ANÁLISE DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DA MATA CILIAR EM UM TRECHO DO RIO MAXARANGUAPE – RN: UMA CONTRIBUIÇÃO À GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS DO RIO GRANDE DO NORTE - BRASIL

Autores

  • Luciana Caldeira Oliveira
  • Roberto Pereira
  • Janine Reginalda Guimarães Vieira

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2011.595

Resumo

Dentre os muitos impactos negativos gerados à natureza, um que requer especial atenção é aquele relacionado à degradação da mata ciliar e dos recursos hídricos disponíveis. Diante do exposto, este trabalho teve como objetivo fazer a identificação de agentes causadores da degradação da mata ciliar em um trecho do rio Maxaranguape – RN, nos assentamentos Novo Horizonte II e Riachão II, litoral leste do RN, a norte da capital Natal. Com base nos dados coletados podemos concluir que o principal agente degradante da mata ciliar foi a ação antrópica através da prática de cultivo nas margens do rio Maxaranguape – RN no trecho supracitado. Como consequência tem-se assoreamento do rio, contaminação por agrotóxico e afugentamento da fauna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

25/12/2011

Como Citar

Oliveira, L. C., Pereira, R., & Vieira, J. R. G. (2011). ANÁLISE DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DA MATA CILIAR EM UM TRECHO DO RIO MAXARANGUAPE – RN: UMA CONTRIBUIÇÃO À GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS DO RIO GRANDE DO NORTE - BRASIL. HOLOS, 5, 49–66. https://doi.org/10.15628/holos.2011.595

Edição

Seção

ARTIGOS