EFICIÊNCIA DA ÁGUA CINZA NO TEOR DE CLOROFILA EM TECIDO FOLIAR DO MILHETO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2022.10789

Palavras-chave:

Pennisetum glaucum, biomassa, água residuária

Resumo

Objetivou-se com este trabalho avaliar a eficiência da água cinza no teor de clorofila em tecido foliar do milheto (Pennisetum glaucum). O experimento foi conduzido no Departamento de Ciências Agronômicas e Florestais, na Universidade Federal Rural do Semi-Árido. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com 6 repetições e 5 tratamentos, totalizando 30 parcelas. Os tratamentos foram constituídos por água de abastecimento (AA), água cinza tratada (ACT), sendo assim distribuídos: T1: 100% AA e 0% de ACT; T2: 75% AA e 25% de ACT; T3: 50% AA e 50% de ACT; T4: 25% AA e 75% de ACT, e T5: 0% AA e 100% de ACT. Após as leituras do índice relativo de clorofila com uso do clorofilômetro, as plantas foram coletadas, e em seguida avaliou-se a relação entre o índice relativo de clorofila e o acúmulo de massa seca (massa seca de parte vegetativa, massa seca de panícula, massa seca da parte aérea). A irrigação com água cinza tratada promoveu maior teor de clorofila no tecido foliar do milheto. O acúmulo de massa seca do milheto apresenta elevada correlação com o índice relativo de clorofila, podendo-se utilizar este índice para estimar a produção de biomassa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Mychelle Karla Teixeira de Oliveira, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2007), mestrado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2009) e doutorado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2014). Atuou como pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com Pós-doutorado Júnior (PDJ), na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2016-2018). Exerceu o cargo de Professora Visitante, junto ao Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade (PPGATS), na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2018-2020). Executa pesquisas nas áreas de conhecimento de Ciências Agrárias e Ciências Ambientais, com enfoque na produção de essências florestais e horticultura geral.

ALLANA RAYRA HOLANDA SOTERO, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Graduação em Agronomia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará com Intercâmbio na University of Western Australia (2014). Mestrado em Fitotecnia, pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

RICARDO ANDRÉ RODRIGUES FILHO, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Técnico em controle ambiental pelo IFRN (2014). Possui graduação em Engenharia Agrícola e ambiental pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Foi bolsista de iniciação científica na área de engenharia de solo e água. Estagiou na Secretaria de Infraestrutura, Urbanismo e Meio Ambiente no município de Mossoró/RN. Atualmente é mestrando no programa de Manejo de Solo e Água na UFERSA.

RAFAEL OLIVEIRA BATISTA, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Professor Associado II do Departamento de Engenharia e Ciências Ambientais da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) e Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq desde 2013. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Irrigação e Drenagem da UFERSA (05/2011-04/2013). Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Manejo de Solo e Água da UFERSA (12/2011-09/2013). Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Manejo de Solo e Água da UFERSA (02/2018-10/2018). Docente Permanente do Curso de Especialização em Geoprocessamento e Georreferenciamento da UFERSA (01/2018-06/2019). Possui graduação (2002), mestrado (2004), doutorado (2007) e pós-doutorado (2010) em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Recursos Hídricos e Ambientais, atuando principalmente nos seguintes temas: engenharia de água e solo, engenharia de irrigação, poluição e avaliação de impactos ambientais, saneamento ambiental e tratamento e uso agrícola de resíduos agroindustriais, industriais e urbanos.

FRANCISCO DE ASSIS DE OLIVEIRA, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Engenheiro Agrônomo, Mestre em Irrigação e Drenagem pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Doutor em Irrigação e Drenagem pela Universidade de São Paulo/Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Professor Adjunto IV da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Atua principalmente nas seguintes áreas: fertirrigação, manejo da irrigação, salinidade, nutrição de plantas, cultivo em ambiente protegido.

Referências

Andrade, A. S., Drumond, L. C. D., Rabelo, D. M. L., Appelt, M. F., Lima, J. C. L., & Oliveira, V. M. R. (2014). Crescimento de gramíneas forrageiras fertirrigadas com água residuária de suinocultura. Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas, 8(2), 59-71.

Costa, N. R., Andreotti, M., Gameiro, R. A., Pariz, C. M., Buzetti, S., & Lopes, K. S. M. (2012). Adubação nitrogenada no consórcio de milho com duas espécies de braquiária em sistema plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 47(8), 1038-1047. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2012000800003

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. (2011). Centro Nacional de Pesquisas de Solos. Manual de métodos de análises de solos. 2.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 230p.

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. (2013). Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. Brasília, 353p.

Erthal, V. J. T., Ferreira, P. A., Pereira, O. G., & Matos, A. T. (2010). Características fisiológicas, nutricionais e rendimento de forrageiras fertigadas com água residuária de bovinocultura. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 14(5), 458-466. https://doi.org/10.1590/S1415-43662010000500002

Erying, C., Ling, Q., Yanbing, Y., Huawen, Z., Hailian, W., Bin, L.; Shuting, Y.; Runfeng., W., & Yanan, G. (2020). Variability of nitrogen use efficiency by foxtail millet cultivars at the seedling stage. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 55 (e00832). https://doi. org/10.1590/S1678-3921.pab2020.v55.00832.

