OLHARES E REFLEXÕES SOBRE O CORPO NA CULTURA CONTEMPORÂNEA

Autores

  • Moyses Souza Filho IFRN - Campus Natal Zona Norte
  • Hunaway Albuquerque Galvão de Souza UERN

DOI:

https://doi.org/10.15628/dialektike.2015.3396

Palavras-chave:

corpo, ser humano, cultura, movimento.

Resumo

RESUMO

O presente artigo discute a questão do corpo na atualidade, com uma breve representação do corpo na contemporaneidade, na perspectiva dos fundamentos da antropologia social e da fenomenologia educacional, analisando o descolamento do corpo do próprio ser humano. Discute a emergência e a construção do sujeito numa abordagem crítica sobre o anatomismo corporal. Desse modo, do tergiversado corpo máquina ao corpo virtual, perdemo-nos do que seria a verdadeira essência do ser humano: o corpo em sua natureza e na dimensão cultural do movimento. Reforça-se a discussão, a partir do olhar adolescente dos educandos do 2º ano do ensino médio integrado do curso de informática do IFRN – campus Natal Zona Norte, como princípio pedagógico do conteúdo Ginástica, através das falas resultantes de uma avaliação diagnóstico aplicada aos educandos e educandas.. Na discussão abordada pelo escrito, buscamos compreender como o corpo tem sido visto e tratado como objeto pelo sistema político econômico e científico. A superação desse paradigma limitante, por meio de ações educacionais da Educação Física no ensino médio integrado contextualizadas com os princípios do projeto político institucional, pode contribuir para uma ruptura significativa dos interesses externos à existência plena da corporeidade.   

 

Biografia do Autor

Moyses Souza Filho, IFRN - Campus Natal Zona Norte

Professor Dr. em Educação pela UFRN. Estuda, pesquisa e produz na area do curriculo com implicações na práica pedagogica docente em Educação Física escolar.

Referências

DANTAS, Jurema. Um ensaio sobre o culto ao corpo na modernidade. Estudos e pesquisa em psicologia (on line). Rio de Janeiro; V.11; Nº. 3. p.898-212. 2011.

GONÇALVES, Maria Augusta Salin. Sentir, pensar, agir. Corporeidade e educação. Campinas, SP. Papirus, 11ª edição; 2008.

HILDEBRANDT, R.; LAGING, R. Concepções abertas ao ensino da educação física. Rio de Janeiro: Livro Técnico, 1986.

LEFEVRE, Fernando; LEFEVRE, Ana Maria Cavalcante. O corpo e seus senhores: homem, mercado e ciência: sujeitos em disputa pela posse do corpo e da mente humana. Rio de Janeiro. Vieira & Lent, 2009.

MOREIRA, Wagner Wey. Aulas de Educação Física no ensino médio. Campinas, SP. Papirus, 2010.

NEIRA, Marcos Garcia; NUNES, Mario Luiz Ferrari. Educação Física, currículo e cultura. São Paulo, SP. 2009.

NÓBREGA, Terezinha Petrucia da. Corporeidade e educação física: do corpo-objeto ao corpo-sujeito. 2ª ed. Natal: EDUFRN, 2005.

______. Uma fenomenologia do corpo. São Paulo. Editora Livraria da Física, 2010.

SANT’ANNA, Denise Bernuzzi de. Políticas do corpo. São Paulo: Estação Liberdade, 1995.

SILVA, Ana Márcia. O corpo do mundo: algumas reflexões acerca da expectativa de corpo atual. In a [des]construção do corpo. José Carlos Granado (organizador). Blumenau: Edifrurb, 2001.

VASCONCELOS, Naumi A. de; SUDO, Iana; SUDO, Nara. Um peso na alma: o corpo gordo e a mídia. Rev. Mal-Estar e Subj., Fortaleza, v.4, n.1, mar. 2004. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151861482004000100004&lng=pt&nrm=iso>. Acesso: 14 mar. 2015.

Downloads

Publicado

2016-01-13

Edição

Seção

Artigos