INFLUÊNCIA DA CARCINICULTURA SOBRE A SALINIZAÇÃO DO SOLO EM ÁREAS DO MUNICÍPIO DE GUAMARÉ/RN.

Douglisnilson de Moraes Ferreira, Jailson Vieira de Melo, Leão Xavier da Costa Neto

Resumo


O município de Guamaré está localizado no litoral norte do Rio Grande do Norte, na microrregião de Macau, com uma área territorial de 259 km2 e população de aproximadamente 9700 habitantes (IBGE, 2006). Apresenta acentuada instabilidade morfológica ocasionada, principalmente, pela influência de atividades antrópicas como a carcinicultura e salineira. Essas atividades vêm gerando hipersalinidade residual do solo e da água, fator pelo qual, atualmente, praticamente toda a água dos mananciais da cidade está imprópria para o consumo humano. Vale ressaltar que, essa água, durante muitas décadas, era utilizada pelos moradores da região para a agricultura, pecuária, consumo humano e áreas afins. Além disso, algumas das áreas do município, antes utilizadas em atividades agrícolas, vêm se tornando desertas com elevada mortalidade de árvores de grande porte. A região em estudo tem características de estuário, porém com pequena influência de água doce durante o período chuvoso. Em 2007 foram iniciados estudos para avaliação dos índices de sais existentes nos mananciais da região. Foram selecionados 18 pontos de amostragem coletados de poços, cacimbas, rio (Miassaba), salina e viveiro de camarão e as análises foram executadas pelo Núcleo de Análises de Águas, Alimentos e Efluentes do CEFET/RN.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2008.171



 

HOLOS IN THE WORLD