O PROEJA E A REFORMA DO ENSINO MÉDIO (LEI Nº 13.415/2017)

Ana Lúcia Sarmento Henrique

Resumo


O presente artigo pretende discutir a reforma do Ensino Médio e suas consequências para o Proeja. Partimos do pressuposto de que essa reforma afeta diretamente o Ensino Médio Integrado à Educação Profissional, pois acaba com a ideia de integração e vai de encontro ao direito de educação básica comum e igual para todos. Além disso, nega aos jovens e adultos o que, historicamente, já lhes foi negado: o direito a uma educação que lhes permita inserção social e no mundo do trabalho. Partimos de revisão bibliográfica sobre o EJA (HADDAD e DI PIERRO, 2000; PAIVA, 2005) e o Proeja (MOURA E HENRIQUE, 2012; MOURA, 2016), aliada à análise documental (BRASIL, 1996; BRASIL, 2007; BRASIL, 2017a; BRASIL 2017b). A análise mostra que, embora não se refira à modalidade EJA em seu teor, a reforma do Ensino médio promulgada pelo Governo Federal é mais um passo para a descontinuidade ou atrofia do Proeja.       




Palavras-chave


Proeja, reforma do Ensino Médio, educação de jovens e adultos.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. LEI Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 17 jul.2017.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio. Documento Base. 2007. Disponível em: . Acesso em: 17 jul.2017.

BRASIL. LEI Nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis nos 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e o Decreto-Lei no 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei no 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Disponível em: . Acesso em: 17 jul.2017.

BRASIL. EDITAL SETEC Nº 01, de 02 de março de 2017. Apresentação de propostas para a oferta de vagas gratuitas em cursos técnicos na forma concomitante, no âmbito do Pronatec/Mediotec. 2017b. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/setec-secretaria-de-educacao-profissional-e-tecnologica/editais>. Acesso em: 04 jul. 2017.

CUNHA Luiz Antônio. Ensino Médio: Atalho para o Passado. In Educ. Soc., Campinas, v. 38, nº. 139, p.373-384, abr.-jun., 2017.

HADDAD, Sérgio; DEL PIERRO, Maria Clara. Escolarização de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação, 2000, mai-ago., Nº 14, p. 108-130.

MARSIGLIA. Ana Carolina Galvão; PINA. Leonardo Docena; MACHADO. Vinícius de Oliveira; LIMA. Marcelo. A Base Nacional Comum Curricular: um novo episódio de esvaziamento da escola no Brasil. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 9, n. 1, p. 107-121, abr. 2017.

MOURA, Dante Henrique; HENRIQUE, Ana Lúcia Sarmento. PROEJA: ENTRE DESAFIOS E POSSIBILIDADES. HOLOS, [S.l.], v. 2, p. 114-129, maio 2012. ISSN 1807-1600. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2017. doi:http://dx.doi.org/10.15628/holos.2012.914.

MOURA, Dante Henrique. Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos – Proeja: entre potencialidades e entraves diante de projetos societários em disputa. Atas. XIII Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, 2016, p. 380-391.

PAIVA. Jane. Educação de Jovens e Adultos: direito, concepções e sentidos. 2005. 148f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal Fluminense, 2005.

REGATTIERI, Marilza; CASTRO, Jane Margareth. Ensino Médio e Educação Profissional: desafios da integração. Brasília: UNESCO, 2010.

SAVIANI. Dermeval. EDUCAÇÃO ESCOLAR, CURRÍCULO E SOCIEDADE: o problema da Base Nacional Comum Curricular. In Movimento-revista de educação. Disponível em: http://www.revistamovimento.uff.br/index.php/revistamovimento/article/view/296>; Acesso em: 04 jul 2017.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2018.7024



 

HOLOS IN THE WORLD