GEOPROCESSAMENTO APLICADO AO DIAGNÓSTICO DE USO E COBERTURA DA TERRA NA MICROBACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO HERMES - RONDÔNIA

Joiada Moreira da Silva Linhares, Elton Sehnem, Ernando Balbinot, Ricardo Teixeira Gregório Andrade, Deborah Pereira Linhares Silva

Resumo


A microbacia hidrográfica do córrego Hermes, inserida no cone-sul de Rondônia, vem enfrentando severas implicações ambientais relacionadas às mudanças do uso da terra, tais como a conversão da floresta em áreas de lavouras e pastagens para criação extensiva de gado. Tais alterações são devidas, em um primeiro momento, à consolidação de um Programa de Integração Nacional – PIN, através da implantação do projeto de Colonização Paulo Assis Ribeiro, e mais recentemente vem sendo ampliadas por uma nova dinâmica econômica ligada ao mercado de exportação de alta rentabilidade, a agroindústria. O objetivo deste estudo foi avaliar as causas e consequências das mudanças do uso e cobertura da terra na microbacia hidrográfica do córrego Hermes, através da aplicação de método espacial e não espacial de geoprocessamento. Os resultados analíticos de métricas de paisagem indicam que 82,76% da área correspondem a uma matriz de pastagem de gramíneas, e que 14,64% reportam-se a cobertura vegetal nativa seccionada em 18 fragmentos pouco inter-relacionados, havendo ainda 1,94% e 0,66% relativos à agricultura (lavoura perene e anual) e áreas edificadas, respectivamente. Depreende-se, por fim, que o intenso desflorestamento, com fins de aumento de áreas destinadas às atividades de agropecuária, é a principal causa da devastação da floresta de transição na MBCH-RO, emanando desta outras formas de degradação ambiental, como erosão, assoreamento dos cursos de água perenes, aumento da carga de partículas em suspensão e dissolvidas, e, por fim, modificação dos ciclos hidrológicos e de carbono em escalas local, regional e global.

Texto completo:

PDF

Referências


ABDALA, V. L.; NISHIYMA, L.; TORRES, J. L.R. Uso do solo e cobertura vegetal na bacia do alto curso do rio Uberaba, Triângulo Mineiro, sudeste do Brasil. Caminhos da geografia, v.12, n.37 p. 258 – 267, 2011.

BATISTELLA, M.; MORAN, E. F. Dimensões humanas do uso e cobertura das terras na Amazônia: uma contribuição do LBA. Acta Amazônia, v 35 n.2 p. 239-247. 2005.

BECKER, B. K. MIRANDA, M. H. P.; MACHADO, L. O. Fronteira Amazônica: Questão Sobre a Gestão do Território. Rio de Janeiro: UNB, 1990.

BRASIL, Presidência da República Casa Civil, Grupo Permanente de Trabalho Interministerial para a Redução dos Índices de Desmatamento da Amazônia Legal. Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal. Brasília, 2003.

BRASIL. Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa, altera e revoga Leis e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 02/05/2013.

CÂMARA, G.; MEDEIROS, J. S. Geoprocessamento para projetos ambientais. 2ª Ed. São José dos Campos-SP: INPE, 1998.

COY, M. Desenvolvimento regional na periferia amazônica: organização do espaço, conflitos de interesses e programas de planejamento dentro de uma região de ponteira o caso de Rondônia. Belém: 1983. Disponível em: . Acesso em: 29 ago. 2011.

CURI, W. J. Estudo para fortalecimento do setor madeireiro. Porto Velho: FIERO/SEBRAE, 2000. 164p.

DINIZ, A. M. A. Migração e Evolução da Fronteira Agrícola. In: XIII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais. Ouro Preto. Anais... Minas Gerais, 2002, p. 1 - 26.

FIERO - Federação das Indústrias do Estado de Rondônia. Perfil socioeconômico e industrial do estado de Rondônia. Porto Velho: SENAI, 2003.

FERNANDES, L. C.; GUIMARÃES, S. C. P. (Coord.). Atlas Geoambiental de Rondônia. Porto Velho: SEDAM, 2001.

FEARNSIDE, P. M. Desmatamento na Amazônia: histórico, índice e consequências. Megadiversidade. V.1, nº 1, p. 113-123, 2005.

FERREIRA, L. V; ALMEIDA, S.; VENTICINQUE, E. O desmatamento na Amazônia e a importância das áreas protegidas. Estudos Avançados. v. 19. nº 53. p. 157- 166. 2005.

GIMENES, M. R.; ANJOS, L. dos. Efeitos da fragmentação florestal sobre as comunidades de aves. Acta Scientiarum. Biológica Sciences. V. 25, nº 2, p. 391-402, 2003.

GOOGLE EARTH. Mapa. Disponível em . Acesso em 19/04/2013.

GOOSEM, M. Fragmentation impacts caused by roads through rainforests. Current Science, Vol. 993, nº 11, 2007. p. 1587-1595.

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censos demográficos. Rio de Janeiro-RJ. Disponível em: . Acesso em: 3 set. 2011a.

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censos agropecuários. Rio de Janeiro-RJ. Disponível em: . Acesso em: 3 abr. 2011b.

