ANÁLISE E REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE E O ENSINO DE FÍSICA EXPERIMENTAL NO RIO GRANDE DO NORTE

Jacques Cousteau da Silva Borges, Ingrid Ribeiro da Rocha

Resumo


O presente trabalho traz uma discussão sobre o ensino experimental da disciplina de Física no estado do Rio Grande do Norte. A Física é, em sua essência, uma ciência experimental, embora a realidade das salas de aula brasileiras tende a demonstrar o contrario, pautando a disciplina em conceitos estanques e um formalismo matemático excessivo. Felizmente, têm-se observado uma mudança desse cenário em âmbito nacional, e verificou-se nesse trabalho se o Rio Grande do Norte acompanha essa tendência. Para isso, foram elaborados dois momentos de análise distintos. No primeiro, Verificou-se a existência da prática experimental nas escolas de ensino médio. Para esse quesito, analisaram-se as escolas com os melhores indicadores IDEB. Por fim, um questionário foi elaborado e levado aos alunos de cursos de Licenciatura em Física, em diferentes cidades do Estado. Nesse momento, a aplicação do questionário distinguiu alunos da licenciatura em Física em ingressantes, concluintes e alunos cursando alguma disciplina de Física Experimental. Por fim, os resultados foram analisados e discutidos, mostrando uma evolução do ensino no Rio Grande do Norte, e uma prática experimental crescente e motivadora

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2012.323



 

HOLOS IN THE WORLD