A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA POTIGUAR FRENTE À CRISE ECONOMICA DE 2008: UM ESTUDO DE CASO MÚLTIPLO

Raissa Costa da Silva, Lúcia de Fátima Lúcio Gomes da Costa

Resumo


O presente trabalho visa compreender em que aspectos a crise econômica que eclodiu no mundo em 2008 influenciou a competitividade das indústrias do Rio Grande do Norte. Para isso, foi feito um estudo de caso múltiplo, com a técnica de análise de conteúdo no qual foram entrevistadas quatro empresas industriais instaladas no estado, que foram escolhidas de acordo com a importância econômica para o estado; sendo feita toda a análise da convergência teórica com os fatos que ocorreram em cada empresa estudada, nos períodos pré-crise e pós-crise em relação às estratégias macro e microeconômicas da empresa e aos principais impactos diretos da crise sobre elas. Como resultado, foi obtido que a crise influenciou a competitividade das indústrias em alguns termos, como na área da tributação e na obtenção de insumos; mas em outros pontos, como a logística, a empresa depende de medidas governamentais para que as indústrias do estado sejam mais competitivas.

Palavras-chave


Indústria; Estratégias; Competitividade; Crise

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

______. NBR 10520: informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, 2002.

______. NBR 14724: informação e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. Rio de Janeiro, 2011.

______. NBR 6024: informação e documentação: numeração progressiva das seções de um documento escrito: apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

______. NBR 6027: informação e documentação: sumário: apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

______. NBR 6028: informação e documentação: resumo: apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

______. NBR 6033: ordem alfabética. Rio de Janeiro, 1989.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2009.

BRASIL. Constituição (1988). Art. 153, de 05 de outubro de 1988. Compete à União instituir impostos sobre. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: 06 set. 2013..

ECLESIASTES. Livro do Eclesiastes. In: Bíblia sagrada. São Paulo: Sociedade Trinitariana do Brasil, 1995.1374 p.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO RIO GRANDE DO NORTE. Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio Grande do Norte – PROADI. Disponível em . Acesso em: 03 set. 2013.

GUIMARÃES, Ariane Costa. A política fiscal no Brasil para enfrentamento da crise econômica global no biênio 2008-2009. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CARREIRAS JURÍDICAS DE ESTADO, 2., 2010, Brasilia. Anais... . Brasilia: Comitê Executivo do II Congresso Brasileiro de Carreiras Jurídicas de Estado, 2010. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2013.

INFRAESTRUTURA. In: EDITORA MELHORAMENTOS (São Paulo) (Ed.). Dicionário Michaelis. 2009. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2013.

KRUGMAN, Paul R. A crise de 2008 e a economia da depressão. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

LIMA JUNIOR, Orlando Fontes. Tendências para a logística no século XXI. 2005. LALT - Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2013.

MENDES, Judas Tadeu Grassi. Economia: fundamentos e aplicações. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2004. 309 p. il. ISBN 978-85-87918-80-2.

PASSOS, Carlos Roberto Martins; NOGAMI, Otto. Princípios de economia. 4. ed. rev. e ampl. São Paulo: Pioneira, 2003. 632 p.

PASTORE, Afonso Celso; GAZZANO, Marcelo; PINOTTI, Maria Cristina. Porque a produção industrial não cresce desde 2010? Revista Economia Brasil e Governo, São Paulo, v. , n., 27 ago. 2012. S.n.. Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2013..

POCHMANN, Márcio. A crise internacional e seus efeitos no Brasil. In: BISPO, Carlos Roberto; et al (Org.). Crise Financeira Mundial: impactos sociais e no mercado de trabalho. Brasília: ANFIP, 2009. p. 59-69.

PORTER, Michael E. A vantagem competitiva das nações. 12. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1989. 897 p. il. ISBN 85-7001-758-8.

PORTER, Michael E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. 7. ed. Rio de Janeiro: Campus, Elsevier, 1986. 362 p.

Infraestrutura do Brasil é reprovada em estudo. Revista Exame, São Paulo, 08 ago. 2010. S.n.. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2013.

SANTOS, Paulo Pereira dos. 2001. Evolução econômica do Rio Grande do Norte (século XVI ao XXI): 500 anos da história econômica do Rio Grande do Norte. 2. ed. Natal: Departamento de Imprensa do Estado. 530p.

SOUZA, Diogo Fumagalli de; MARKOSKI, Adelar. A competitividade logística do Brasil: um estudo com base na infraestrutura existente. Revista de Administração, S.i, v. 10, n. 17, 2012. Semanal.

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: https://doi.org/10.15628/empiricabr.2013.2388



Locations of visitors to this page