ANÁLISE DE DIFERENTES VISCOSIDADES A PARTIR DA APLICAÇÃO DO AQUECIMENTO GERAL INDIRETO COMO MÉTODO DE RECUPERAÇÃO EM RESERVATÓRIOS PETROLÍFEROS

Elthon John Rodrigues Medeiros, Raimundo Nonato de Medeiros Júnior, Janusa Soares de Araújo, Jennys Lourde Meneses Barillas, Tarcílio Viana Dutra Junior, Wilson da Mata

Resumo


Cada barril de petróleo é relevante e até os campos produtores de difícil acesso têm importância. O petróleo viscoso e os baixos níveis de pressão nos reservatórios rasos dificultam a recuperação. O principal método de recuperação aplicado a esse tipo de petróleo é a injeção de vapor. O Aquecimento Geral Indireto - AGI (Blanket Heating) é uma técnica que utiliza a injeção de vapor através de canalizações horizontais. O fluido aquecido funciona como um trocador de calor, transferindo indiretamente o calor do vapor ao óleo, reduzindo a sua viscosidade. Para testar esse método e compará-lo ao tradicional processo de injeção contínua de vapor foi utilizado o simulador comercial STARS da CMG. Estudou-se a eficiência do método em relação à variação nos parâmetros de reservatório. Os resultados mostraram que a recuperação pode ser maximizada proporcionalmente ao aumento no número de canalizações e da sua temperatura. A produção acumulada de óleo diminuiu quando as canalizações foram afastadas entre si, ou dos poços produtores. O AGI não produziu emissões consideráveis de vapor à superfície, confirmando a redução na água produzida. Houve diferença significativa entre as recuperações primárias de modelos com viscosidades distintas, quando aplicado nesses mesmos modelos o processo AGI, sobretudo entre óleos de 300 e 10000 cP.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2011.736



 

HOLOS IN THE WORLD