DO MATERIAL AO ESPIRITUAL: UMA LEITURA DA “CHAMA” A PARTIR DE WALTER BENJAMIN ENTRE “PONTOS NODAIS” E “FARNEL” DO ARTISTA ARTUR SOUZA

Autores

  • Clayton Rodrigo da Fonsêca Marinho Universidade Federal de Ouro Preto
  • Imaculada Maria Guimarães Kangussu Universidade Federal de Ouro Preto

DOI:

https://doi.org/10.15628/dialektike.2014.2568

Resumo

A proposta de trabalho é realizar uma leitura da passagem entre as obras da exposição “Pontos Nodais” e “Farnel” do artista Artur Souza, tendo como condutor da leitura a ideia de “chama” a partir do filósofo judeu-alemão Walter Benjamin. Tencionando a busca de um “teor coisal” e “teor de verdade”, a filosofia parece vacilar em tentar apreender essa chama alquímica e não necessariamente os elementos que a compõe.

Biografia do Autor

Clayton Rodrigo da Fonsêca Marinho, Universidade Federal de Ouro Preto

Mestrado em Estética e Filosofia da Arte pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Graduado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Imaculada Maria Guimarães Kangussu, Universidade Federal de Ouro Preto

Doutora em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Pós-doutorado na School of Arts and Science da New York University. Atualmente é Professora-Associada no Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Downloads

Publicado

2014-11-16

Edição

Seção

Artigos