A PEGADA DE CARBONO DA UNIDADE SEDE DA PETROBRAS EM NATAL-RN

Ricardo Teixeira Gregório Andrade, Karen Maria Mattos, Karen Maria Mattos

Resumo


Face ao contexto contemporâneo das alterações climáticas, os setores industriais e empresariais têm buscado medidas para minimizar os impactos das suas emissões de Gases Efeito Estufa. Contudo, a maioria das ações de Responsabilidade SocioAmbiental Empresarial quanto à temática referem-se apenas às emissões diretas dos principais processos produtivos empresariais, sem considerar as emissões upstream e downstream, que originam a maior parte das emissões derivadas da existência de uma empresa. A consideração das emissões de todo o ciclo de vida produtivo de produtos e processos, desde a extração da matéria-prima até a distribuição do produto final e descarte, constitui a Pegada de Carbono. O objetivo desse estudo foi a mensuração, e estudo de formas de minoração, de parte da Pegada de Carbono da Unidade Sede da Petrobras em Natal-RN. Trata-se de um levantamento, em que os dados foram submetidos à metodologia apropriada e laborados com uso do software GEMIS 4.6. Os itens avaliados foram os veículos automotivos (emissões diretas), energia elétrica, papel e copos plásticos descartáveis (emissões indiretas), totalizando emissões de 3.811,94 tCO2eq em 2009. Dado o porte da Petrobras, sua atenção quanto à redução de sua Pegada de Carbono serve de exemplo a outras empresas, instruindo lições de gestão e melhores práticas ambientais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2011.512



 

HOLOS IN THE WORLD