AVALIAÇÃO DE ESPÉCIES VEGETAIS NA FITORREMEDIAÇÃO DE SOLOS CONTAMINADOS POR METAIS PESADOS

Silvio Roberto de Lucena Tavares, Shirlei Aparecida de Oliveira, Carla Maciel Salgado

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo avaliar o comportamento de diferentes espécies vegetais cultivadas em solo contaminado por metais pesados. Para a realização do experimento em casa de vegetação coletou-se um solo que corresponde a um aterramento de Argissolo Vermelho-Amarelo proveniente de uma área industrial (resíduo de lodo galvânico) no estado do Rio de Janeiro. Esse solo teve suas propriedades químicas e físicas determinadas. Por um período de 50 dias foram cultivadas as espécies de algodão, milho, sorgo, girassol e mucuna nesse solo contaminado. Transcorrido o período de plantio, avaliou-se a produção de massa seca da parte aérea, colmo e sistema radicular de cada espécie estudada, assim como, os teores de metais pesados absorvido nesses diferentes compartimentos. Os teores pseudo-totais (extração por água-régia) e biodisponíveis (extração por solução de DTPA e Mehlich-1) dos metais pesados presentes no solo foram determinados antes e após o plantio das espécies. O delineamento estatístico utilizado no estudo foi inteiramente casualizado, com quatro repetições para cada espécie investigada. Os resultados indicaram que as espécies apresentaram comportamento bem diferenciado quanto à produção de biomassa, absorção e translocação dos metais para parte aérea. O girassol destacou-se em relação às demais espécies em reduzir a concentração do metal cobre no solo, embora mais estudos devam ser realizados, visando aumentar a produção de biomassa e a translocação dos metais pesados para parte aérea desta espécie.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, C.A.; ABREU, M.F.; BERTON, R.S., 2002, Análises químicas de solo para metais pesados. In: ALVAREZ, V.H.; SCHAEFER, C.F.G.R; BASTOS, N.F.; MELLO, J.W.V.;COSTA, L.M. (Ed). Tópicos em Ciência do Solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v.2, pp. 645-692.

ABREU, C. A.; ABREU, M. F.; ANDRADE, J. C., 1998, Distribuição de chumbo no perfil de solo avaliada pelas soluções de DTPA e Mehlich-3. Bragantia, Campinas, v. 57, n. 1, pp. 185-192.

ACCIOLY, A. M. A.; SIQUEIRA, J. O., 2000, Contaminação química e biorremediação do solo. In: NOVAIS, R. F. et al. (Eds.) Tópicos em ciência do solo. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 1. pp. 299-352.

ALLEONI, L.R.F.; BORBA, R.P.; CAMARGO, O.A., 2000, Metais pesados: da cosmogênese aos solos brasileiros. Tópicos em Ciência do Solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Viçosa, MG, v. 1, pp 2-36.

ALLOWAY, B.J., 1990, Heavy metals in soils. New York; Wiley, 339p.

ALMEIDA, E.L.; MARCOS, F.C.C.; SCHIAVINATO, M.A.; LAGÔA, A.M.M.A. & ABREU, M.F., 2008. Crescimento de feijão-de-porco na presença de chumbo. Bragantia, Campinas, v. 67, n. 3, pp. 569-576.

ANDERSSON, A., 1977, The distribution of heavy metals in soils and soil material as influenced by the ionic radius. Swedish J. Agric. Res, 7, pp. 79-83.

ANDRADE, M. G.; MELO, V.F.; GABARDO, J. SOUZA, L.C.P.; REISSMANN, C.B., 2009, Metais pesados em solos de área de mineração e metalurgia de chumbo: I - Fitoextração. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.33, n.6, pp. 1879-1888.

ANDRADE, J.C. M; TAVARES, S.R.L; MAHLER, C.F., 2007, Fitorremediação: o uso de plantas na melhoria da qualidade ambiental. São Paulo. Oficina de Textos. 2007. 176p.

ANJOS, A.R.M. & MATTIAZZO, M.E., 2001, Extratores para Cd, Cu, Cr, Mn, Ni, Pb e Zn em Latossolos tratados com biossólido e cultivado com milho. Sci. Agric, v.58, pp.337-344.

BAIRD, C., 2002, Química Ambiental. 2ed. Porto Alegre. Bookman, 622p.

