A CATEGORIA POBREZA NA FORMULAÇÃO DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO CONTEXTO LATINO AMERICANO

Autores

  • MONNY MIRELLE DE CARVALHO ARAUJO Faculdade Raimundo Marinho
  • MARIA ADRIANA DA SILVA TORRES UFAL

DOI:

https://doi.org/10.15628/dialektike.2016.5548

Resumo

O presente artigo faz uma análise sobre a configuração da Política Social no cenário sócio-histórico da América Latina, sob a perspectiva da economia dependente na dinâmica do capitalismo mundial, e seu desenrolar a partir da crise de 1970 até os anos 1990, quando atribui à focalização na pobreza as suas formulações basilares como resposta ao aumento do desemprego e da população pobre do continente, consequência dos impactos causados pela globalização e pelas transformações societárias do capitalismo contemporâneo. Esta proposta parte da totalidade das relações sociais de produção capitalista, analisadas à luz da teoria social crítica marxista, apropriando-se das teorias genuínas da América Latina para um conhecimento aprofundado sobre a organização desta realidade.

Biografia do Autor

MONNY MIRELLE DE CARVALHO ARAUJO, Faculdade Raimundo Marinho

Estudante em Serviço Social pela Faculdade Raimundo Marinho.

MARIA ADRIANA DA SILVA TORRES, UFAL

Doutorado em Sociologia pela UFPE

Referências

BEHRING, Elaine Rosetti; BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e história. 9 ed. São Paulo: Cortez, 2011a. 213p.

______. Política social no capitalismo tardio. 5 ed. – São Paulo: Cortez, 2011b. 199p.

COGGIOLA, O. Programas sociais compensatórios: a experiência brasileira. Revista Praia Vermelha: estudos de política e teoria social, v. 23, n.1, jan/jun. Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: <http://praiavermelha.ess.ufrj.br/wp-content/uploads/2014/07/Coggiola.pdf>. Acesso em: 20.11.2015.

GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina. 2010. Disponível em: <http://copyfight.noblogs.org/gallery/5220/Veias_Abertas_da_Am%C3%83%C2%A9rica_Latina(EduardoGaleano).pdf>. Acesso em: 15.06.2015.

MARINI. Ruy Mauro; SADER, Emir (Org.). Dialética da dependência: uma antologia da obra de Ruy Mauro Marini. – Petrópolis: Vozes; Buenos Aires: Clacso, 2000. 295p.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital. Tradução de Paulo Cezar Castanheira e Sérgio Lessa. Campinas, São Paulo: Boitempo, 2002.

NETTO, José Paulo. Capitalismo monopolista e serviço social. 2 ed. – São Paulo: Cortez, 1996. 165p.

PAIVA, Beatriz; ROCHA, Mirella; CARRARO, Dilceane. Política social na América Latina: Ensaio de Interpretação a partir Da Teoria Marxista da Dependência. Revista Ser Social, v. 12, n. 26, p. 147-175, jan./jun. Brasília, 2010. Disponível em: <http://google.com.br/search?site=&oq=politica+social+américa+latina%3ª+ensaio>. Acesso em: 3.11.2015.

PINHEIRO, Vinicius Carvalho. Modelos de desenvolvimento e políticas sociais na América Latina em uma perspectiva histórica. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/ppp/index.php/PPP/article/viewFile/141/143>. Acesso em: 25.11.2015.

SANTOS, Josiane Soares. Questão social: particularidades no Brasil. 1 ed. – São Paulo: Cortez, 2012. 272p.

SILVA, Gisele Souza da. Capital portador de juros e programas de transferência de renda: monetarização das políticas sociais e contra reforma. Revista Políticas Públicas. São Luís, v. 13, n. 2, p. 173-181, jul./dez. 2009. Disponível em:<http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&ved=0CB0QFjAA&url=http%3A%2F%2Fwww.revistapoliticaspublicas.ufma.br%2Fsite%2Fdownload.php%3Fid_publicacao%3D204&ei=WKAYVcyGO8inNqTlgegN&usg=AFQjCNG3gEwoZFk-xjPyXXeGVz7VeRzYRA&bvm=bv.89381419,d.eXY>. Acesso em: 15.11.2015.

TORRES, Maria Adriana (Org.). Trabalho, direitos e políticas sociais na América Latina. Maceió: Edufal, 2013.176p.

TROTSKY, León. La teoria de la revolución permanente (COMPILACIÓN). Buenos Aires: CEIP León Trotsky, 2000.

Downloads

Publicado

2016-06-13

Edição

Seção

Artigos