ETANOL BRASILEIRO: PERSPECTIVAS E BARREIRAS NO MERCADO MUNDIAL

Janaina Lucena de Souza, Eduardo Janser de Araújo Dantas

Resumo


A mudança da matriz energética mundial é inevitável para que o mundo não chegue a um colapso energético e ambiental. Nesse contexto o etanol surge como principal alternativa capaz de substituir os combustíveis de origem fóssil e o Brasil, por seu pioneirismo na produção desse biocombustível, tem a chance liderar o mercado agroenergético mundial. Porém, para a formação de um mercado mundial de etanol, o Brasil ainda tem que superar a resistência de alguns países ao uso do álcool combustível, e as barreiras comerciais impostas à sua importação. Utilizando um estudo descritivo-explicativo, por meio de pesquisa bibliográfica e documental, esse trabalho teve como objetivo diagnosticar as perspectivas dos comércios nacional e internacional de etanol, identificando seus principais mercados, oportunidades e quais as principais barreiras políticas e econômicas mundiais impostas à utilização da biomassa, em especial do etanol, como substituto dos combustíveis fósseis.

PALAVRAS-CHAVE: Matriz Energética. Etanol. Mercado Agroenergético Mundial. Barreiras Comerciais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15628/empiricabr.2009.290



Locations of visitors to this page