UMA PROPOSIÇÃO METODOLÓGICA PARA COMPREENDER A EXPERIMENTAÇÃO EM CIÊNCIAS NA EAD

Autores

  • Valmir Heckler Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Cezar Soares Motta FURG
  • Aline Machado Dorneles FURG
  • Maria do Carmo Galiazzi FURG

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2014.2047

Resumo

Apresentamos neste artigo uma proposição metodológica com o objetivo de compreender o fenômeno da experimentação em Ciências na modalidade a Distância. Para tal, desenvolvemos inicialmente a disciplina Experimentação em Ciências EaD no Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências - PPGEC da Universidade Federal do Rio Grande – FURG. Esta envolveu professores com formações nas Licenciaturas em Química, Biologia e Física que atuam em diferentes níveis de ensino. Assumimos a pesquisa qualitativa de cunho fenomenológico hermenêutico e propomos a análise de dados pela Análise Textual Discursiva – ATD. Sistematizamos em unidades de significados, interlocuções teóricas e evidências empíricas a partir dos registros expressos no ambiente virtual da disciplina. Significamos a disciplina como espaçotempo de pesquisa-formação online de um coletivo de professores que buscam simultaneamente, compreender e atuar com a experimentação em Ciências. Expomos o complexificar dos argumentos, pela escrita recursiva, em torno do fenômeno investigado com base na linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Valmir Heckler, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Professor da área do Ensino de Física do Instituto de Matemática, Estatística e Física da FURG

Cezar Soares Motta, FURG

Pós-graduando do Programa de Educação em Ciências - PPGEC/FURG.

Aline Machado Dorneles, FURG

Docente da FURG, Pós-graduanda do Programa Educação em Ciências - PPGEC/FURG

Maria do Carmo Galiazzi, FURG

Docente e Pesquisadora do Programa de Pós-graduação Educação em Ciências - PPGEC/FURG.

Referências

ALVES, N. Cultura e cotidiano escolar. Revista Brasileira de Educação, n..23, Rio de Janeiro, maio/jun./jul./ago. 2003.

BICUDO, M. A. V. Pesquisa Qualitativa segundo a visão fenomenológica. São Paulo: Cortez, 2011.

DINIZ-PEREIRA, J. E.O ovo ou a galinha: a crise da profissão docente e a aparente falta de perspectiva para a educação brasileira. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v.92, n.230, 2011.

___; LACERDA, M. P. Possíveis Significados da Pesquisa na Prática Docente: Ideias para fomentar o debate. Revista Educação e Sociedade. Campinas, v.30, n.109, Campinas, set./dez 2009.

GALIAZZI, M. C. Educar pela Pesquisa: ambiente de formação de professores de Ciências. Ijuí: Unijuí, 2011.

LEONTIEV, A. N. Uma Contribuição à Teoria do Desenvolvimento da Psique Infantil. In: VIGOTSKI, Lev Semenovich et al. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. 12.ed. São Paulo: Ícone, 2012.

MARQUES, M. O. Escrever é preciso: o princípio da pesquisa. 5.ed. Ijuí: Unijuí, 2008.

MERCER, N. As perspectivas socioculturais e o estudo do discurso em sala de aula.In: COLL, César; EDWARDS, Derek. Ensino, aprendizagem e discurso em sala de aula: aproximações ao estudo do discurso educacional. Porto Alegre: Artmed, 1998.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Unijuí, 2011.

MORAES, R. Aprender Ciências: reconstruindo e ampliando saberes. In: GALIAZZI, Maria do Carmo et al. (Orgs.). Construção Curricular em Rede na Educação em Ciências. Ijuí: Unijuí, 2007.

SEaD/FURG. Adobe Conecct: Webconferência da Aula de Experimentação. Disponível em: <http://videoconferencia.uab.furg.br/experimentacao/>. Acesso 04 set. 2011.

SILVA, M. (Org.). Formação de professores para a docência online. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

___. O fundamento comunicacional da avaliação da aprendizagem na sala de aula online. In.: SILVA, Marco; SANTOS, Edméa (Orgs.). Avaliação da Aprendizagem em Educação Online. São Paulo: Loyola, 2006.

___; SANTOS, E. Avaliação da aprendizagem em educação online. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

UNIVERSITY Colorado at Boulder. Efeito Estufa. Disponível em: <http://phet.colorado.edu/pt_BR/simulation/greenhouse>. Acesso 04 set. 2011.

VÍDEO Estufa Solar e a secagem de Grãos. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=QlR9S_7sJ80>. Acesso em 04 set. 2011.

VIGOTSKI, L. S. e. al. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. 12.ed. São Paulo: Ícone, 2012.

___ Pensamento e Linguagem. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

WELLS, G. Da Advinhação à Previsão: discurso progressivo no ensino e na aprendizagem de Ciências. In: COLL, César; EDWARDS, Derek. Ensino, aprendizagem e discurso em sala de aula: aproximações ao estudo do discurso educacional. Porto Alegre: Artmed, 1998.

___. Indagación Dialógica: Hacia una teoría y una práctica socioculturales de la educación. Buenos Aires: Editorial Paidós, 2001.

___. The Meaning Makers: Learning to Talk and Talking to Learn. 2.ed. U.K: Bristol, 2009.

___. Dialogic inquiry: towards a sociocultural practice and theory of education. New York: Cambridge University Press, 1999.

Downloads

Publicado

2015-02-02

Como Citar

Heckler, V., Motta, C. S., Dorneles, A. M., & Galiazzi, M. do C. (2015). UMA PROPOSIÇÃO METODOLÓGICA PARA COMPREENDER A EXPERIMENTAÇÃO EM CIÊNCIAS NA EAD. HOLOS, 6, 225–240. https://doi.org/10.15628/holos.2014.2047

Edição

Seção

ARTIGOS