INPE INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS Projeto de desmatamento: Banco de Dados. 2000/2009. Disponível em: . Acesso em: 5 abr. de 2011.

LAURANCE, W. F.; VASCONCELOS, H. L. Consequências ecológicas da fragmentação florestal na Amazônia. Oecologia Brasiliensis. 13 (3) 434-451, 2009.

MARGULIS, S. Causas do desmatamento da Amazônia brasileira. Brasília-DF: 2003. Disponível em: . Acesso em: 13 jul. 2011.

MARTINELLI, M. Mapas da geografia e cartografia temática. São Paulo: Contexto, 2003. 111 p.

METZGER, J. P. Estrutura da paisagem e fragmentação: Análise Bibliográfica. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 71 (3-1): 445-461, 1999.

MOREIRA, M. A. Fundamentos do sensoriamento remoto: e metodologias de aplicação. São José dos Campos: INPE, 2001. 250p.

PÉRICO, E.; CEMIN, G.; LIMA, D. F. B.; REMPEL, C. Efeitos da fragmentação de habitats sobre comunidades animais: utilização de sistemas de informação geográfica e de métricas de paisagem para seleção de áreas adequadas a testes. In: XII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento remoto, 12, 2005, Goiânia. Anais... Goiânia, UFG, 2005.p. 2339-2346.

QUADROS, M. L. E. S.; RIZZOTTO, G. J. Geologia e recursos minerais do estado de Rondônia. Porto Velho-RO: CPRM, 2007. 1 CD-ROM. 153p.

RONDÔNIA, Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral. Diagnóstico Sócio-econômico-Ecológico do Estado de Rondônia e Assistência Técnica para Formulação da Segunda Aproximação do Zoneamento-Sócio-Econômico-Ecológico. (Relatório Técnico de Solos, v. 5). Porto Velho: PLANAFLORO 1998a.141p.

RONDÔNIA, Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral. Diagnóstico Sócio-econômico-Ecológico do Estado de Rondônia e Assistência Técnica para Formulação da Segunda Aproximação do Zoneamento-Sócio-Econômico-Ecológico. (Relatório Técnico de Geomorfologia , v. 2, anexo A, parte 2). Porto Velho: PLANAFLORO 1998b.141p.

SILVA, J. M.; LINHARES, D. P.; BASTOS, W. R. Geoprocessamento aplicado a análise do uso da terra e qualidade de água na microbacia do rio Preto – Rondônia. Caminhos da geografia, v 11, n. 34. p. 1 – 21, 2010.

SILVA, L. P.; MANIESI, V. Avaliação dos limites se uso e ocupação e as pequenas centrais hidrelétricas da sub-bacia do rio enganado – Rondônia: uma proposta de uso sustentável. Geociências, v. revista 24, n. 3, p. 267-276, 2005.

SOARES-FILHO, B. S.; NEPSTAD, D. C.; GARCIA, R. C.; RAMOS, C. A.; VOLL, E.; MCDONALD, A.; LEFEBVRE, P. S.; MCGRATH, D. Cenário de desmatamento para a Amazônia. Estudos Avançados, v 19, n. 54 p. 137-152, 2005.

SOKOLONSKI, H. H. (coord.). Manual técnico de uso da terra. Rio de Janeiro: IBGE, 1999.

STRAHLER, A. N. Geografia Física. 7 ed. Barcelona, Espanha: Ômega, 1984.

VIANA, V. M.; PINHEIRO, L. A. v. Conservação da biodiversidade em fragmentos florestais. Série técnica IPEF. v 12, n. 32, p. 25-42. 1998.

YAMAMOTO, K. R; AKAMINE, C. T. Estudos dirigidos de estatística descritiva. São Paulo: Érica, 1998. 280p.

ESCADA, M. I. S. Evolução de padrões da terra na região centro norte de Rondônia. Tese de Doutorado (Sensoriamento Remoto) – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. São José dos Campos, 2003, 264p.

GAVLAK, A. A.; ESCADA, M. I. S.; MONTEIRO, A. M. V. Dinâmica de padrões de mudança de uso e cobertura da terra na região do distrito florestal sustentável da BR - 163. In: XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento remoto, 12, 2011, Curitiba. Anais... Curitiba, UFP, 2011.p. 6152-6160.

METZGER, J. P. O código florestal tem base científica? Natureza & Conservação, 8 (1) 1-5, 2010.

ROHLING, F. J.; SILVA, N. M.; Padrão de fragmentação da vegetação nativa na zona rural associada ao perímetro urbano de Rondonópolis, Mato Grasso. Caminhos da Geografia, v 13, n. 41. p. 42-51, 2010.

RIVERO, S.; ALMEIDA, O.; ÁVILA, S.; OLIVEIRA, W. Pecuária e desmatamento uma análise das principais causas diretas do desmatamento na Amazônia. Nova economia. v. 19 (1) 41-66. 2009

SILVA, J. M. Análise integrada de qualidade de água em microbacia hidrográfica. Dissertação de Mestrado (Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal de Rondônia. Porto Velho, 2006, 217p.

ROSS, J. L S. Os fundamentos da Geografia da Natureza. In: ROSS, J. L S. (Org.) Geografia do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2014.752



 

HOLOS IN THE WORLD