EPICTETO, DIATRIBE 1.28 – PORQUE É PRECISO NÃO SE IRRITAR COM OS SERES HUMANOS, E QUAIS SÃO AS COISAS PEQUENAS E GRANDES ENTRE ELES

Autores

  • ALDO LOPES DINUCCI UFS

DOI:

https://doi.org/10.15628/dialektike.2016.4158

Palavras-chave:

EPICTETO, ESTOICISMO, DIATRIBES

Resumo

Na presente diatribe, Epicteto trata da questão do princípio da ação para os estoicos: a opinião (dogma, hypolepsis). Assentimos a uma opinião por crermos ser ela o caso, por crermos ser ela verdadeira. Em outras palavras, por natureza tendemos a assentir àquilo que nos parece verdadeiro, a negar assentimento ao que nos parece falso e a suspender o juízo sobre as coisas que não nos parecem uma coisa ou outra. Por esse princípio, não devemos nos irritar com os que erram, pois erram crendo estar acertando, quer dizer, dão assentimento a uma opinião ou crença que lhes parece verdadeira, mas que é, na verdade, falsa, dando exemplo disso Medéia.   

Biografia do Autor

ALDO LOPES DINUCCI, UFS

Doutor em Filosofia. Professor da Universidade Federal de Sergipe e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia desta universidade.

Referências

DINUCCI, A.; JULIEN, A. O Encheiridion de Epicteto. Coimbra: Imprensa de Coimbra, 2014.

DINUCCI, A. Fragmentos menores de Caio Musônio Rufo; Gaius Musonius Rufus Fragmenta Minora. IN: Trans/Form/Ação vol.35 n.3 Marília, 2012.

DINUCCI, A. Diatribes 12 e 13 de Musônio Rufo: Sobre coisas relativas a Afrodite e casamento. IN: Revista Crítica Histórica, v. 7, p. 348, 2013. Disponível em: http://www.revista.ufal.br/criticahistorica/index.php?option=com_content&view=article&id=178:diatribes12e13demusoniorufo&catid=87:documentacao&Itemid=63

DINUCCI, Aldo. Apresentação e tradução da Diatribe 1.1 de Epicteto. IN: Revista ARCHAI. As origens do pensamento ocidental, v. 13, p. 143-157, 2014. Disponível em:

http://seer.bce.unb.br/index.php/archai/article/view/11000

DINUCCI, Aldo. Apresentação e tradução da Diatribe de Epicteto 1.8. IN: Prometeus. Filosofia em Revista, v. 7, p. 289-295, 2014. Disponível em:

http://seer.ufs.br/index.php/prometeus/article/view/2845

DINUCCI, Aldo. Tradução e comentário à Diatribe de Epicteto 1.2: como manter o caráter próprio em todas as ocasiões. IN: Veredas da História, v. 5, p. 197-208, 2012. Disponível em:

http://veredasdahistoria.kea.kinghost.net/edicao8/15_TRADUCAO_COMENTADA_197-208.pdf

DINUCCI, A. Introdução ao Manual de Epicteto. 3 ed. São Cristóvão: EdiUFS, 2012.

DINUCCI, A. L.; BRITO, R. P. Tradução e Apresentação da Diatribe de Epicteto 1.5. IN: Revista de Filosofia Antiga (USP. Ed. português), v. 8, p. 116, 2014. Disponível em:

http://www.revistas.usp.br/filosofiaantiga/article/view/81223/pdf_12

DIÓGENES LAÉRCIO. Lives of Eminent Philosophers, vol. I, II. Trad. R. D. Hicks. Harvard: Loeb Classical Library, 1925.

EPICTETO. Entretiens. Livre I. Trad. Joseph Souilhé. Paris: Les Belles Lettres, 1956.

EPICTETO. Epictetus Discourses book I. Trad. Dobbin. Oxford: Clarendon, 2008.

EPICTETO. O Encheirídion de Epicteto. Edição Bilíngue. Trad. Aldo Dinucci; Alfredo Julien. São Cristóvão: EdiUFS, 2012.

EPICTETO. Testemunhos e Fragmentos. Trad. Aldo Dinucci; Alfredo Julien. São Cristóvão: EdiUFS, 2008.

EPICTETUS. The Discourses of Epictetus as reported by Arrian; Fragments; Encheiridion. Trad. Oldfather. Harvard: Loeb, 1928.

HORÁCIO. Satires, Epistles, Ars Poetica. Trad. H. R. Fairclough. Harvard: Loeb, 1926.

LONG, Georg. Discourses of Epictetus, with Encheiridion and fragments. Londres: Georg Bell and sons, 1890.

Downloads

Publicado

2016-12-13

Edição

Seção

Traduções