VIABILIZAÇÃO DE REJEITOS DE VIDRO PARA PRODUÇÃO DE TIJOLOS CERÂMICOS

Autores

  • Álvaro César Pontes Galvão Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Aline Cristina Mendes Farias Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Luiz Guilherme Meira Souza Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2013.1555

Resumo

Atualmente são consumidos grandes quantidades de materiais para a construção de moradias populares. Baseado nesta situação, este trabalho se dedica na produção de blocos cerâmicos com o rejeito de vidro moído (resultante da lapidação em vidrarias). Foram feitos corpos-de-prova cilíndricos compostos por cimento, areia, gesso, cal e vidro moído. O resíduo de vidro passou por processo de peneiramento, obtendo-se um pó mais fino (160 µm), facilitando a mistura entre os elementos constituintes do bloco cerâmico, ou compósito. Uma utilização prática do compósito seria a produção de um bloco construtivo mais leve, com maior resistência térmica e mais barato que os fabricados por materiais convencionais. A partir da caracterização destes blocos cerâmicos, obtidos com o rejeito de vidro, foi possível identificar as condições de conforto térmico e de resistência mecânica. É importante considerar que a utilização do pó de vidro na fabricação de blocos implica na redução do rejeito do vidro lapidado, o qual provavelmente seria descartado no meio ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Álvaro César Pontes Galvão, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

engenheiro mecânico/UFRN Mestrando do PPGEM - Programa de Pós-Graduação e Engenharia Mecânica e integrante do LMF - Laboratório de Mecânica dos Fluidos. Atualmente realiza pesquisa na área de isolação térmica e aproveitamento de resíduos.

Aline Cristina Mendes Farias, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

engenheira de materiais/UFRN Mestre em engenharia mecânica, doutoranda do PPGEM - Programa de Pós-Graduação e Engenharia Mecânica e integrante da base de pesquisa Grupo de Estudos de Tribologia e Integridade Estrutural da UFRN. Realização de pesquisas na área de tribologia e biodiesel.

Luiz Guilherme Meira Souza, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professor do departamento de engenharia mecânica e do PPGEM/UFRN. É mestre em engenharia mecânica e doutor em ciência e engenharia dos materiais. Atualmente atua como coordenador do PPGEM e do Laboratório de Máquinas Hidráulicas e Energia Solar.

Referências

ANGULO, S.C.; ZORDAN, S.E.; JOHN, V. M. Desenvolvimento sustentável e a reciclagem de resíduos na construção civil. IV Seminário Desenvolvimento Sustentável e a Reciclagem na construção civil - materiais reciclados e suas aplicações. CT206 - IBRACON. São Paulo – SP, 2001. Disponível em <http://www.reciclagem.pcc.usp.br/ftp/artigo%20IV_CT206.pdf>. Acesso em: 07 de janeiro de 2013.

CEMPRE. Vidros – O mercado para reciclagem. Compromisso Empresarial para Reciclagem. Disponível em <http://www.cempre.org.br/ft_vidros.php>. Acesso em: janeiro de 2013.

COUTINHO, S. J. Betões eco-eficientes com resíduos. 1 Jornada de materiais na construção. pp. 171-214, 2011.

LUZ, A.P.I.; RIBEIRO, S. Uso de pó de vidro como fundente para produção de grês porcelanato. Revista Matéria, Rio de Janeiro, RJ, v. 13, n. 1, pp. 96 – 103, 2008.

RECICLAR PARA CONSTRUIR. [On-line]. Disponível em <http://www.reciclagem.pcc.usp.br/artigos.htm>. Acesso em: setembro de 2012 Referente parágrafo da introdução.

SANTOS, W.J. – Caracterização de vidros planos transparentes comerciais. Scientia Plena 5, N°2, 2009, PP. 1-4.

SCARINCI, G.; BRUSATIN, G.; BARBIERI, L.; CORRADI, A.; LANCELLOTTI, I.; COLOMBO, P.; HREGLICH, S.; DALL´IGNA, R. Vitrification of industrial and natural wastes with production of glass fibres. Journal of the European Ceramic Society, v. 20, p. 2485-2490, 2000.

Downloads

Publicado

22/09/2013

Como Citar

Galvão, Álvaro C. P., Farias, A. C. M., & Souza, L. G. M. (2013). VIABILIZAÇÃO DE REJEITOS DE VIDRO PARA PRODUÇÃO DE TIJOLOS CERÂMICOS. HOLOS, 4, 59–65. https://doi.org/10.15628/holos.2013.1555

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)