EFEITO DA GRANULOMETRIA E DA DOSAGEM DE AMINA NA FLOTAÇÃO DE ITABIRITOS

Autores

  • Danielle Andrade Pimentel
  • José Francisco Cabello Russo
  • Douglas Batista Mazzinghy
  • Henrique Dias Gatti Turrer

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2014.1766

Resumo

O escalonamento da etapa de flotação é sempre muito discutido na indústria mineral visto que existem diferentes variáveis que interferem na recuperação em massa e metalúrgica dos materiais concentrados através desta operação unitária. Normalmente são testadas em escala de bancada diversas condições de operação como granulometria, dosagem de reagentes, aeração e pH. Neste trabalho foram realizados vários ensaios de flotação com o objetivo de investigar o efeito da granulometria de alimentação e da dosagem de amina na flotação do itabirito compacto do Projeto Minas-Rio, de propriedade da Anglo American. Os trabalhos foram conduzidos utilizando uma amostra composta de testemunhos de sondagem, incluindo preparação, análise granuloquimica, moagem, estudo de liberação, deslamagem e testes cinéticos de flotação rougher. Foram traçadas curvas de recuperação por tempo e através destas foram determinadas as constantes cinéticas de flotação. Os resultados indicaram que para P80 de 45µm é requerido um tempo prolongado de moagem, há elevada perda de material para a lama, baixo rendimento metalúrgico (entre 33,1% e 57,6%) e o teor de ferro no concentrado não satisfatório (entre 7,3% e 16,4%). Nos testes com P80 de 75 e 100µm, ocorreu boa recuperação de ferro considerando tempos de moagem de 20 minutos para P80 de 100µm e 40 minutos para P80 de 75µm.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BALTAR, C. A. M.. Flotação no Tratamento de Minérios. Recife: Departamento de Engenharia de Minas – UFPE, 213p. 2008.

FUERSTENAU, M. C., SOMASUNDARAN, P. Flotation. In: FUERSTENAU, M. C. E. Han, K. N. (Ed.). Principles of mineral processing, SME, p.245-306, 2003.

HOUOT, R. Beneficiation of iron ore by flotation - Review of industrial and potential applications, International Journal of Mineral Processing, Volume 10, Issue 3, p.183-204, 1983.

LOPES, GILMARA MENDONÇA E LIMA, ROSA MALENA FERNANDES. Flotação direta de minério de ferro com oleato de sódio. Rem: Revista Escola de Minas , vol.62, n.3, pp. 323-329, 2009.

MAPA, P. S. Rota de processo para o underflow da deslamagem de minério de ferro do concentrador da Samarco Mineração. Dissertação de Mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Minas. Escola de Engenharia da UFMG, Belo Horizonte – Minas Gerais, 172 p., 2006.

PERES, A. E. C. e ARAUJO, A. C.. A flotação como Operação Unitária no Tratamento de Minérios. In: CHAVES, Arthur Pinto (Organizador). Teoria e Prática do Tratamento de Minérios: Flotação – O Estado da Arte no Brasil. São Paulo: Signus Editora, pp.01-29, 2006.

RIBEIRO, Farley Santos; RUSSO, José Francisco Cabello e COSTA, Thiago. Aplicação de prensas de rolos em minério de ferro. Rem: Rev. Esc. Minas, vol.63, n.2, pp. 399-404, 2010.

WILLS, B.A., NAPIER-MUNN, T. J.. Mineral Processing technology: An Introduction to the Practical Aspects of Ore Treatment and Mineral Recovery. Oxford: Butterworth-Heinemann, pp.267 – 352, 2007.

Downloads

Publicado

14/08/2014

Como Citar

Pimentel, D. A., Russo, J. F. C., Mazzinghy, D. B., & Turrer, H. D. G. (2014). EFEITO DA GRANULOMETRIA E DA DOSAGEM DE AMINA NA FLOTAÇÃO DE ITABIRITOS. HOLOS, 4, 118–125. https://doi.org/10.15628/holos.2014.1766

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)