PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE DIFERENTES ATORES SOCIAIS SOBRE O LAGO DO ABREU EM FORMOSA ? GO

Autores

  • Rodrigo Capelle Suess Universidade de Goiás - Unidade universitária de Formosa (GO)
  • Rafael Gonçalves Bezerra Instituto Federal de Goiás - Câmpus Formosa. Bolsista do PIBID/Capes.
  • Hugo de Carvalho Sobrinho Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universtária de Formosa

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2013.1287

Resumo

Pesquisas sobre percepção ambiental são importantes para investigação de conhecimentos, valores, opiniões, atitudes e expectativas que as pessoas têm em relação ao seu local de moradia, visto que cada ser humano percebe, reage e responde de maneira diferente ao ambiente em que vive. Neste sentido, o presente trabalho teve por objetivo analisar a percepção ambiental dos diferentes atores sociais sobre o Lago do Abreu em Formosa-GO. Para isso, foram realizadas entrevistas semiestruturadas tanto com moradores quanto com frequentadores do local, além de registros fotográficos e observações realizadas no local de estudo. Os principais problemas expostos pelos entrevistados foram descuido e descaso com a paisagem, com a infraestrutura, com a segurança, com o meio ambiente e com a limpeza. Estes problemas foram constantemente atribuídos ao Poder Público como o principal gerador. Nessa perspectiva, espera-se que o poder público e os moradores assumam o compromisso de zelar por esta importante área cultural arraigada de sinais de sua identidade, localizada no município de Formosa-GO.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rodrigo Capelle Suess, Universidade de Goiás - Unidade universitária de Formosa (GO)

Atualmente é bolsista do ProExt UEG/MEC "Reflexão-Ação-Reflexão Docente no Resgate e Valorização da Identidade Camponesa". Foi estagiário em Recursos Hídricos da Embrapa Cerrados (CPAC). Graduando do 3º ano/ 5º semestre em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás. Linhas de pesquisa de interesse: Recursos hídricos e Irrigação de precisão; Recursos hídricos em meio urbano na cidade de Formosa - GO; Novas Oleaginosas como Fonte de Matéria Prima para Produção de Biodiesel; Concepções e Percepção do alunos de ensino médio sobre o vírus e sobre a doença HIV/AIDS no município de Formosa - GO; Estudo do Lugar na concepção geográfica humanística; Percepção Ambiental no município de Formosa; utilização e concepção do lúdico na prática pedagógica como uma importante ferramenta na metodologia do ensino e aprendizagem; Escola e espaço, novas perspectivas educacionais.

Referências

ADDISON, E. E. A percepção ambiental da população do município de Florianópolis em relação à cidade. 2003. 152 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) -Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

BAY, A. M. C.; SILVA, V. P. Percepção ambiental de moradores do bairro de Liberdade de Parnamirim/RN sobre esgotamento sanitário. Holos, v. 27, n. 3, p. 97-112, 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 1988.

__________. Ministério da Integração Nacional. Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento. Plano Diretor do Município de Formosa - GO. (2003). 188 p. Disponível em: . Acesso em: 06 nov. 2012.

BARROS, J. L. A percepção ambiental dos quilombolas kalunga do engenho e do vão de almas acerca do clima e do uso da água. Ateliê Geográfico, v. 6, n. 4, p. 216-236, 2012.

BOGÉA, N. B. e et al. Análise da Infraestrutura da Lagoa da Ana Jansen em São Luís do Maranhão: um estudo a partir da visão dos seus frequentadores. In: Reunião Anual da SBPC, 63, 2011, Goiânia. Anais. São Paulo: SBPC, 2011.

CARLOS, A. F. A. O Espaço Urbano: Novos Escritos sobre a Cidade. São Paulo: Labur Edições, 2007, 123p.

CARVALHO SOBRINHO, G. M. Percepção ambiental do Lago do Vovô e da Lagoa dos Santos. 2011. 53 p. Monografia (Graduação em Geografia) – Unidade Universitária de Formosa, Universidade Estadual de Goiás, Formosa, GO, 2011.

CLAVAL, P. A. As abordagens da Geografia Cultural. In: CASTRO, I. E. (Org.). Explorações Geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997.

CORRÊA, R. L. O espaço urbano. São Paulo: Editora Ática S.A., 1989, 94 p.

COSTA, V. A.; RAMIRES, J. C. de L. Percepção ambiental dos moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida quanto à poluição da lagoa em Pirapora-MG. Caminhos da Geografia, v. 13, n. 44, p. 35-42, 2012.

FAGGIONATO, S. Percepção ambiental. Disponível em: <http://www.cdcc.usp.br/bio/mat_percepcaoamb.htm>. Acesso em 19 ago. 2013.

FERNANDES, R. S.; PELISSARI, V.B. Como os jovens percebem as questões ambientais. Revista Aprender, v. 13, n. 4, p. 10-15, 2003.

