PROCESSO DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: UM ESTUDO DE CASO DE SUSTENTABILIDADE NA CIDADE DE SANTA MARIA/RS

Sérgio Luiz Oliveira de Almeida Júnior, Thiago Kader Rajeh Ibdaiwi, Damiana Machado de Almeida, Luis Felipe Dias Lopes, Vânia Medianeira Flores Costa

Resumo


O presente artigo tem por objetivo verificar se o processo seletivo utilizado pela Prefeitura Municipal de Santa Maria/RS proporciona sustentabilidade às associações de catadores participantes. A pesquisa se caracteriza como descritiva de cunho bibliográfica, com uso de técnicas de coleta de dados: questionário e observação sistemática. Os resultados comprovam que a população não está separando o lixo adequadamente visto o grande volume de resíduos não recicláveis encontrados pelas associações. Este fator pode ser revertido com práticas de divulgação e educação, enfatizando que a coleta seletiva é uma alternativa ecologicamente correta, pois evita a contaminação dos solos e água, contribuindo para a sustentabilidade planetária. As associações confirmam que o processo contribui para a sustentabilidade local e para a instituição pesquisada. Conclui-se que o processo seletivo de coleta de lixo que a Prefeitura Municipal está adotando proporciona sustentabilidade às associações e aos santa-marienses, pois contribui com o meio ambiente e com a melhoria na qualidade de vida da população.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2015.1532



 

HOLOS IN THE WORLD