ESTUDO DO RESÍDUO DE CAULIM PEGMATÍTICO USADO COMO INGREDIENTE NA FORMULAÇÃO DE CIMENTO PORTLAND

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.6601

Palavras-chave:

aditivo pozolânico, cimento, resíduo de caulim.

Resumo

O cimento Portland é usado, principalmente, na indústria da construção civil que é a grande responsável pelo consumo dos recursos naturais não renováveis. A utilização de resíduos, provenientes do processamento mineral, na fabricação de cimento, além de diminuir passivos ambientais contribui com a sustentabilidade, produzindo cimentos ecoeficientes. O resíduo de caulim, proveniente das empresas situadas na Província Pegmatítica da Borborema, é uma argila constituída de caulinita (alumino silicato) e outros componentes minerais, que assemelha-se ao aditivo pozolânico utilizado na fabricação do cimento A adição de pozolana propicia ao cimento, dentre outras propriedades, maior resistência a meios agressivos como esgotos, água do mar, solos sulfurosos e agregados reativos. Os estudos com o resíduo de caulim foram realizados em escala de laboratório, através de ensaios de moagem, fluorescência de raios-X, resistência a compressão, dentre outros. Para os estudos utilizamos 30% do resíduo de caulim e 70% de uma amostra de cimento base (CP V-ARI) e posteriormente, foram comparados os resultados químicos e a resistência mecânica com períodos de cura de 1, 3, 7 e 28 dias. Os resultados mostraram que o resíduo de caulim pode, a princípio, substituir parcialmente o material pozolânico, utilizado como argila pozolânica na formulação do cimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elbert Valdiviezo Viera, Universidade Federal de Campina Grande - UFCg

Professor na Universidade Federal de Campina Grande - UFCg

Luciano Lima Gonçalves, Laboratório de Análises - Goiana /PE

Laboratório de Análises - Goiana /PE

Tamires Ataide, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Referências

Associação Brasileira de Normas técnicas (2017). Normas cimento Portland Pozolânico, Recuperado em 26 de abril, 2017 de

http://engenhariacivilfsp.files.wordpress.com/2015/04/nbr-05736-1991-cimento-portland-pozolc3a2nico.pdf, acesso: 26 de abril de 2017.

Carvalho, E.F.T. (2012). O concreto sem mistério. Ouro Preto: UFOP.

Leite, J. Y. P., Araújo, F. da S. D. de, Tavares, T. (2014). Small scale mining cluster of kaolin in Brazil. XXVII International Mineral Processing Congress, Santiago - Chile. 88-97.

Lima, J. M. (2004). Aproveitamento do resíduo do beneficiamento de caulim como matéria prima na produção de pozolanas para cimentos compostos e pozolânicos. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Pará. Belém, PA, Brasil.

Luz, A. B., e Chaves, A. P. (2000). Tecnologia do caulim: Ênfase na indústria de papel. Rio de Janeiro: CETEM/MCT.

Martins, E. A. C. (1990). Estudo comparativo entre concretos de cimento portland pozolânico fabricados com agregados graúdos convencionais e não convencionais. Dissertação de mestrado, Universidade Federal da Paraíba - Campus II Campina Grande. Campina Grande, PB, Brasil.

Sampaio, J.A, França, S.C.A, e Braga, P.F.A. (2007). Tratamento de minérios: Práticas Laboratoriais. Rio de Janeiro: CETEM/MCT.

Santos, P.S. (1992). Ciência e tecnologia de argilas. 2. Ed. Revisada e ampliada, v. 2, São Paulo: Edgard Blucher LTDA.

Silva, F. A. N. G., Luz, A. B., Sampaio, J. A., Bertolino, L. C., Scorzelli, R., Duttine, M., e Silva, F. T. da. (2009). Technological characterization of kaolin: Study of the case of the Borborema–Seridó region (Brazil). Applied Clay Science, 44, 189-193.

Soares, D.R. (2004). Contribuição à petrologia de pegmatitos mineralizados em elementos raros e elbaítas gemológicas da Província Pegmatítica da Borborema, Nordeste do Brasil. Tese de Doutorado, Universidade Federal de Pernambuco. Recife, PE, Brasil.

Sousa, L., Harima, E., & Leite, J. Y. P. (2007). Rejeito de caulim De APL de pegmatito do RN/PB – Uma fonte promissora para cerâmica branca. HOLOS, 3, 212-222. doi:http://dx.doi.org/10.15628/holos.2007.140

Vieira, A. R. (2013). Estudo sobre as reações pozolânicas de argilas calcinadas: Contributo para o desenvolvimento de geomateriais. Tese de Doutorado. Universidade de Coimbra. Coimbra, Portugal.

Downloads

Publicado

05/12/2017

Como Citar

Leandro, A. P., Viera, E. V., Gonçalves, L. L., & Ataide, T. (2017). ESTUDO DO RESÍDUO DE CAULIM PEGMATÍTICO USADO COMO INGREDIENTE NA FORMULAÇÃO DE CIMENTO PORTLAND. HOLOS, 6, 224–232. https://doi.org/10.15628/holos.2017.6601

Edição

Seção

ARTIGOS