FERREIRA, C. R. T. Avaliação da degradação urbana através da percepção ambiental: O caso do alto da bacia do limoeiro, Presidente Prudente, SP. 2001. 102 f. Dissertação (Mestrado em Geociências) - Universidade de Presidente Prudente, Presidente Prudente, 2001.

FORMOSA. Decreto N.° 1977, de 20 de dezembro de 2010. Declara de utilidade pública, para fins de desapropriação, a área de terreno que menciona e dá outras providências. Formosa, GO: 2010.

GEHRKE, A. E. B.; RUGE, D.; FEDRIZZI, B. Percepção ambiental dos frequentadores da orla do lago Guaíba na cidade de Porto Alegre - RS. In: Encontro Nacional sobre Edificações e Comunidades Sustentáveis, 6.,Encontro Latino-Americano sobre edificações e comunidades Sustentáveis, 4. 2011, Vitória-ES. Anais. Vitória-ES: UFES, 2011.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999, 200 p.

HAHHAD, S.; XIMENES, S. A educação de pessoas jovens e adultas e a nova LDB: um olhar passados dez anos. In: BRZEZINSKI, Iria (Org.) LDB dez anos depois: Reinterpretação sob diversos olhares. São Paulo: Cortez, 2008. 309 p.

HARVEY, D. A justiça social e a cidade. São Paulo: Hucitec, 1980,291 p.

HOLZER, W. O Lugar na Geografia Humanista. Território, v. 4, n.7, p. 67-78, 1999.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE (2011). Operação censitária. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/guia_do_censo_2010_operacao.php>. Acesso em 18 dez. 2012.

LERMEN, H. S. Percepção ambiental dos moradores vila Parque Santa Anita – Porto Alegre. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso - Especialização em Saúde Pública. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2008.

MANSANO, C. N.; SARRÃO, A.; SARRÃO C. Percepção da paisagem de alguns frequentadores do Parque do Ingá na cidade de Maringá-PR. In: Simpósio de Estudos Urbanos, 1, 2011, Campo Mourão. Anais. Campo Mourão: Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão, 2011.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2011, 315 p.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Vozes, 2007. 108 p.

MOREIRA, R. O Pensamento Geográfico Brasileiro: as matrizes da renovação. São Paulo: Contexto, 2009, 173 p.

__________. O que é Geografia. São Paulo: Brasiliense, 1985, 113 p.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO - PNUD (2013). Ranking IDHM Municípios 2010. Disponível em: <http://www.pnud.org.br/atlas/ranking/Ranking-IDHM-Municipios-2010.aspx>. Acesso em: 18 ago. 2013.

SÁ, C. P. A construção do objeto de pesquisa em representações sociais. Rio de Janeiro: Eduerj, 1998. 106 p.

SANTOS, M. A natureza do espaço: Técnica e Tempo. Razão e Emoção. São Paulo: Edusp, 2012a. 384 p.

__________. Metamorfoses do Espaço Habitado: Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Geografia. São Paulo: Edusp, 2012b. 132 p.

SILVA, A. S. Espaço urbano, desigualdade e indicadores de dimensões de sustentabilidade: análise de Formosa-GO. 2011. 277 f. Tese (Doutorado em Geografia), Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Presidente Prudente, 2011.

SILVA, A. S. e et al. Percepção Ambiental De Frequentadores E Estudo Dos Impactos Do Parque Ecológico Laguna da Jansen, Município De São Luís, MA. In: Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, 3, 2012, Goiânia. Anais. Bauru-SP: IBEAS – Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais, 2012.

SILVA FILHO, L. V. Qualidade e percepção ambiental: estudos de caso da Hidrográfica do Rio Passauna. 2010. 218 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental), Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2010.

TUAN, Yi-Fu. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980, 288 p.

TEXEIRA, R. A. Formosa: Portal do Nordeste Goiano ou polo regional do entorno de Brasília?. 2005, 167 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás. Goiânia, 2005.

UNESCO. Rapport Final du groupe d´experts sur le project 13: La perception de la quilité du milieu dans le Programme sur I´homme et la biosphère (MAB). Paris: Unesco, 1073, 79p.

VASCONCELOS, F. A. L. Análise comparativa da percepção ambiental e conhecimento de alunos da rede pública e particular da Região Metropolitana do Grande Recife acerca do tema “Ambientes Recifais”. 2005. 70 f. Monografia (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2005.

WAGNER, P. L.; MIKASELL, M. W. Os temas de geografia cultural. In: CORRÊA, l. C.; R. L. (Org.); ROSENDAHL. Z (Org.). Introdução à geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand, 2003, 224 p.

WHYTE, A. V. T. La perception de l’environment: lignes directrices méthodologiques pour les études sur le terrain. UNESCO Paris, França, 1978. 134 p.

Downloads

Publicado

25/12/2013

Como Citar

Suess, R. C., Bezerra, R. G., & Sobrinho, H. de C. (2013). PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE DIFERENTES ATORES SOCIAIS SOBRE O LAGO DO ABREU EM FORMOSA ? GO. HOLOS, 6, 241–258. https://doi.org/10.15628/holos.2013.1287

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)