ESTUDO DO MERCADO DE TRABALHO PARA TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO NO SETOR DE INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA: ANÁLISE DA DEMANDA PARA O CURSO TÉCNICO DE ESTRADAS OFERTADO PELO IFRN

Alexandre Da Costa Pereira

Resumo


Este estudo possui como premissa fundamental a questão da necessidade do adequado conhecimento do mercado de trabalho do setor de infraestrutura rodoviária, relacionado à retomada da oferta formativa de técnicos de nível médio, pelo Instituto, para fazer frente à demanda por mão de obra para o setor de infraestrutura de transportes, em especial para o projeto, realização e manutenção de obras rodoviárias, implicando na busca por parâmetros advindos do mundo do trabalho para subsidiar processos de planejamento de cursos, adequação e dimensionamento da oferta formativa de programas de formação profissionalizante direcionados ao setor rodoviário, objetivando a melhor avaliação das características do mercado de trabalho e demandas por postos de trabalho para técnicos de nível médio no setor rodoviário, buscando, ainda, argumentos e parâmetros para a adequada justificação em relação à oferta pelo IFRN de cursos técnicos na área da infraestrutura rodoviária, em especial o Curso Técnico de Estradas. O trabalho foi desenvolvido mediante a técnica da entrevista, com a utilização de formulário para a orientação dos questionamentos a profissionais pertencentes aos quadros de empresas do setor da infraestrutura rodoviária, com amostragem definida para abranger empresas de diferentes portes e atividades, tendo sido os questionários aplicados pelo aluno bolsista de iniciação científica, sendo a amostra da pesquisa foi composta por 19 (dezenove) empresas da área da construção rodoviária, com distintos anos de atuação no mercado a da infraestrutura rodoviária e à quantidade de empregados. Em síntese, constatou-se nas respostas obtidas na pesquisa que é considerada como amplamente majoritária a posição de que foi acertada a opção do IFRN em ofertar o curso de Técnico de Estradas.

Texto completo:

PDF

Referências


DIEESE. Metodologia para a realização de diagnósticos de mercado de trabalho com a participação dos atores sociais / Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos. São Paulo, 2006. 84p. [ISBN 85-87326-26-0]

DIEESE. A situação do trabalho no Brasil. São Paulo: DIEESE, 2001.

_________. Lei nº 11.892, de 29/12/2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e dá outras providências. Brasília/DF: 2008.

_________. Decreto Nº 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Brasília/DF: 2004.

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Estradas. Belo Horizonte: CEFET-MG, 2006.

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE. Projeto de reestruturação curricular. Natal: CEFET-RN, 1999.

_________. Projeto político-pedagógico do CEFET-RN: um documento em construção. Natal: CEFET-RN, 2005.

_________. Resolução CNE/CEB nº 01/2004. Estabelece Diretrizes Nacionais para a organização e a realização de Estágio de alunos da Educação profissional e do Ensino Médio, inclusive nas modalidades de Educação Especial e educação de Jovens e Adultos. Brasília/DF: 2004.

_________. Resolução CNE/CEB nº 01/2005. Atualiza as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo

Conselho Nacional de Educação para o Ensino Médio e para a Educação Profissional Técnica de nível médio às disposições do Decreto nº 5.154/2004. Brasília/DF: 2005.

_________. Parecer CNE/CEB nº 39/2004. Trata da aplicação do Decreto nº 5.154/2004 na Educação Profissional Técnica de Nível Médio e no Ensino Médio. Brasília/DF: 2004.

_________. Parecer CNE/CEB nº. 11/2008. Trata da proposta de instituição do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Brasília/DF: 2008.

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (IFRN). Projeto político-pedagógico do IFRN: uma construção coletiva. Natal/RN: IFRN, 2011.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2016.2191



 

HOLOS IN THE WORLD