Evans, T., Song, J., & Jameson, P.E. (2012). Micro-scale chlorophyll analysis and developmental expression of a cytokinin oxidase/dehydrogenase gene during leaf development and senescence. Plant Growth Regulation. 66(1), 95-99. https://doi.org/10.1007/s10725-011-9627-5

Feitosa, A. P., Lopes, H. S. S., Batista, R. O., Costa, M. S., & Moura, F. N. (2011). Avaliação do desempenho de sistema para tratamento e aproveitamento de água cinza em áreas rurais do semiárido brasileiro. Engenharia Ambiental, 8(3), 196-206.

Homem, B. G. C., Tavares, V. B., Almeida Neto, O. B., Condé, M. S., Ferreira, I. M., Silva, M. D., & Lara, M. A. S. (2016). Using swine farming wastewater for Signal grass cultivation. Semina: Ciências Agrárias, 37(4), 2539-2548. http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n4Supl1p2539

Leonardo, F. A. P., Pereira, W. E., Silva, S. M., & Costa, J. P. (2013). Teor de clorofila e índice SPAD no abacaxizeiro cv. Vitória em função da adubação nitrogenada. Revista Brasileira de Fruticultura, 35(2), 377-383. https://doi.org/10.1590/S0100-29452013000200006

Loh, C. H., Inbaraj, B. S., Liu, M. H., & Chen, B. H. (2012). Determination of Chlorophylls in Taraxacum formosanum by High-Performance Liquid Chromatography–Diode Array Detection–Mass Spectrometry and Preparation by Column Chromatography. Journal of Agricultural and Food Chemistry, 60(24), 6108-6115. https://pubs.acs.org/doi/10.1021/jf301422m

Maranhão, C. M. A., Silva, C. C. F., Bonomo, P., & Pires, A. J. V. (2009). Produção e composição químico-bromatológica de duas cultivares de bromatológica de duas cultivares de braquiária adubadas com nitrogênio e sua relação com o índice SPAD. Acta Scientiarum, 31(2), 117-122.

Melo, M. R. S., Dias, N. S., Medeiros, I. J. N., Travassos, K. D., Miranda, N. O., Gurgel, M. T., Lemos Neto, H. S., & Fernandes, C. S. (2020). Strategies for applying gray water effluent on ornamental sunflower crops. Environmental Science and Pollution Research. (2020). https://doi.org/10.1007/s11356-020-09200-6

Motomiya, A. V. A., Velente, I. M. Q., Molin, J. P., Motomiya, W. R., Biscaro, G. A., & Jordan, R. A. (2014). Índice de vegetação no algodoeiro sob diferentes doses de nitrogênio e regulador de crescimento. Semina: Ciências Agrárias, 35(1), 169-178.

Pariz, C. M., Andreotti, M., Bergamaschine, A. F., Buzetti, S., Costa, N. R., & Cavallini, M. C. (2011). Produção, composição bromatológica e índice de clorofila de braquiárias após o consórcio com milho. Archivos de Zootecnia, 60(232), 1041-1052. https://dx.doi.org/10.4321/S0004-05922011000400020

Rocha, R. N. C., Galvão, J. C. C., Teixeira, P. C., Miranda, G. V., Agnes, E. L., Pereira, P. R. G., & Leite, U. T. (2005). Relação do índice SPAD, determinado pelo clorofilômetro, com teor de nitrogênio na folha e rendimento em grãos em três genótipos de milho. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, 4(2), 161-171.

Santos, A. S., Rodrigues, M. H. B. S., Silva, G. V., Gomes, F. A. L., Silva, J. N., & Cartaxo, P. H. A. (2020). Importância do reuso de água para irrigação no Semiárido. Meio Ambiente (Brasil), 2(3), 15-20. https://meioambientebrasil.com.br/index.php/MABRA/article/view/51

Schlichting, A. F., Silva, E. M. B., Silva, M. C., Pietro-Souza, W., Silva, T. J. A., & Farias, L. N. (2015). Efficiency of portable chlorophyll meters in assessing the nutritional status of wheat plants. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 19(12), 1148-1151. https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v19n12p1148-1151

Scotter, M. J. (2011). Methods for the determination of European union-permitted added natural colours in foods: a review. Food Additives and Contaminants, 28(5), 527-596. https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/19440049.2011.555844

Silva, K. F., Menezes, F. M. N., Oliveira, M. F., Silva, N. L., Guedes, F. L., Ponpeu, R. C. F. F., & Souza, H. A. (2015). Produção, clorofila e eficiência do uso da água em milheto cultivado em solo de área degradada. Revista Brasileira de Geografia Física, 8(4), 573-584. https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/136739/1/CNPC-2015-Producao-clorofila.pdf

Xiaoyan, W., Zhiwei, Li., Wenjun, W., & Jiawei, W. (2020). Chlorophyll content for millet leaf using hyperspectral imaging and an attention-convolutional neural network. Ciência Rural, 50(3), e20190731. https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20190731

Downloads

Publicado

21/02/2022

Como Citar

Oliveira, M. K. T. de, SOTERO, A. R. H., RODRIGUES FILHO, R. A., BATISTA, R. O., & OLIVEIRA, F. D. A. D. (2022). EFICIÊNCIA DA ÁGUA CINZA NO TEOR DE CLOROFILA EM TECIDO FOLIAR DO MILHETO. HOLOS, 2, 1–14. https://doi.org/10.15628/holos.2022.10789

Edição

Seção

ARTIGOS