POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES DOS AGROECOSSISTEMAS FAMILIARES DE CULTIVO DO ABACAXI EM TOUROS (RN)

Gerda Pinheiro Camelo, Gesinaldo Ataíde Candido

Resumo


A agricultura é uma das atividades fundamentais na Região do Mato Grande (RN), destacando-se o cultivo do abacaxi, especialmente no município de Touros, com uma predominância do monocultivo em agroecossistemas de base familiar, sob a condição de sequeiro, porém com a adoção de técnicas de irrigação. Este estudo identifica as potencialidades e as limitações dos agroecossistemas praticantes do referido cultivo numa perspectiva de desenvolvimento sustentável local. A pesquisa foi realizada utilizando-se o modelo Marco para a Avaliação de Sistemas de Manejo de Recursos Naturais Incorporando Indicadores de Sustentabilidade (MESMIS), em 16 agroecossistemas de base familiar. Os dados foram sistematizados, a partir de pesquisa em fonte secundária, da pesquisa de campo junto aos agricultores e da observação direta dos pesquisadores. Na percepção dos agricultores, a grande maioria dos agroecossistemas revela uniformidade quanto às potencialidades e às limitações, referentes aos recursos – solo, água, uso e conservação da terra, recursos financeiros, propriedade, qualidade de vida e organização e gestão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2012.1124



 

HOLOS IN THE WORLD