O PANORAMA DAS PUBLICAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS (2005-2014)

Gilberto Dias de Alkimin

Resumo


A presente pesquisa teve como objetivo analisar a inserção da Educação Ambiental (EA) na Educação de Jovens e Adultos (EJA) brasileira nos últimos dez anos (2005-2014) e realizar um panorama da mesma. Para tanto, a pesquisa do tipo estado da arte foi realizada selecionando-se oito revistas de acordo com sua classificação Qualis de periódicos da CAPES, os artigos selecionados, de acordo com o tema de interesse foram analisados e então procedeu-se a construção de um panorama da inserção da EA na EJA. Do total de trabalhos encontrados nesse período apenas 1,42% falam sobre o assunto em questão, desses três envolvem a educação não-formal e seis a educação formal. O tipo de pesquisa predominante é a participativa e as atividades envolvem aulas teórico-práticas, dinâmicas e jogos. A percepção de meio ambiente dos envolvidos é naturalista. Pode-se dizer que a inserção da EA na EJA no Brasil é algo insipiente, porém necessária. É preciso uma pesquisa mais abrangente sobre o estado da arte a real inserção da EA na EJA no país.


Palavras-chave


Educação de Jovens e Adultos; Educação Ambiental; Estado da Arte

Texto completo:

PDF

Referências


ALKIMIN, G. D. ; DORNFELD, C. B. . Diagnóstico sobre a Educação Ambiental no Ensino Médio nas Escolas do Município de Ilha Solteira (SP, Brasil). Relatório Renovação de Iniciação Científica, Processo FAPESP: 2011/07215-7. 40p. 2013.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Ambiental. Resolução Nº 2, de 15 de Junho de 2012. Ministérios da Educação – Conselho Nacional de Educação. 2012.

BRASIL. PNEA – Políticas Nacionais de Educação Ambiental. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, DF, 27 abr. 1999.

BRASIL. ProNEA / MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Programa Nacional de Educação Ambiental. 3. ed. Brasília : Ministério do Meio Ambiente, 2005. 102 p. Diretoria de Educação Ambiental/ Ministério da Educação. Coordenação Geral de Educação Ambiental.

CUNHA, T. S.; ZENI, A. L. B. A representação social de meio ambiente para alunos de ciências e biologia: subsídio para atividades em educação ambiental. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. 18, n. 1. 2007.

DA CONFERÊNCIA das Nações Unidas para o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, à Rio-92: agenda ambiental para os países e elaboração de documentos por Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2015.

EDUCAZIONE Ambientale e allo Sviluppo Sostenibile. Ministero dell`Ambiente e della tutela del Territorio e del Mare. 2010? Disponível em: . Acesso em: 16 jul 2013.

HAMZE, A. A Educação de Jovens e Adultos. 2009?. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2013.

IRELAND, T. D. A vida no bosque no século XXI: educação ambiental e educação de jovens e adultos. In: Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília: MEC, MMA, UNESCO, 2007.

LAYRARGUES, P. P. Muito além da natureza: educação ambiental e reprodução social. In: LOUREIRO, C.F.B.; LAYRARGUES, P.P.; CASTRO, R.C. (Orgs.) Pensamento complexo, dialética e educação ambiental. São Paulo: Cortez. p. 72-103. 2006.

LAYRARGUES, P. P., LIMA, G. F. C. Mapeando as macro-tendências político-pedagógicas da Educação Ambiental contemporânea no Brasil. A Pesquisa em Educação e a Pós-Graduação no Brasil, 6., 2011, Ribeirão Preto, Anais... Ribeirão Preto: USP, 2011. 15 p.

PASSOS, P. N. C. A conferência de Estocolmo como ponto de partida para a proteção internacional do meio ambiente. Revista Direitos Fundamentais & Democracia, Curitiba, v. 6, 2009. Disponível em: . Acesso em 25 jun. 2015.

PEREIRA, M. O. R.; ANELLO, L. F. S. Educação de jovens e adultos e qualificação profissional: uma articulação no contexto da EA. . Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. 21, n. 2. 2008.

REZENDE, V. A. A Dimensão Ambiental na Educação de Jovens e Adultos: Possibilidades e Desafios. In Colóquio Internacional “Educação e Contemporaneidade”, 5., São Cristovão. Anais... São Cristovão: [s. n.], 2011, 15 p.

ROCHA, D.; OLIVEIRA, C. T. Educação ambiental no programa ProJovem Urbano de Gravataí/RS: premissas para uma compreensão da educação de jovens e adultos no contexto escolar. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. especial, n. 1. 2014.

SATO, P. Timothy Ireland: "A EJA tem agora objetivos maiores que a alfabetização". 2012. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2013.

SEDU – Secretaria da Educação do Espirito Santo. Caderno de Diretrizes da Educação de Jovens e Adultos. Estado do Espirito Santo. Vitória. 60p. 2007.

SILVA, N. K. T.; SILVA, S. M. Educação ambiental e cidadania. Curitiba: IESDE. 176 p. 2009.

STAPP, W. B. et al. The concept of Environmental Education. The Journal of Environmetal Education. v. 1, n. 1, 30-31 p. 1969. Disponível em: . Acesso em: 16 jul 2013.

TEIXEIRA, C. R. O “Estado da Arte”: a concepção de avaliação educacional veiculada na produção acadêmica do Programa de Pós-graduação em Educação: Currículo (1975-2000). Cadernos de Pós-graduação – educação. São Paulo, v. 5, n.1. 2006.

TOZONI-REIS, M. F. C. Formação dos Educadores Ambientais e Paradigmas em Transição. Ciência & Educação, Bauru, v. 8, n. 1, p. 83 – 96, 2002.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2015.3253



 

HOLOS IN THE WORLD