O GRITO DE SOCORRO: UMA REALIDADE DAS MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR DURANTE A PANDEMIA DA COVID 19 NA CIDADE DE NATAL-RN

Autores

  • Daniele Silva Rocha IFRN
  • Danielle Epifanio da Silva
  • Anna Cecília Chaves Gomes

DOI:

https://doi.org/10.15628/empiricabr.2021.13659

Palavras-chave:

Violência doméstica e familiar, Mulheres, Pandemia COVID 19, Natal RN.

Resumo

A pandemia da COVID-19 escancara o terror da violência doméstica e familiar vivenciada pelas mulheres. A metodologia do trabalho desenvolve a partir de questionário encaminhado em forda de link nas redes sociais, obtendo uma pesquisa descritiva e quantitativa, essa amostragem contou com a colaboração de 73 mulheres de todas as zonas de Natal/RN. Tendo em vista que o objetivo é analisar a violência doméstica e familiar durante o período da pandemia no município, enfatizando os principais tipos de violência. Como também, avaliar as ações da rede de enfrentamento, acolhimento e proteção às mulheres vítimas de violência na cidade de Natal/RN. Diante das urgências apresentadas, são necessárias ações e políticas públicas afirmativas e efetivas articulada em uma rede de enfrentamento a violência contra as mulheres.

Biografia do Autor

Daniele Silva Rocha, IFRN

Estudante de Gestão Pública

Danielle Epifanio da Silva

A pandemia da COVID-19 escancara o terror da violência doméstica e familiar vivenciada pelas mulheres. A metodologia do trabalho desenvolve a partir de questionário encaminhado em forda de link nas redes sociais, obtendo uma pesquisa descritiva e quantitativa, essa amostragem contou com a colaboração de 73 mulheres de todas as zonas de Natal/RN. Tendo em vista que o objetivo é analisar a violência doméstica e familiar durante o período da pandemia no município, enfatizando os principais tipos de violência. Como também, avaliar as ações da rede de enfrentamento, acolhimento e proteção às mulheres vítimas de violência na cidade de Natal/RN. Diante das urgências apresentadas, são necessárias ações e políticas públicas afirmativas e efetivas articulada em uma rede de enfrentamento a violência contra as mulheres.

Anna Cecília Chaves Gomes

A pandemia da COVID-19 escancara o terror da violência doméstica e familiar vivenciada pelas mulheres. A metodologia do trabalho desenvolve a partir de questionário encaminhado em forda de link nas redes sociais, obtendo uma pesquisa descritiva e quantitativa, essa amostragem contou com a colaboração de 73 mulheres de todas as zonas de Natal/RN. Tendo em vista que o objetivo é analisar a violência doméstica e familiar durante o período da pandemia no município, enfatizando os principais tipos de violência. Como também, avaliar as ações da rede de enfrentamento, acolhimento e proteção às mulheres vítimas de violência na cidade de Natal/RN. Diante das urgências apresentadas, são necessárias ações e políticas públicas afirmativas e efetivas articulada em uma rede de enfrentamento a violência contra as mulheres.

Referências

BOFF et BARBOSA. O acirramento da violência doméstica contra a mulher no Brasil durante a pandemia da COVID-19. 15/07/2021. Disponível em: . Acesso: 15/07/2021

BRASIL. Lei nº 14.188, de 28 de junho de 2021. Brasília, 2021. Disponível em: <https://legis.senado.leg.br/norma/34628171/publicacao/34628407> Acesso em: 27/08/2021

BRASIL. Rede de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres. Coleção Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, Brasília, 2011.

BRASIL. Lei nº 11.340, Lei Maria da Penha. Brasília, 2006.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Violência doméstica durante a pandemia de Covid-19. 16 de abril de 2020. Disponível em:. Acesso em: 16 de julho de 2021.

Gerhardt et Silveira. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009 p.70. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/213854/000728742.pdf?sequence=1> acesso em: 29/08/2021

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Atlas da Violência. Brasília: Ipea, 2020. 96 p.

JORNAL TRIBUNA DO NORTE. A violência doméstica aumentou de 169% no Rio Grande do Norte durante o isolamento social. Rio Grande do Norte, 20/08/2020. Disponível em: . Acesso: 15 de junho de 2021.

LOBO, J. Uma outra pandemia no Brasil: As vítimas da violência doméstica no isolamento social e a “incomunicabilidade da dor”. Rio Grande do Sul, junho de 2020 Disponível em: . Acesso em: 15 de junho de 2021.

RIO GRANDE DO NORTE. Lei nº 10.720, de 27 de maio de 2020. Disponível em: < http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200528&id_doc=684410 > acesso em: 28/08/2021.

RIO GRANDE DO NORTE. Lei nº 10.726, de 08 de junho de 2020. Disponível em: <http://webdisk.diariooficial.rn.gov.br/Jornal/12020-06-09.pdf> Acesso em: 25/08/2021

VIEIRA, Pâmela Rocha; GARCIA, Leila Posenato; MACIEL, Ethel Leonor Noia. Isolamento social e o aumento da violência doméstica: o que isso nos revela?. Revista Brasileira de Epidemiologia, [S.L.], v. 23, n. 1, p. 1-5, 22 abr. 2020. FapUNIFESP (SciELO). Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/1980-549720200033.>Acesso em: 29/09/2021

Downloads

Publicado

13-05-2022

Edição

Seção

Artigos