BERTON, R S., 2000, Riscos de contaminação do agrossistema com metais pesados. In: BETTIOL, W.; CAMARGO O. A.(Ed.) Impacto Ambiental do uso agrícola do lodo de esgoto.EMBRAPA Meio Ambiente. Jaguariúna, SP,cap. 16.

BERROW, M.L. & STEIN, W. M., 1983, Extraction of metals from soils and sludges by refluxing with aqua regia. Analyst, Cambridge, v.108, pp. 277-285.

CAMARGO, O.A.; ALLEONI, L.R.F; CASAGRANDE, J.C., 2001, Reações dos micronutrientes e elementos tóxicos. In: FERREIRA, M. E.; CRUZ, M.C.P. da VAN RAIJ, G.; ABREU, C.A de (Ed). Micronutrientes e elementos tóxicos na agricultura. Jaboticabal: CNPq/FAPESP/POTAFOS, cap 5, pp. 89-124.

COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANAEMANTO AMBIENTAL, 2001, Relatório de estabelecimento de valores orientados para solos e águas subterrâneas no Estado de São Paulo. São Paulo: CETEBS, 247p.

DAVIES, B. E., 1995, Lead. In: ALLOWAY, B.J. (Ed.) Heavy metals in soils. Chapman & Hall. 2ªed. Reading, UK, cap. 9.

DIAZ-BARRIENTOS, E.; MADRID, L.; CABRERA, F.; CONTRERAS, M.C., 1991, Comparison of two methods of sample preparation for determination by atomic absorption spectrophotometry of heavy metals in soils and sediments. Communications in Soil Science and Plant Analysis, New York, v.22, n.15/16, pp.1559-1568.

ELLIOTT, H. A.; LIBERATI, M. R.; HUANG, C. P., 1986, Competitive adsorption of heavy metals by soils. Journal Environmental Quality, v. 15, pp. 214-217,

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA, 1997, Manual de Métodos de Análise de Solo. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Rio de Janeiro, 2ª ed, 212pp.

ESTADOS UNIDOS. Environmental Protection Agency. Office of Soild Waste and Emergency Response. Soil Screening Guidance. Technical Background Document. Washington.EPA, 1996. (EPA/540/R-95/128).

FERREIRA, D.F., 2000, Análises estatísticas por meio do Sisvar para Windows versão 4.0. In...45a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade internacional de Biometria. UFSCar, São Carlos, SP, pp.255-258.

GOMES, P.C; FONTES, M.P.F.; SILVA, A.G; MENDONÇA, E.S.; NETTO, A.R., 2001, Selectivity sequence and competitive adsorption of heavy metals by Brazilian soils. Soil Science Society of American Journal, v.65, pp. 1115-1121.

GOMES, P.C., 1996, Fracionamento e biodisponibilidade de metais pesados influenciados por calagem e concentrações de metais em Latossolo Vermelho-Amarelo. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Viçosa –UFV. Viçosa. 161pp.

GARBISU, C.; ALKORTA, I., 2001, Phytoextraction: a cost effective plant-based technology for the removal of metals from the environment. Bioresource Technology, v. 77, pp. 229 – 236.

GREGER, M., 2003, Phytoremediation - Does it work? In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON THE BIOGEOCHEMESTRY OF TRACE ELEMENTS, 7., 2003, Uppsala-Sweden: SLU Service, pp.10-11.

KABATA –PENDIAS, A.; PENDIAS, H., 2001, Trace elements in soils and plants. 3 ed. Boca Raton, Flórida, CRC Press, 331pp.

LEMOS, R.C. & SANTOS, R.D., 1984, Manual de descrição e coleta de solo no campo. 2.ed. Campinas: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo; Embrapa-SNLCS, 46pp.

LINDSAY, W. L. & NORVELL, W. A., 1978, Development of a DTPA soil test for zinc, irion, manganese and copper. Soil Sci. Am. J., v. 42, pp 421-428.

McBRIDE, M. B., 1994, Environmental chemistry of soils. New York, Oxford, 406 pp.

McBRIDE, M.B. & BLASIAK, J.J., 1979, Zinc and copper solubility as a function of pH in an acid soil, Soil Science Society of America Journal, v.43, pp.866-870.

