atividade produtiva e reforçar a necessidade políticas e programas voltados para esse público.Agropecuária. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Thiago Rodrigues de Freitas, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Tecnólogo em Gestão Ambiental com Especialização em Gestão em Desenvolvimento Rural. Atualmente cursando Bacharelado em Agronomia - UERGS.

Chaiane Leal Agne, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Bacharel em Administração, Mestre e Doutora em Desenvolvimento Rural - UFRGS. Professora Adjunta em Desenvolvimento Rural na UERGS. Unidade Cachoeira do Sul -Campus Regional V

Alessandra Matte, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR

Zootecnista, Mestre e Doutora em Desenvolvimento Rural (PGDR/UFRGS). Professora adjunta na UTFPR. Santa Helena. PR. 

Referências

ABRÃO, N. S. História do município de Caçapava do Sul: lendas, folclore e turismo. Ed.2, p. 12-13-14-54-56, 1979.

ANDREATTA, T. Bovinocultura de corte no Rio Grande do Sul: um estudo a partir do perfil dos pecuaristas e organização dos estabelecimentos agrícolas. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

ANDREATTA, T.; WAQUIL, P.D.; MIGUEL, L.A. A organização dos estabelecimentos de pecuária de corte de base familiar no Rio Grande do Sul. In: WAQUIL, P. D. et al. (Org.). Pecuária familiar no Rio Grande do Sul: história diversidade social e dinâmicas de desenvolvimento. Porto Alegre: editora da UFGRS, 2016. p. 65.

BALDASSO, N. A.; RIBEIRO, C. M. (Coord.). Diagnóstico dos sistemas agrários de Caçapava do Sul. Porto Alegre: EMATER/RS, p. 92,1998.

BORBA, Marcos F. S. Desenvolvimento territorial endógeno: o caso do Alto Camaquã. In: WAQUIL, P. D. et al. (Org.). Pecuária familiar no Rio Grande do Sul: história, diversidade social e dinâmicas de desenvolvimento. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016. p. 187-214.

CARVALHO, Paulo C.F. et al. Produção Animal no Bioma Campos Sulinos. Brazilian Journal of Animal Science, João Pessoa, v. 35, n. Supl. Esp., p. 156-202, 2006.

CESAR, G. Origem da economia gaúcha (o boi e o poder). Porto Alegre: CORAG, 2005.

COTRIM, M.S. “Pecuária familiar" na região da Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul: um estudo sobre a origem a situação socioagroeconômica do pecuarista familiar no município de Canguçu RS. 2003. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

EMATER. Escritório Municipal de Caçapava do Sul. Caracterização das categorias sociais existentes no meio rural do município de Caçapava do Sul, 2011.

HERNÁNDEZ SAMPIERI, R. et al. Metodologia de pesquisa. Porto Alegre: Penso, 2013.

IBGE. Censo Agropecuário 2006. Rio de Janeiro: IBGE, 2009.

IBGE. Censo Agropecuário 2017. Rio de Janeiro: IBGE, 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Histórico do município. Disponível em < http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=430280&search=rio-grande-do-sul|cacapava-do-sul|infograficos:-historico> Acesso em 14 de abril, 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA. Variável – população residente – unidade territorial Caçapava do Sul (RS). Disponível em <https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/200#resultado> Acesso em 20 de abril, 2017.

MATTE, A. SPANEVELLO, R. M. ANDREATTA, T. Perspectivas de sucessão em propriedades de pecuária familiar no município de Dom Pedrito - RS. Holos, Natal/RN, n. 31, v. 1, 2015.

MATTE, A. SPANEVELLO, R.M. ANDREATTA, T. Reprodução social na pecuária familiar. In: WAQUIL, P. D. et al. Pecuária familiar no Rio Grande do Sul: história, diversidade social e dinâmicas de desenvolvimento. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016.

MATTE, Alessandra. Mudanças produtivas no Pampa brasileiro: impactos, vulnerabilidade e estratégias de reação. In: SUZUKI, Júlio César; LAURENT, François; ARAÚJO, Valterlei Borges. (Org.). Transições produtivas, agroecológicas e culturais no campo brasileiro. 1ed.São Paulo: FFLCH/USP, 2019, v. 1, p. 93-123.

MOREIRA, J. G.; CONTERATO, M. A.; MATTE, A. Transformações produtivas no Pampa brasileiro: influências do avanço da soja na bovinocultura de corte. Campo.Território, v. 14, p. 179-207, 2019.

NABINGER, Carlos. Manejo e produtividade das pastagens nativas do subtrópico brasileiro. In: Dall’Agnol, M.; Nabinger, C.; Rosa, L.M.; et al. (org.) Simpósio de forrageiras e pastagens, 1, 2006, Porto Alegre, Anais… Canoas: Ulbra, 2006. p. 25–76.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAÇAPAVA DO SUL. História. Disponível em < http://www.cacapava.rs.gov.br/> Acesso em 10 de agosto de 2017.

RIBEIRO, C. M. Estudo do modo de vida dos pecuaristas familiares da região da campanha do Rio Grande do Sul. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

RIBEIRO, C.M. O modo de vida dos pecuaristas familiares no Pampa brasileiro. In: WAQUIL, P. D. et al. (Org.). Pecuária familiar no Rio Grande do Sul: história diversidade social e dinâmicas de desenvolvimento. Porto Alegre: editora da UFGRS, 2016. p. 102.

RIBEIRO, C.M. Pecuária familiar na região da campanha do Rio Grande do Sul. Pecuária familiar. EMATER Rio Grande do Sul - ASCAR, serie realidade rural, v. 34. Porto Alegre. p. 42, 2003.

RIO GRANDE DO SUL. Decreto nº 48.316, de 31 de agosto de 2011. Regulamenta o Programa Estadual de Desenvolvimento da Pecuária de Corte Familiar - PECFAM, instituído pela Lei nº 13. 515, de 13 de setembro de 2010. Disponível em <http://www.al.rs.gov.br/filerepository/repLegis/arquivos/DEC%2048.316.pdf > Acesso em 08 de março, 2017.

WAQUIL, P. et al. Pecuária familiar no Rio Grande do Sul: a ressignificação de uma categoria social. In: Pecuária familiar no Rio Grande do Sul: história, diversidade social e dinâmicas de desenvolvimento. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016.

Downloads

Publicado

16/12/2020

Como Citar

Rodrigues de Freitas, T., Leal Agne, C., & Matte, A. (2020). PECUÁRIA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE CAÇAPAVA DO SUL/RS: ASPECTOS HISTÓRICOS, SOCIAIS E PRODUTIVOS. HOLOS, 6, 1–18. https://doi.org/10.15628/holos.2020.9865

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)