TRIGONOMETRIA NO TRIÂNGULO RETÂNGULO: AS INTERAÇÕES EM SALA DE AULA SOB A ÓTICA DA TEORIA DAS SITUAÇÕES DIDÁTICAS

Luciano André Carvalho Reis, N. S. G. ALLEVATO

Resumo


Considerando o desafio de propiciar um ensino de melhor qualidade e uma aprendizagem significativa para os alunos do Ensino Médio, este artigo tem por objetivo descrever e analisar uma prática de ensino de Trigonometria no triângulo retângulo, considerando as interações que ocorrem entre os sujeitos do processo educativo sob a ótica da Teoria das Situações Didáticas, de Guy Brousseau. O estudo, de natureza qualitativa, envolveu alunos de um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, e os dados foram coletados por observação das atividades em sala de aula e registrados por meio de gravação das falas dos alunos e do professor e de um diário de campo. Este trabalho pretende mostrar a importância de dar voz aos alunos, elencando as estratégias usadas na busca pela construção do conhecimento, baseadas nas interações mediadas pelo professor e pelo diálogo entre as partes. Os resultados mostram que as etapas de devolução, ação, formulação, validação e institucionalização são importantes elementos das situações didáticas e que, através delas, os processos de ensino e aprendizagem contribuem para a construção do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


BROUSSEAU, G. Fundamentos e Métodos da Didáctica da Matemática. In: BRUN, J. Didática das Matemáticas. [Trad: FIGUEIREDO, M. J.] Lisboa: Instituto Piaget, 1996a. Cap. 1. p. 35-113.

______.Le contrat didactique: le milieu. Reserches em Didactiques des Mathématiques, v.9, n.3, p. 309-336, Grenoble, 1988.

______.Os diferentes papéis do professor. In: PARRA, Cecília; SAIZ, Irma (org). Didática da Matemática: Reflexões Psicológicas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996b. Cap. 4. p. 48-72




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2015.1616



 

HOLOS IN THE WORLD