McGRATH, S.P., 1998, Phytoextraction for soil remediation. In: Brooks, R.R (Ed), Plants that Hyperaccumulate Heavy Metals, CAB International, Wallingford, pp.261.

McGRATH, S.P.; SHEN, Z.G.; ZHAO, F.J., 1994, Heavy metal uptake and chemical changes in the rhizosphere of Thlaspi caerulescens and Thlaspi ochroleucum grown in contaminated soils. Plant Soil., v. 188, pp. 153-159.

McLAUGHLIN, M.J.; ZARCINAS,B.A.; STEVENS, D.P. & COOK, N., 2000, Soil Testing for heavy metals. Communication in Soil Science and Plant Analysis, v.31, pp.1661-1700.

MARQUES, L.F., 2009, Fitoextração de chumbo por girassol, vetiver, trigo mourisco, jureminha e mamona em áreas contaminadas. Dissertação de mestrado. Universidade Federal da Bahia, 48pp.

MARQUES, T.C.L.S.M.; SIQUEIRA, J.O.; MOREIRA, F.M.S., 2000, Crescimento e teor de metais de mudas de espécies arbóreas cultivadas em solo contaminado com metais pesados. Pesq. Agrop. Bras., v. 35, n. 1, pp. 121-132.

MATTIGOD, S. V., G. SPOSITO, A. L., apud, MCLEAN, J.E.; BLEDSOE, B.E. Behavior of metals in soil. In: USEPA, office of waste an emergency response and office of research and development. Washington DC: Ground Water Issue, 1992. 540-S92-018. Disponível em: www.epa.gov/tio/tsp/download/issue14.pdf (acesso 20/03/2010).

MAVROPOULOS, E., 1999, A hidroxiapatita como absorvedor de metais. Tese de Mestrado. Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública; 1999. 105 p.

MEHLICH, A., 1953, Determination of P, Ca, Mg, K, Na and NH4. North Carolina Soil Test

Division. Raleigh, North Carolina, 1953. (mimeografado).

NRIAGU J.O. & NIEBOER E. (Eds.), 1988. Chromium in the Natural and Human Environments. John Wiley & Sons, New York, 571 pp.

NOVOTNH, V., 1995, Diffuse Sources of Pollution by Toxic Metals and Impact on Receiving Water. In: SOLOMONS, W.; FORSTNER, U. Heavy Metals: Problems and Solution. Berlim. Springer. 1995. 33-53.

SOARES, M.R., 2004, Coeficiente de distribuição (Kd) de metais pesados em solos de São Paulo. Tese de Doutorado. São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, 214pp.

SOARES, C.F.F.S; ACCIOLY, A.M.A.; SIQUEIRA, J.O.; MOREIRA, F.M.S., 2000, Diagnóstico e reabilitação de áreas degradada pela contaminação por metais pesados. In: Simpósio Nacional Sobre Recuperação de Áreas Degradadas: Água e Biodiversidade. Belo Horizonte. Sociedade Brasileira de Recuperação de Áreas degradadas, pp. 56-82.

SPARKS, D.L., 1995, Environmental soil chemistry. San Diego. Academic press, 267pp.

SPOSITO, G. The chemistry of soils. New York: Oxford, 1984. 277 p.

STEVENSON, F.J., 1982, Humus Chemistry. New York, John Wiley, 443pp.

TAVARES, S.R.L., 2009, Fitorremediação em solo e água de áreas contaminadas por metais pesados provenientes da disposição de resíduos perigosos. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 371pp.

WATANABE, M.E., 1997, Phytoremediation on the brink of commercialization. Environmenta ScienceTechnology,v.31, p.182-186.

ZEITTOUNI, C. F.; BERTON, R. S. & ABREU, C. A., 2007, Fitoextração de cádmio e zinco de um latossolo vermelho-amarelo contaminado com metais pesados. Bragantia v. 66, n.4, pp. 649-657.

ZEITOUNI, C.F., 2003, Eficiência de espécies vegetais como fioextratoras de cádmio, chumbo, cobre, níquel e zinco de um Latossolo Vermelho Amarelo Distrófico. Dissertação de Mestrado em Agricultura Tropical e Subtropical / Gestão de Recursos Agroambientais. Instituto Agronômico de Campinas – IAC. Campinas, SP, Brasil, 91pp.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2013.1852



 

HOLOS IN THE WORLD